Anuncie aqui

terça-feira, 27 de junho de 2017

Timon: Situação da Vila Monteiro causa preocupação e vereador Anderson Pêgo faz denúncias

Vereador Anderson Pêgo sai em defesa dos moradores da Vila Monteiro

Vereador Anderson Pêgo (PRB)
Preocupação dos moradores da Vila Monteiro, zona urbana de Timon, estão preocupados com suas casas e terrenos devido o aparecimento do proprietário do local que deseja fazer uma desapropriação. A informação foi repassada pelo vereador Anderson Pêgo (PRB) em pronunciamento na sessão desta segunda-feira (26), na Câmara Municipal que está preocupado com essa situação envolvendo várias famílias que residem há anos naquele local.

"Amigos eu venho falar de uma reunião que tive recentemente com moradores da Vila Monteiro e a presidente da associação de lá. Depois de muito tempo apareceu o dono da Vila Monteiro que deseja retirar e desapropriar todas as famílias que hoje se encontram lá, já com a posse e residências construídas que buscam apoio da Justiça, do Ministério Público como também apoio político, e nós vereadores não podemos virar as costas para aquela centenas de família que hoje estão desesperadas”, lamentou o vereador Anderson Pêgo.

Anderson Pêgo quer o apoio dos outros vereadores de Timon para que estes juntamente com ele possam intermediar essa crise gerada e consigam uma solução pacífica. "Eu falei aos moradores que não próxima reunião iria tentar levar o máximo de vereadores por não é uma causa do vereador Anderson, não é uma causa de um morador, são várias famílias que estão pensando que podem dormir e acordar sem um lar, que podem dormir e não ter mais a garantia de ter a casa própria. Certo que ali foi uma invasão, mas, o poder público existe para organizar isso, o poder público existe para não deixar os mais fracos desamparados. Aí é onde a prefeitura, o prefeito tem que tomar um posicionamento e nós vereadores que fomos na Vila Monteiro dizer que iriam calçar as ruas, dizer que iam regularizar o abastecimento de água, dizer que iam levar melhorias para o bairro, agora temos que ir lá e garantir a moradia dos moradores de lá", frisou.

Caso imobiliária

Na tribuna quando ainda falava da situação em que estão passando os moradores da Vila Monteiro, o vereador relatou o caso de uma imobiliária. "Existe uma imobiliária que está tentando enganar, ludibriar a população dizendo, assine aqui e ninguém leu que papel é esse. Eles estão chegando com o 'DUT' emitido pela prefeitura de Timon dizendo que é o dono do terreno, isso é grave! Isso é um documento público que tem fé pública! Secretário Sebastião tome a par do assunto e dê uma resposta para aquela população, não deixe de que se utilize a Secretaria de Planejamento para fins de benefício próprio, isso pode está acontecendo. Já derrubaram a casa de um rapaz que estava com sua casa pela metade, passaram um trator e estão construindo casas que possivelmente sejam financiadas pela Caixa Econômica. Isso é grave porque é um terreno que ainda está em discussão, existe um processo de desapropriação e possivelmente agora um processo de usucapião coletivo”, afirmou Pêgo.

Alerta ao secretário

"Secretário Sebastião tome pé do assunto! Eu recebi umas denúncias e são graves, não vou aqui presidente levantar ainda qualquer denúncia de forma sem que eu tome conhecimento de tudo. Mas, existe denúncias e que são denúncias fundadas e não infundadas que estão se utilizando da Secretaria de Planejamento para legalizar alguns lotes e construir casas da Caixa Econômica. Eu não quero aqui que o secretário esteja envolvido nesse tipo de esquema. É grave e temos que defender é a população", alertou o vereador Anderson Pêgo.

(Do Blog do Ludwig)

Nenhum comentário:

Postar um comentário