Anuncie aqui

terça-feira, 21 de novembro de 2017

“Ginásio Francisco Carlos Jansen nem foi inaugurado e já está para cair”, alerta vereador Anderson Pêgo

O vereador Anderson Pêgo (PRB) alertou durante seu pronunciamento na manhã de ontem, 20, na Câmara Municipal de Timon, que a obra de Reforma e Ampliação do Ginásio Francisco Carlos Jansen, que foi iniciada pelo Governo Flávio Dino (PC do B) às vésperas do período eleitoral de 2016 e que ainda não foi inaugurada, está com sua estrutura comprometida.

“O Ginásio nem foi inaugurado e está para cair, quem esta dizendo não sou eu não, mas sim a própria secretaria de estado de Infraestrutura, que já gastou R$ 3,6 milhões na construção do ginásio e teve que uma nova licitação de R$ 1,2 milhões com escora. Ou seja, vão colocar escoras num ginásio em que já foram gastos mais de 3,6 milhões. Isso é um absurdo”, denunciou Anderson Pêgo.

O vereador informou ainda que já procurou a secretaria de estado da Infraestrutura para que a mesma disponibilizasse os laudos que atestam a necessidade de escoramento da obra do ginásio, mas a solicitação não foi atendida. Nesse sentido o vereador questiona a necessidade desta segunda licitação para a obra, elevando o valor da reforma para quase R$ 5 milhões. “Será que essa segunda licitação é mesmo necessária, que um ginásio onde já foram gastos mais de 3,6 milhões precisa de mais de 1,2 milhões somente em escora, ou será que é mais uma forma de desviar dinheiro para a campanha, como estão desviando da Saúde?”, questionou.

Anderson Pego afirma ainda que o suplente de deputado estadual Rafael Leitoa (PDT) aparece em várias imagens analisando o projeto da obra do ginásio. “O suplente Rafael Leitoa, que é engenheiro civil, aparece analisando o projeto do ginásio, mas eu me questiono, que engenheiro é esse que analisa um projeto e não vê que ele está errado? Como pode?”. 

Em aparte à fala do vereador Anderson Pego, o vereador Henrique Júnior (PTN) mostra preocupação quanto à paralisação da obra do ginásio e quanto à sua utilização como obra eleitoreira. “Essa é uma obra que estão planejando para inaugurar às vésperas da eleição do ano que vem. Não podemos mais aceitar esse tipo de politicagem, de palanques eleitorais que só nos trazem prejuízos, nós vemos prejuízo na obra inacabada do campo do Cruzeiro, prejuízo no ginásio e em várias creches. Não podemos admitir as farras dos aditivos nestas obras”, destacou o vereador Henrique Júnior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário