Anuncie aqui

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Vereadora Professora Cláudia Regina cumpre agenda em Brasília e viabiliza recursos para Timon

A vereadora professora Cláudia Regina (PMB) esteve em Brasília, onde cumpriu intensa agenda de compromissos. Dentre as ações, a parlamentar viabilizou questões relacionadas à Mulher, crianças com microcefalia e Saúde Pública.

Uma das visitas feitas pela vereadora foi ao Ministério da Saúde, onde, na oportunidade, buscou informações sobre a saúde de Timon. Segundo informações repassadas à vereadora, Timon recebeu o valor de 420 mil para compra de duas UTIs neonatal e a pediátrica para o Hospital Alarico Pacheco. De acordo com Cláudia, o que precisa ser feito é a agilidade dos gestores em habilitar e fazer as reformulações conforme as portarias.

No tocante ao recurso para as crianças com Microcefalia, o Ministério está disponibilizando recurso para a compra de kits que atendam às crianças com microcefalia. Em resposta após a reunião, foi detectado que o Maranhão precisa agir no tocante ao aumento. Diante disso, ficou agendada para o dia 15 de junho uma reunião com a equipe da PGAS em São Luís, para um debate sobre investimentos na saúde.

Em Audiência com a coordenação da Mulher no Ministério da Saúde, a vereadora Cláudia levantou os seguintes encaminhamentos:

A Rede Cegonha está parada desde 2012, com isso se faz necessário o esforço urgente do poder público no tocante ao Programa da Rede Cegonha em Timon. Na saúde da Mulher, Cláudia também conheceu de perto a Casa do Parto Normal e afirmou que Timon também deveria ser contemplada, além de mais atenção nas habitações, portarias, elaboração dos projetos e sobretudo a parte política junto ao governo federal.
“Como vereadora, tenho ido em busca de conhecer os problemas dos nossos timonenses. Quando cheguei de Brasília, fui dividir algumas angústias com o Promotor Antônio Borges, em uma conversa amistosa que me fez tomar a decisão de convocar, através da comissão de Saúde da Câmara como relatora, o Secretário Márcio, representante do governo e o técnico. Também, na ocasião, falei que Timon nunca habilitou a central do Samu, com isso perdendo recurso e o aumento da frota. Sobre o SAMU, tem 06 propostas inacabadas, o que tem levado à perda de recurso. Nossos municípios precisam da efetivação de políticas públicas de saúde. O secretário nos garantiu que vai acompanhar os prazos e nos dará as respostas dos pleitos. Permanecerei de olho acompanhando tudo”, destacou a vereadora.

Outro lado

O redator do Blog do Eduardo Rego entrou em contato com o secretário de Saúde de Timon, Márcio Sá para falar sobre as questões levantadas pela vereadora Professora Cláudia Regina. Sá disse que há cinco projetos protocolados no Ministério da Saúde esperando resposta.

"O município de Timon tem 5 projetos de redes de Serviço da Saúde protocolados no Ministério, são eles: Rede Psicossocial, Rede Cegonha
Rede de Urgência e Emergência, Rede de Pessoas com Deficiência e Rede de Doenças Crônicas. Acontece que o Ministério não liberou nenhuma, nossos pleitos e projetos todos atualizados. Agora um dos pontos mais importantes seria a realização da PGASS (Programação Geral de Ações e Serviços de Saúde), essa ferramenta pode trazer nosso recurso que está em Caxias e São Luís, e também conseguir recursos novos", explicou Márcio Sá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário