Anuncie aqui

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Em Timon, vereador defende a instalação de CPI para investigar recursos da iluminação pública

Antunes Macedo quer CPI para investigar recursos da iluminação pública de Timon
Ganha força na Câmara de Timon a criação de uma CPI para investigar problemas envolvendo a iluminação pública como também os recursos do Departamento Municipal De Iluminação Pública (Demip). A ideia é do vereador Antunes Macedo (PSDB) que defendeu a investigação no Demip na sessão desta segunda-feira (11), na Câmara Municipal após a fala do colega Ramon Júnior (PP) sobre o caso.

"Mas, as denúncias que Vossa Excelência [Ramon Júnior] faz aqui são grave porque o que temos visto no município é falta de iluminação pública em várias localidades, tanto na zona rural como na urbana e nós gostaríamos de saber quem é que está gerindo esses recursos que são descontados direto nos talões, se está indo direto para o Demip ou alguma secretaria”, disse o vereador Antunes Macedo.

Antunes Macedo enfatizou a criação urgente da CPI do Demip. “Temos que nos mobilizar e recomendo até a criação de uma CPI para investigar mesmo essas denúncias que Vossa Excelência [Ramon Júnior] está trazendo a tona. E nós temos mesmo que investigar se esses recursos de Timon foram empregados em Matões como Vossa Excelência está dizendo aqui e eu como parlamentar sugiro que nós vereadores aprovemos aqui uma CPI para investigar essa situação”, afirmou.

Membros do grupo dos 12 vereadores, o G12, manifestaram apoio publicamente a ideia do vereador Antunes Macedo na criação da CPI do Demip.

CPI do Demip: a denúncia do vereador Ramon Júnior

Ao defender a criação de uma CPI na Câmara Municipal o vereador Antunes Macedo teve por base uma denúncia feita pelo colega de Casa, Ramon Júnior ao falar que "O Demip não tem crise porque vem cobrado na conta de energia de todos os timonenses a taxa de iluminação pública e se a população não pagar a Cemar vem e corta. Não é admissível senhor presidente que os materiais do Demip tipo, lâmpada, fiação, todos os materiais do Demip seja usado na cidade de Matões, sendo utilizados em Picos, isso é lamentável!”. O vereador do PP também falou da compra de um cavalo no valor de R$ 50 mil.

“Ataques”

Presente na sessão o vereador Vavá Schalcher, que é ex-diretor do Demip, se defendeu dizendo que, "Com já era de praxe, eu até estranhei a demora desses ataques que eu sabia que vinha acontecer aqui a minha pessoa".

(Do Blog do Ludwig)

Nenhum comentário:

Postar um comentário