quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Alexandre Almeida comemora mais uma obra concluída em Timon por meio de empréstimo do BNDES

O deputado estadual Alexandre Almeida comentou a notícia de que o governador do Estado do Maranhão, Flávio Dino, estará em Timon nesta quinta-feira, 04, para a solenidade de inauguração do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) no município. O parlamentar comemorou que enfim a obra, que foi financiada por meio de empréstimo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ao governo do Maranhão, esteja sendo inaugurada.

“Fico feliz com a notícia de que o CRAS finalmente vá ser inaugurado. Esta é mais uma da relação de diversas obras em Timon que foram licitadas, contratadas e agora, neste caso concluída com recursos financiados pelo BNDES em decorrência do empréstimo que a Assembleia aprovou em plenário em 2012. Lembro inclusive que naquela ocasião o atual prefeito de Timon, que à época era deputado, votou contra o empréstimo que hoje possibilita a inauguração de mais uma obra em Timon. Portando, nós tivemos uma participação muito efetiva, tanto na viabilização financeira da obra, quanto em sua realização”, esclareceu. 

No mês de maio uma comissão de deputados estaduais, incluindo Alexandre Almeida, se reuniram com o diretor das áreas de Infraestrutura Social, Meio Ambiente, Agropecuária e Inclusão Social do BNDES, José Henrique Paim, para obter informações sobre o andamento do empréstimo aprovado pela Assembleia Legislativa em 2012, no valor de R$ 3,8 bilhões. Naquela ocasião Alexandre reiterou que os recursos estavam sendo utilizados nas áreas da saúde, educação, segurança pública, desenvolvimento social, entre outras.

"O CRAS é mais uma obra dessa relação, assim como o Parque Empresarial, a reforma e ampliação do 11º Batalhão da PM e do hospital Alarico Pacheco, a construção de uma escola no Residencial Novo Tempo, a construção do presídio, o asfaltamento de vias urbanas e a construção de uma Unidade de Segurança Comunitária (USC). Muitas delas já foram concluídas, outras ainda estão em andamento e a Unidade de Segurança Comunitária é a única que ainda não foi iniciada, mas estamos acompanhando e cobrando a sua realização”, pontuou Almeida.  (Assessoria)

Nenhum comentário:

Postar um comentário