Anuncie aqui

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Vereador Marco Lago relata denúncia sobre o caso Tekynik em Timon

Há pouco minutos o vice-presidente da Câmara de Timon, vereador Marco Lago usou seu Facebook para relatar a denúncia feita por ele nesta segunda-feira, 7, na tribuna da Casa envolvendo um contrato milionário entre a empresa Tekynik e a prefeitura de Timon.

Confira abaixo o relato do vereador:

Nessa semana relatei na Câmara irregularidades no contrato celebrado entre a Prefeitura de Timon e a empresa TekyNik Soluções Tecnológicas Ltda. A empresa em questão foi criada no dia 31 de janeiro de 2013. Os dados estão à disposição em parecer emitido pelo Tribunal de Contas do Estado. O documento comprova que a empresa foi contemplada numa licitação. Veja bem, no processo tem um atestado emitido por um senhor representante de uma empresa que teria sido cliente da TekyNik em 2012. Esse mesmo senhor assinou atestado de prestação de serviços de forma satisfatória pela TekyNik . Mas, como pode, se a empresa só foi criada no ano seguinte?

O parecer é do Tribunal de Contas, não sou eu que estou dizendo. É um documento oficial. Mas, tem mais. Nesse mesmo parecer, diz que o edital da carta-convite em seu item 7.3 exige para a comprovação de qualificação a apresentação desse mesmo atestado que comprove o bom desempenho no ano anterior, o que não pode ter existido, já que a empresa só começou a funcionar, conforme a documentação, em 2013. Mesmo assim, estando incompatível com a possibilidade de participar da licitação foi enviada a carta-convite no dia 5 de fevereiro de 2013 (6 dias após a criação da empresa) solicitando participação no certame.

O relatório ainda diz que houve sobrepreço. Superfaturamento. O valor mensal contratado da TekyNik de link dedicado de internet de 1 mega , no valor de R$1.280,00, apresentam-se acima dos valores de mercado à época da contratação. E um acordo ainda em vigor, determina o valor mensal de R$ 24.089,00 por 50 mega, ficando, portanto o valor de R$ 497, 58 por 1 mega. A conta é bem fácil. Ou seja, o superfaturamento é de 257 por cento. A empresa TekyNik recebeu em 2013 da Prefeitura de Timon o valor de R$ 477.340,00. Em 2014 ultrapassou os R$ 2 milhões. E em 2015 R$ 3.174.876,00. Esses dados estão todos no Portal Brasil Transparência, com esses repasses identificados um a um.

Documentos apresentado pelo vereador Marco Lago no Caso Tekynik

Nenhum comentário:

Postar um comentário