terça-feira, 25 de outubro de 2016

Caxias registrou a maior temperatura do país

Ao contrário do Sul do Brasil que tem registrado muita chuva - o Nordeste do Brasil está sob o domínio de uma forte massa de ar quente e seco que tem provocado muito calor em várias cidades do interior. Os termômetros sobem rápido nestes dias com rápida elevação de temperatura. Para se ter uma ideia, ontem (24), a cidade de Caxias, no leste do Maranhão registrou a maior temperatura do país. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o termômetro marcou 40,2°C.

E vem mais calor por aí! Os próximos dias serão marcados por muito sol, baixa umidade do ar, poluição e registro de focos de fogo em vários estados nordestinos, principalmente pelo interior. Temperaturas acima dos 40°C vão ser facilmente registradas, especialmente em cidades do Maranhão e do Piauí.

A falta de chuva e o ar parado não conseguem dispersar os poluentes. O número de focos de fogo aumenta a cada dia e a fumaça das queimadas prejudica a visibilidade nas estradas. Em algumas localidades no interior do Nordeste, a umidade relativa do ar pode chegar a níveis de atenção e emergência. A população deve se manter informada com a defesa civil de seus estados, mas independentemente de qualquer aviso, a hidratação através da ingestão de muito líquido torna-se importante. Além de uma boa hidratação deve se evitar atividades físicas ao ar livre no período entre 10 e 17h, além de evitar grandes aglomerações.

No decorrer desta quarta-feira (26), todo o interior do Piauí e oeste da Bahia, terão novamente temperaturas muito altas, próximas dos 40ºC, com níveis de umidade do ar muito baixos. Chuvas passageiras e de forma rápida ocorrem no litoral da Bahia, Alagoas, Pernambuco e da Paraíba. A chegada de uma frente fria ao sul da Bahia no próximo fim de semana irá trazer a chuva de volta para áreas do oeste e sul baiano e também do interior do Maranhão e do Piauí, mas as outras áreas permanecem quentes e secas.

Calor continua em Novembro

O calor vai continuar no início de novembro. No Piauí, a população diz que esse calor é o "Br-o-bró". A expressão vem da junção da última sílaba dos meses mais quentes do ano: setembro, outubro, novembro. De acordo com o meteorologista Alexandre Nascimento, o ar quente e seco deixa a maior parte da Região com tempo firme, na maior parte do mês. Algumas frentes frias conseguem chegar ao sul da Bahia e provocam mais chuva do que o normal nesta região e no oeste do Estado. (Portal Terra)

Nenhum comentário:

Postar um comentário