Anuncie aqui

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Timon: vereador quer convocar secretária Dinair Veloso para esclarecer contrato com empresa investigada por fraude

Empresa está sendo investigada pela Justiça Federal do Piauí na Operação Topic que já levou seu proprietário à cadeia mais de uma vez
Vereador Antunes Macedo (PSDB)
O vereador Antunes Macedo (PSDB) afirmou na última segunda-feira, 11, que, por meio da Comissão de Educação e Saúde da Câmara Municipal de Timon, fará a convocação da secretária municipal de Educação de Timon, Dinair Veloso, para que a mesma dê explicações aos vereadores sobre os contratos de transporte escolar de Timon com a empresa de propriedade de Luiz Carlos Magno, que é investigado pela Ministério Público Federal e pela Polícia Federal nos Estados do Piauí e Maranhão, por fraudes em licitações e desvio de recursos federais destinados ao transporte escolar no Estado do Piauí e em prefeituras municipais do Piauí e Maranhão. Essa mesma investigação motivou a Justiça Federal a bloquear mais de R$ 8 milhões do prefeito Luciano Leitoa, atendendo a pedido do Ministério Público Federal e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

“O nome da senhora Lana Mara, que vem a ser esposa do Luiz Carlos Magno, proprietário da empresa que presta o serviço de transporte escolar em Timon, também consta no inquérito do Estado do Piauí. E diga-se de passagem essa senhora era funcionária, não sei se ainda é, da secretaria de Educação do município de Timon, na qual o seu esposo era quem ganhava todas as licitações e prestava o serviço de transporte escolar no município de Timon. E aí vem a pergunta, o homem dono desta empresa está envolvido num mar de lama, tanto no Piauí quanto no Maranhão, e nunca a secretaria de educação no município de Timon rescindiu esse contrato e nem veio a público dar um esclarecimento”, cobrou o vereador.

Antunes Macêdo disse ainda que em conversa com proprietários de veículos que prestam serviço à empresa de Luiz Carlos Magno, ele foi informado que há mais de quatro meses que os pagamentos dos mesmos está atrasado. “Nós vamos convocar a secretária de Educação até esta Casa pra ela dar explicação sobre por que a esposa do Luiz Carlos era comissionada da secretaria de Educação de Timon e por que ela nunca rescindiu os contratos, já que ele está envolvido em crimes de licitação e os contratos do município de Timon com o transporte escolar está em atraso”, afirmou.

O vereador destacou que esta é uma preocupação para toda a população de Timon, que tem na educação a esperança de um futuro melhor para as crianças e jovens do município e que dessa forma também estará convocando entidades públicas competentes, instituições ligadas à educação, as pessoas físicas que fazem o transporte para a empresa vencedora da licitação para que juntos possam esclarecer tudo o que está ocorrendo e possam buscar uma solução. “Tudo aquilo que for denunciado ou pela imprensa ou por algum parlamentar que for da alçada das comissões na qual o Antunes Macêdo faz parte, nós vamos investigar para trazer um esclarecimento para a população, esse é o nosso papel nesta Casa”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário