Anuncie aqui

sábado, 14 de novembro de 2015

Paço do Lumiar e Ribamar: Procon anuncia que a Odebrecht não poderá mais cobrar hidrômetro

Moradores de Paço do Lumiar e Ribamar conseguem vitória parcial no Procon no caso das contas de água

As lideranças dos municípios de Paço do Lumiar e São José do Ribamar reuniram-se, na quinta-feira (12), com o diretor do Procon, Duarte Junior, para debaterem e encontrarem soluções para reduzir os preços das tarifas de água e esgotos e outros serviços praticados pela empresa Odebrecht.
Após horas de discussão, o Procon anunciou que a Odebrecht não poderá mais cobrar hidrômetro dos usuários que desejem instalar este equipamento; os usuários terão os dias 5, 10, 15,20, 24 e 30 para escolher como data para vencimento de suas contas; haverá redução das tarifas de água para R$ 21,00 reais dos usuários do programa Minha Casa, Minha Vida; e redução da tarifa de pequenos negócios e para os usuários que tenham imóveis com área construída de até 80m2.

A Odebrecht fica obrigada a cadastrar todos os usuários de baixa renda para que tenha direito à tarifa social, com descontos de até 25 por cento.

Como o prefeito de Paço do Lumiar não quis a instalação de um posto do Procon em Paço do Lumiar, Duarte Júnior se comprometeu mandar em breve uma equipe do órgão para ouvir as reclamações dos usuários do município de Paço do Lumiar.

Ao final da audiência foi acordada a realização de uma reunião ampla com a presença dos dois prefeitos; da Odebrecht, das promotorias de Paço do Lumiar e São José de Ribamar; da Caema; da Agencia Nacional de Águas (ANA), das Defensórias Públicas de Paço do Lumiar e São José de Ribamar e lideranças dos dois municípios para discussão dos diversos pontos pendentes.

“A audiência foi proveitosa e positiva, porém insuficiente. Não queremos esmolas. Exigimos uma tarifa justa e compatível com o nível de renda das comunidades. Por isto sugeri uma nova reunião para se encontrar soluções amplas para os diversos problemas”, declarou o advogado Domingos Dutra.

“O Procon tem tido atuação eficiente e positiva em diversas áreas. Desta forma, o órgão precisa ter mais ousadia para enfrentar os abusos praticados pela empresa Odebrecht”, declarou Arnaldo Colaço, advogado de São José de Ribamar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário