Anuncie aqui

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Saúde e educação perdem R$ 472 milhões para campanhas

O fundo eleitoral criado pelo Congresso para custear as campanhas deste ano com recursos públicos levou à perda de R$ 472,3 milhões originalmente destinados pelos parlamentares para educação e saúde, informa Felipe Frazão. 

Levantamento feito pelo Estado aponta que o fundo receberá R$ 121,8 milhões remanejados da Educação e R$ 350,5 milhões da Saúde. O valor corresponde à transferência de dinheiro das emendas de bancadas – que seria destinado a esses setores – para gastos com as campanhas eleitorais deste ano. 

O fundo, aprovado em 4 de outubro do ano passado, é uma alternativa à proibição pelo Supremo das doações empresariais e receberá, no total, R$ 1,75 bilhão. Além das verbas de saúde e educação, R$ 828 milhões foram retirados de áreas como segurança pública, infraestrutura, obras contra a seca e agricultura. Universidades também foram afetadas. A informação completa está em O Estado de São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário