quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Atenção MP! Lagoa do Sambico ou que resta dela pede socorro

Blog do Ribinha - A Lagoa do Sambico ou o que ainda resta dela está sendo novamente degradada e os únicos animais que ainda podiam ser vistos na área de preservação denominada em 2005 através do decreto corre o risco de não abrigar mais nada fauna e flora que existia com abundância e poderiam ser vistas até nos quintais das residências próximas à sua localização.

Localizada numa área urbana da cidade de Timon e margeando o Rio Parnaíba no bairro Guarita, na cabeceira da Ponte João Luis Ferreira (Metálica) que une as cidade de Teresina, Capital do Piauí e Timon, a quarta maior cidade maranhense, a Lagoa do Sambico vive dias de agonia, primeiro pela construção de dois grandes empreendimentos dentro da própria reserva e depois pelo fato de ainda não ter sido iniciado o processo de recuperação e preservação da lagoa, que deveria ser transformada mesmo o concreto armado ao seu lado em cartão postal da cidade, dada à sua importância e sua relevância no aspecto ambiental, são poucas cidades que dispõem de área ambientais naturais em seu perímetro urbano.

Na semana passada foi iniciado um processo de “limpeza” da lagoa. Ao que consta e com indagações feitas pelo blogdoribinha, sem um acompanhamento de técnicos como biólogos e engenheiros ambientais. Somente trabalhadores braçais faziam a limpeza da margem da Lagoa do lado da Avenida Piauí, por onde a lagoa é melhor visualizada.


O blogueiro esteve no local que estava vazio sem a presença de nenhum trabalhador e pode constatar a devastação, pois muitas espécies de plantas foram retiradas e o matagal ficou amontoado dentro do leito da lagoa. Com as primeiras chuvas que ocorreram ontem e hoje pela manhã, o leito da lagoa subiu e se o lixo, que deveria ser retirado, permanecer na área será dentro de poucos dias levado para dentro do leito provocando mais um crime ambiental contra a fauna e flora da Lagoa do Sambico.

No local não existe nenhuma placa informando sobre a “obra de limpeza” da lagoa, que deve estar sendo realizada “à toque de caixa” pela mesma empresa que está construindo um shopping no local.

Uma placa quase ilegível diz: ÁREA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL – LEI MUNICIPAL Nº 1346/05 – ISOLADA POR TEMPO INDETERMINADO – REVITALIZAÇÃO DA LAGOA DO SAMBICO – REALIZAÇÃO: PREFEITURA MUNICIPAL DE TIMON – SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE – MINISTÉRIO PÚBLICO – SAAE – SEMED – APOIO: CERÂMICA BARRO FORTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário