sábado, 10 de junho de 2017

Governo ampliará Farmácia Popular para mais mil municípios

Programa de Atenção Básica do Sistema Único de Saúde também prevê mudanças na forma de repasse de recursos para a compra de remédios
Atualmente, 4,4 mil cidades têm Farmácia Popular. Com nova medida, mais mil devem ser incluídas
O Ministério da Saúde anunciou, na última terça-feira (6), mudanças no Programa de Atenção Básica do Sistema Único de Saúde (SUS). Entre elas estão a forma de repasse de recursos para a compra de remédios e a ampliação da rede Farmácia Popular. As medidas devem ser implantadas até agosto.

Para o ministro da Saúde, Ricardo Barros, a medida deverá aumentar em 80% a compra de medicamentos. “O programa tem uma verba de R$ 100 milhões por ano. Desse total, 80% eram destinados ao pagamento de aluguéis e salários”, afirmou.

O novo modelo foi aprovado pela Comissão Intergestores Tripartite (CIT), formada por representantes dos estados, municípios e do governo federal. De acordo com Ricardo Barros, os estados e municípios receberão aumento no repasse anual da verba para a compra de remédios. “O valor passará de R$ 5,10 para R$ 5,58 na média por habitante”, disse.

Atualmente, 4,4 mil municípios dispõem do serviço da Farmácia Popular. Com a nova medida, a expectativa é que mais mil cidades sejam incluídas.

O programa Aqui Tem Farmácia Popular, parceria do governo federal com farmácias privadas, continua funcionando normalmente. Em média, o programa beneficia 9,8 milhões de pessoas. Medicamentos contra a hipertensão, o diabetes e a asma representam cerca de 90% da demanda.

Dados do Ministério da Saúde mostram que o programa cobre 80% do País. São 34,9 mil farmácias cadastradas e, ao todo, 42 produtos oferecidos, 26 disponibilizados gratuitamente. Os demais têm descontos de até 90%.

(Fonte: Portal Brasil)

Nenhum comentário:

Postar um comentário