Anuncie aqui

segunda-feira, 12 de março de 2018

Câmara de Timon: destaques da sessão desta segunda-feira (12)

Em sessão ordinária desta segunda-feira (12), a Câmara Municipal de Timon aprovou quatro proposições destinadas ao Executivo.  A primeira aprovada, trata-se das Indicações de autoria do vereador Felipe Andrade (PDT), que solicitam à Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura e à Secretaria Municipal de Limpeza, respectivamente, o reparo da Avenida Brasil, no bairro Santo Antônio; e a limpeza de todo o bairro Mateuzinho.

Também foi aprovada a Indicação nº011/2018, de autoria do vereador Celso Tacoani (PCdoB), na qual o parlamentar solicita ao Departamento Municipal de Iluminação Pública (DEMIP) a recuperação e implantação do sistema de iluminação de todos os cemitérios públicos de Timon. Além das indicações, foi aprovado ainda na Ordem do Dia, o Pedido de Providências nº004/2018, de autoria da vereadora professora Socorro (MDB), que cobra medidas em relação à estrada do Povoado Florada, zona rural de Timon, além da construção de uma ponte na estrutura já existente no Riacho Santa Teresa.

 Durante os pronunciamentos na tribuna da Casa, os vereadores Ramon Júnior (PP), Anderson Pêgo e Francisco Torres (MDB) contestaram a matéria do Executivo, que dispõe sobre o parcelamento do solo urbano. Ao justificarem o posicionamento, os parlamentares alegaram inconstitucionalidade no Projeto, que ficou a ser discutido em data ainda a ser definida.

Já a vereadora professora Socorro (MDB) utilizou a tribuna para cobrar a recuperação das estradas que dão acesso à zona rural de Timon, que segundo relatos da parlamentar, encontram-se intrafegáveis.

O vereador José Carlos Assunção (PSB), durante pronunciamento, lamentou a postura de alguns colegas de parlamento, que segundo ele utilizam de práticas perseguidoras para lhe prejudicarem politicamente. Ao propor o real cumprimento do papel regimental, o líder do governo declarou que a verdadeira função do vereador é representar os interesses do povo e as questões políticas devem ser deixadas de lado. 

(Assessoria)

Nenhum comentário:

Postar um comentário