Anuncie aqui

terça-feira, 5 de junho de 2018

Sindicato denuncia situação precária da delegacia regional de Itapecuru-Mirim

Sinpol-MA constata situação precária da delegacia regional de Itapecuru-Mirim
SINPOL-MA - O estado precário em que está a 2ª Delegacia Regional de Itapecuru (MA) reflete a crise que a corporação enfrenta: policiais insatisfeitos. Do outro lado, cidadãos revoltados com o péssimo atendimento. O Sinpol-MA realizou, no último sábado (2), uma blitz na unidade policial.

Na visita, os diretores do sindicato encontraram um prédio imundo, com lodo in natura no pátio, peças de roupas espalhadas no chão, muito entulho, provavelmente, de materiais apreendidos, e várias pessoas tentando registrar um Boletim de Ocorrência.

A casa adaptada foi recentemente entregue, mas não oferece as condições adequadas para atender a sociedade.

O espaço reservado para o registro de B.O não oferece privacidade para as vítimas. O número baixo de efetivo é outro agravante. Os três policiais civis plantonistas recebem apoio de um funcionário administrativo para realizar diligências policiais. O próprio servidor administrativo afirmou que estava tirando o plantão na qualidade de investigador de polícia civil. Na ocasião, o delegado plantonista não se encontrava no prédio da delegacia. Segundo os policiais plantonistas, várias ocorrências policiais foram registradas naquele dia.
Quando o atendimento é precário, toda a população sente os efeitos negativos da falta de contingente. Em vídeo feito no local, o presidente do Sinpol-MA, Elton Neves, conversa com os cidadãos e lamenta o tratamento desrespeitoso do Governo do Estado com a população.

Outro problema constatado é o local onde, de acordo com informações colhidas na unidade, menores apreendidos e mulheres, quando são presos, aguardam para serem chamados para depor. Por falta de estrutura, eles ficam algemados em cadeiras, na garagem da delegacia, sem qualquer outro reforço de segurança, com alta probabilidade de fuga no local. Há, inclusive, relatos de que vários detentos já fugiram da delegacia. A situação de insalubridade também está na cela onde ficam os presos.

O Sinpol-MA produzirá relatório sobre a visita e encaminhará aos órgãos competentes solicitando as providências cabíveis. O objetivo da ação busca a melhoria do trabalho dos policiais civis, e, principalmente, um ambiente digno de atendimento para a sociedade. “A diretoria do Sinpol vai continuar visitando as unidades da capital e também do interior, a fim de verificar a situação das delegacias de polícia e as condições de trabalho dos servidores”, garantiu o presidente do sindicato Elton Neves.

Participou também da Blitz do Sinpol-MA, o diretor administrativo Thelso Bruno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário