Anuncie aqui

terça-feira, 20 de junho de 2017

Timon: Vereador Anderson Pêgo denuncia a falta de transparência no governo Leitoa

Caso Lixão de Timon: "Será que existe uma podridão nesse contrato?”, diz vereador
Vereador Anderson Pêgo aciona Justiça e denuncia falta de transparência na gestão Luciano Leitoa
A falta de transparência na gestão do prefeito de Timon, Luciano Leitoa foi denunciada pelo vereador Anderson Pêgo na sessão da Câmara desta segunda-feira (19) que precisou acionar a Justiça local para ter acessos aos documentos do Caso Lixão. “E para você ter acesso a qualquer coisa na prefeitura de Timon ou nas secretarias, tem que ingressar na Justiça. O Judiciário que já está tão abarrotado de processo, a gente tem que entrar com um Mandado de Segurança... Mas, o que é um Mandado de Segurança? Isso é pra garantir um direito seu, de qualquer um de vocês, um direito líquido e certo”, lamentou o vereador.

“Entrei na Justiça e ganhei um Mandado de Segurança na semana passada contra o senhor Alexandre Luz, superintendente de Limpeza Pública e Urbanização de Timon. Mandado de Segurança esse em que é relativos ao processo de contratação, licitação, a cópia do contrato, o processo administrativo, a dispensa e a relação de pagamentos em favor do senhor Francisco Carlos Assunção Reis referente a locação do imóvel rural na localidade Bom Jardim escolhido como local para a construção de aterro sanitário e da unidade de recebimento e armazenamento de resíduos sólidos não perigosos e recicláveis. O aterro sanitário de Timon! Para ter acessos aos documentos referente ao aterro sanitário eu tive que acionar a Justiça, que governo transparente é esse?”, disse o vereador Anderson Pêgo.

“Será que existe uma podridão nesse contrato que ninguém poder ver? Será se existe coisa suja? Será se existe desvio de dinheiro público?”, indagou o parlamentar.

Saúde nunca respondeu

Ainda durante o seu discurso o vereador Anderson Pêgo lamentou que completou um mês e até aquela hora não tinha recebido as respostas sobre um pedido de informação feito à Secretaria de Saúde de Timon. "Eu solicitei do secretário de Saúde [Márcio Sá] a relação dos endereços onde estão funcionando os ESF, e solicitei a quantidade de equipes, funcionários com suas respectivas funções, remunerações e locais de trabalho. Eu solicitei no dia 16 do 5, está com um mês e o secretário de Saúde nunca me respondeu”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário