Anuncie aqui

terça-feira, 20 de junho de 2017

Vereador Ramon Júnior lamenta ausência do prefeito em audiência importante para a cidade de Timon

O vereador Ramon Junior (PP) na sessão de ontem (19) lamentou a ausência do prefeito Luciano Leitoa na audiência pública realizada na última quarta-feira (14), na Câmara Municipal de Timon para discutir questões relacionadas ao transporte público da cidade. O prefeito foi convidado como presidente do Consórcio Intermunicipal de Mobilidade Urbana (Cimu), mas segundo o vereador, autor do requerimento, o prefeito não compareceu e nem enviou justificativa para não estar presente à discussão tão importante para a cidade.

De acordo com o vereador na galeria da Câmara estavam presentes inúmeros representantes de entidades ligadas à sociedade civil, como representantes de passageiros, de entidades ligadas aos cadeirantes, deficientes visuais e outros, que aguardaram presença do prefeito Luciano Leitoa, que sequer justificou sua ausência assim como fizeram também os representantes do Sistema de Transportes Urbanos de Teresina (Setut), que não justificaram suas ausências na audiência.

Por sua vez, Ramon Junior agradeceu às presenças dos demais representantes, dos vereadores do promotor estadual Geovani  Papini e do Procurador da República Marcelo Santos Correa, que veio de Caxias para participar da audiência pública e discutir os problemas com o transporte público de Timon. Segundo o vereador 80 por cento dos coletivos que circulam em Timon não tem acessibilidade, como regulamenta a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), e que essa regulamentação deveria ser fiscalizada pelo CIMU, em Timon.

Ramon Junior disse que entre as discussões foram também levantadas na audiência, que na sua visão foi produtiva, foi tratado da qualidade dos transportes, acessibilidade, higiene, conservação, o ar condicionado que a maioria dos ônibus não tem. Segundo o vereador, todos os assuntos tratados foram encaminhados à Comissão de Transporte, que agora tem o papel de apresentar as resolutividades para os problemas questionados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário