Anuncie aqui

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Aliados aconselham Temer a indicar Moro para o Supremo

       Vaga na corte seria aberta com eventual aposentadoria de Celso de Mello

Considerada uma jogada arriscada por políticos que são alvo da Lava Jato, a indicação do juiz federal Sérgio Moro para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF) é uma ideia que vem ganhando adesão de governadores e ministros.

De acordo com a coluna Radar, da revista Veja, o presidente interino Michel Temer vem sendo aconselhado para indicar Moro, caso tenha direito no futuro a uma nomeação para a Corte Suprema. Ainda de acordo com a coluna, o juiz, que continua recusando em conversas recentes propostas de candidatura, não nega que seu sonho de vida é ser ministro do Supremo.

Um empecilho para a nomeação seria a PEC da Bengala, que estendeu os mandatos no STF ao aumentar a idade limite para aposentadoria compulsória de 70 para 75 anos, mas há uma expectativa de que o ministro Celso de Mello, de 70 anos, antecipe sua aposentadoria. Há um ano, o magistrado lembrou que tem quase 47 anos de trabalhos prestados ao Poder Judiciário.

"A vida é cheia de idas e vindas, não é mesmo? Mas o fato é que estou com quase 47 anos de ininterruptos serviços públicos, desde os meus tempos de promotor de Justiça no Ministério Público de São Paulo.  Eu sempre gostei de trabalhar, sempre trabalhei. Foi o que mais fiz. Gostaria de ter feito mais. Mas, de qualquer maneira, eu ainda não tenho nenhuma decisão e nenhuma definição de ordem pessoal”, disse Celso de Mello. (Jornal do Brasil)

Nenhum comentário:

Postar um comentário