domingo, 2 de julho de 2017

SINSEP diz que recorreu a Justiça para obter informações do IPMT

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Timon - SINSEP usou seu perfil no Facebook (veja) para tornar público que recorreu a Justiça para obter informações do Instituto de Previdência Municipal de Timon - IPMT. O sindicato diz que solicitou informações em abril de 2107 ao presidente do órgão e não obteve resposta.

No texto divulgado pelo SINSEP numa rede social assinada pela Diretoria de Comunicação da entidade traz uma informação que poucos sabem, a anistia de um débito superior a R$ 80 milhões através de uma lei. “Com um débito de mais de 80 milhões anistiados pela Lei Municipal 41/2016 aprovada na calada da noite, a Prefeitura entende que não deve aos cofres da previdência”.

Veja a Nota na integra abaixo.

SINSEP RECORRE A JUSTIÇA PARA OBTER INFORMAÇÕES DO IPMT

Em abril de 2017 o Sindicato dos Servidores Públicos de Timon solicitou informações ao presidente do IPMT e mesmo reiterando não obteve resposta. Não se sabe qual o real motivo do silêncio do presidente, Lázaro Martins. Por esse motivo a assessoria jurídica recorreu à justiça para obter as informações. Com um débito de mais de 80 milhões anistiados pela Lei Municipal 41/2016 aprovada na calada da noite, a Prefeitura entende que não deve aos cofres da previdência.

O Sinsep vai intensificar os requerimentos de toda a documentação contábil ao Presidente do IPMT, Lázaro Martins, para saber a real situação da nossa previdência, mesmo havendo resistência daquela administração. Tão logo a Justiça se pronuncie as medidas cabíveis serão tomadas em conjunto com outros Sindicatos.

A transparência tem sido pouca ao longos dos anos. Sabe-se que o IPMT serve como cabide de empregos que vão de irmão de secretário a irmão de vereadores. Queremos saber o mínimo por enquanto mesmo na resistência de na falta de transparência.

Diretoria de Comunicação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário