Anuncie aqui

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

“Passei o Ano Novo sem comprar um quilo de carne”, denuncia contratado da prefeitura de Timon

Contratados da gestão Leitoa cobram salários atrasados da Coopmar em Timon
Flagrante: Contratados encontram a sede da Coopmar em Timon fechada
O governo Luciano Leitoa já começa o ano novo de mal com os contratados e marcado por salários atrasados. Isso quem disse foi os próprios funcionários que recebem seus salários através da Coopmar na manhã desta quarta-feira (11) para o Blog Eduardo Rego no momento em que faziam um protesto em frente a sede da empresa que se encontrava fechada.

Um desses funcionários que trabalha como vigia resolveu deixar ser filmado por este blogueiro e rasgou o verbo desabafando sobre sua grave situação salarial. "Passei o Natal liso sem dinheiro para comprar o presente para uma filha minha e passei o Ano Novo sem comprar um quilo de carne e sem tomar nenhum copo de vinho".

"Estou com 20 anos que trabalho na prefeitura e agora botaram por essa fuleragem aqui. Estou recebendo por aqui, sou da Serviços Urbanos, sou vigia. Sou irmão daquele que diz 'vamos a luta rapaz!', aquele que foi candidato a prefeito", lamenta o vigia.

O vigia que resolveu falar com o redator do Blog Eduardo Rego revelou que está cobrando o mês de dezembro, pois o décimo terceiro só recebeu apenas R$ 160,00. "(...) O atraso é esse de dezembro e o décimo eu recebi 160 reais. Tenho bem aqui o extrato pode botar eu ao vivo aí (...) aí botam um cooperativa dessa pra maltratar a gente”.

Atenção MP e vereadores!

Já que a Coopmar se encontra de portas fechadas sem dá as devidas satisfações aos funcionários contratados da prefeitura de Timon e muito menos a gestão Leitoa, cabe agora o Ministério Público e os vereadores que se dizem legítimos representantes do povo entrarem no caso para que essa situação constrangedora seja resolvida.

O Blog vai disponibilizar o vídeo a qualquer momento.

Confira aqui o vídeo com a denúncia do vigia contratado da gestão Leitoa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário