Anuncie aqui

sexta-feira, 10 de junho de 2016

Acabou a lua de mel com o Governo Flávio Dino

Definitivamente acabou a lua de mel com o governador Flávio Dino, que atualmente vive o seu momento mais crítico, após um ano e seis meses de assumir o Governo do Maranhão com promessas de inúmeras mudanças.
A classe política, a cada dia, tem demonstrado a insatisfação com o desastroso Governo Flávio Dino. Na Assembleia, até mesmo os deputados governistas começaram a criticar publicamente a gestão comunista, além de aprovarem requerimentos que ‘desagradem’ o governador. Na Câmara Federal, Dino nunca gozou realmente de prestígio e o desgaste segue apenas aumentando.

Os prefeitos também começam a reclamar publicamente e mais fortemente sobre a gestão de Flávio Dino, vide os gestores de Santa Inês e Bequimão nos últimos dias. Anteriormente as críticas eram tímidas e apenas dos prefeitos que se sentiam discriminados por não terem apoiado a candidatura do comunista. Agora até os prefeitos aliados estão entrando na Justiça contra o Governo Flávio Dino.

Dino começa a enfrentar problemas maiores com a categoria dos servidores públicos estaduais, insatisfeitos com a gestão. Na semana que vem duas categorias Peritos Criminais e Agentes Penitenciários irão fazer greve de 48h de advertência. Nesta sexta-feira (10), os policiais civis realizam Assembleia Geral e podem deflagrar greve. Os policiais militares também não descartam uma paralisação. Médicos das UPAS seguem reclamando dos salários atrasados. Professores, após a saída de Júlio Pinheiro (presidente do SINPROESEMMA) que por ser do partido do governador (PCdoB) evitou uma greve da categoria, prometem cobrar mais fortemente o reajuste baseado no Piso Nacional.

Além da insatisfação, o período de um ano e seis meses já foi suficiente para demonstrar a incapacidade de Flávio Dino como gestor público. O jornal O Estado do Maranhão, nesta sexta-feira (10), trouxe prova inconteste do fracasso do governo comunista.

Dados do Relatório de Gestão Fiscal do Governo do Maranhão referentes ao 1º quadrimestre de 2016, apontam que o governo Flávio Dino segue aumentando os gastos com a folha de pagamento e ultrapassou o chamado limite de alerta definido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).
Além disso, pasmem, o Governo Flávio Dino não tem investido o mínimo exigido pela Constituição Federal em Saúde e Educação.
O resultado disso é a queda da popularidade do governador, que foi eleito com aproximadamente 85% dos votos, todos apostando nas promessas de mudanças.

Entretanto, passados um ano e seis meses de gestão, a popularidade de Dino não chega a 50% nas principais cidades do Maranhão. Definitivamente acabou a lua de mel com o Governo Flávio Dino. (Blog do Jorge Aragão)

Nenhum comentário:

Postar um comentário