Anuncie aqui

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Líder da juventude tucana diz que PCdoB age como se houvesse comprado o PSDB

Samuel Jorge tem o apoio da ex­-prefeita Maura Jorge (Foto: Arquivo)
O presidente da Juventude do PSDB no Maranhão, Samuel Jorge, reagiu forte à notícia de que o vice-­governador do Estado, Carlos Brandão (PSDB), deu entrada em um ação no Conselho de Ética do PSDB pedindo a sua destituição do posto.

Segundo ele, não há base para a denúncia de infidelidade partidária formulada no conselho tucano, porque sua postura foi sempre de crítica não ao partido, mas à postura do PCdoB em relação à aliança formada em 2014.

"Eu, em momento algum, durante todo o período em que estive à frente da Juventude, falei um 'ai' do Brandão, um 'ai' do PSDB. A minha crítica sempre foi em relação à maneira como o PCdoB interfere na nossa forma de expandir o partido", destacou.

Para Samuel Jorge, o PCdoB age como se houvesse "comprado" o PSDB no Maranhão e detivesse sua posse. "O que eu defendi foi sempre que o partido deveria ter autonomia, que o governador deveria ter o PSDB como aliado. Ele não comprou o PSDB. A gente é aliado, da base do governo, mas ele não comprou nosso pensamento", completou. (O Estado)

Nenhum comentário:

Postar um comentário