Anuncie aqui

sábado, 14 de janeiro de 2017

Zé Pereira de Timon 2017: Internautas reprovam atrações anunciadas por Luciano Leitoa no Facebook

      Luciano Leitoa começa a perder pontos explícitos em sua popularidade

Recém saído de uma disputa eleitoral onde obteve mais de 50 por cento de preferência do eleitorado, o primeiro teste de antipatia foi provocado por ele mesmo ao publicar ontem (13) em sua página no Facebook as atrações para o Zé Pereira de Timon de 2017.

A grande maioria dos internautas que fez comentário na pagina do prefeito de Timon, Luciano Leitoa desaprovam as atrações anunciadas por ele para o Zé Pereira 2017. O evento que já foi o maior da Região Nordeste vem tendo desde 2013 uma queda significativa em público e atrações. Muitos internautas também não concordaram com o prefeito em fazer um gasto público no momento em que servidores passam por privações por falta de pagamento de salários referente ao mês de dezembro de 2016. 

Veja alguns comentários de internautas na página do prefeito Luciano Leitoa.

"Prefeito de Timon vai gastar mais de meio milhão, enquanto tem servidor público passando fome, com seus salários atrasado, e uma lastima", disse um internauta.

"A bandas são tão ruins pra o nível do evento que faz até medo. Poderiam diminuir a quantidade e investir na qualidade. Trazer bandas Grandes com nome e que fazem sucesso atualmente aumentaria a busca das pessoas de outras cidades por o nosso evento. Eu lamento que tenha chegado a esse ponto. Deveria dar o devido valor da festa e "respeitar" o povo , que já está cansado de ver o evento "zé pereira" se arrastar pelo chão. Cadê os blocos? Nos salvem pelo amor de Deus.. D'pileque / Therremoto.. Ajuda ai..", disse o internauta.

"Vamos pagar o povo prefeito não repita o que a socorro fez no segundo mandato", disse um internauta.

"Zé Pereira infelizmente foi se degradando até chegar a esse ponto. Eu olho pra trás e vejo o maior Zé Pereira do centro norte do país. Hj é só mais uma folia de carnaval como em qualquer outra cidade", disse um internauta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário