Anuncie aqui

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Instalação da CPI do Lixão é defendida pelo vereador Anderson Pêgo em Timon

Vereador Anderson Pêgo defendeu a instalação da CPI do Lixão em Timon
O vereador Anderson Pêgo (PRB) já começou seus trabalhos na Câmara de Timon mostrando para que veio e levantando uma grande polêmica sobre o aterro sanitário da cidade. Na manhã desta quarta-feira (8) no Plenário da Câmara de Timon, o vereador usou a tribuna e levantou a suspeita sobre o funcionamento do aterro sanitário da cidade, localizado as margens da MA-040.

Segundo o vereador Anderson Pêgo, o valor pago no aluguel do terreno que serve como Lixão é R$ 60 mil mês e só no ano de 2016 a prefeitura de Timon desembolsou R$ 540 mil dos cofres público. O vereador em discurso também defendeu a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI do Lixão), com a finalidade de apurar tudo que envolve o aterro sanitário de Timon. Para se instalar uma CPI na Câmara de Timon é preciso de 7 assinaturas, numero que hoje a oposição conta.

Em conversa com o vereador Anderson Pêgo após a sessão de hoje (8) para saber detalhes sobre seu discurso polêmico na tribuna, o vereador disse que apenas está fazendo o seu papel de fiscalizador, função que a população de Timon lhe determinou o elegendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário