Anuncie aqui

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Deputados estaduais continuam embates sobre a cidade de Timon

Pelo segundo dia consecutivo, a cidade de Timon esteve no centro das discussões na Assembleia Legislativa. Desta vez, Rafael Leitoa (PDT) e Alexandre Almeida (PTN) fizeram um embate, com provocações de ambas as partes.

Menos de 20 deputados estavam em plenário. Por isso, a Ordem do Dia foi transferida para a sessão de hoje. Apenas um único deputado falou durante todo o Grande Expediente. Rafael Leitoa usou os 30 minutos que lhe foi concedido para falar dos trabalhos feitos pela Prefeitura de Timon e devolver as denúncias apresentadas por Alexandre Almeida na sessão de terça-feira.

Rafael enalteceu o trabalho de Luciano Leitoa à frente da prefeitura, destacando obras que estariam sendo entregues no dia de ontem. “Todo dia, eu tenho que atualizar a agenda. Hoje (ontem), às 16h, o prefeito Luciano Leitoa vai inaugurar mais uma escola climatizada. E o prefeito também vai inaugurar um Complexo Educacional, uma escola reformada, 100% climatizada, com quadra coberta com vestiário e, ao lado, uma creche, funcionando em período integral”, disse, para depois começar a responder os ataques de Alexandre. “Isso causa nervosismo, isso causa espanto, isso causa desespero dos adversários. Porque o dinheiro que Timon recebia era o mesmo. Mas não era aplicado onde deveria ser aplicado”, disparou.

Segundo Leitoa, R$ 3,90 se referia à quantidade de 200 gramas da pasta de alho. “Se multiplicarmos por cinco, que é um quilo, dá os R$ 19,50 da contratação. O item erva-doce, que foi contratado a R$ 22 o quilo, e não a R$ 2,20 o quilo. R$ 2,20 são 100 gramas. Ou seja, vezes 10, dá R$ 22. É uma conta de multiplicar simples e lógica”, provocou.

Alexandre Almeida pediu um aparte, mas o pedido não foi atendido. Buscou o direito de resposta (por ter sido citado pelo deputado Rafael Leitoa) e recebeu o tempo da liderança para falar. Durante cinco minutos, ele defendeu a sua postura parlamentar. Disse que, durante o período em que está na Assembleia Legislativa, conseguiu aprovar e levar projetos importantes para Timon. “Eu não estou aqui pra fazer a política do quanto pior, melhor. Não estou aqui para fazer a política com o fígado, como o tio de Vossa Excelência fazia. Aqui, irei desempenhar o meu mandato de deputado estadual em defesa do povo. Para decepção de sua família, eu estou conseguindo levar o videomonitoramento pra Timon, eu estou conseguindo levar os projetos de esporte, os projetos de cultura, que são importantes. Coisa que o grupo de Vossa Excelência não queria”.

Fonte: O Imparcial

Nenhum comentário:

Postar um comentário