Anuncie aqui

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Golpe praticado no Maranhão envolvia advogados de MS

Polícia Federal identificou esquema e entre segunda e esta terça prendeu 3 pessoas

Um golpe envolvendo suspeitos no Maranhão e advogados em Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Paraná foi descoberto pela Polícia Federal do Estado. Para prender os envolvidos, foi desencadeada na segunda-feira (30/10) a operação Triângulo dos Precatórios em Timon e São Luís, ambas cidades no Maranhão.
O Ministério Público Federal e a Caixa Econômica Federal participaram da operação, que registrou prisões na segunda (30/11) e nesta terça-feira (1º). Três pessoas foram presas em flagrante, uma mulher em Timon e um casal em São Luís.

Com essas três detenções, a força-tarefa evitou um desvio de cerca de R$ 190 mil em precatórios.

O esquema identificado pela Polícia Federal envolvia um grupo criminoso que atuava no estado do Nordeste e aliciava advogados em Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Paraná. O esquema começava na identificação de pessoas com precatórios do tipo Requisições de Pequeno Valor.

Depois disso, o bando falsificava documentos de identidade, comprovantes de endereço e, com isso, produziam procurações públicas legalizadas para advogados de outros estados. Estes, levantavam os precatórios. Como essa trama envolvia diferentes unidades da federação, ficava mais difícil a identificação da fraude.

Por fim, eram efetuadas as transferências dos valores descontados honorários advocatícios. As quantias eram depositadas em contas bancárias dos envolvidos no esquema e os verdadeiros beneficiários ficavam sem o dinheiro, apesar do processo ter tramitado.

Em nota da Polícia Federal, não foi divulgado o total que os suspeitos conseguiram desviar. Também não foi mencionado quantos advogados participaram da fraude. O nome da operação foi definido em alusão do Triângulo das Bermudas, onde há relatos de misteriosos desaparecimentos de embarcações e aviões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário