Anuncie aqui

sábado, 2 de março de 2019

'Vou provar para você que não sou ladrão', promete Lula ao neto Arthur

Arthur, 7 anos, morreu de miningite na sexta-feira. O ex-presidente Lula acompanhou o velório neste sábado
Correio Braziliense - Impedido de falar com a imprensa ou com simpatizantes que compareceram ao cemitério Jardim da Colina, em São Bernardo do Campo (SP), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva falou apenas entre quatro e cinco minutos durante o velório do neto Arthur Araújo Lula da Silva, que morreu na sexta-feira (1º/3) aos 7 anos, vítima de meningite meningocócica.

Lula se pronunciou na área fechada e reservada à família e amigos para a realização do velório. O deputado Ivan Valente (Psol-SP), que estava presente, contou a jornalistas o conteúdo da fala de Lula. De acordo com o parlamentar, o ex-presidente prometeu ao neto que vai provar que não é ladrão e que, na verdade, ladrões são os que chegaram ao poder depois dele. 

Encontrar a vó no céu

Ainda de acordo com Valente, Lula ficou todo o período ao lado dos familiares e disse também que o neto encontraria no céu a avó e ex-primeira-dama, Marisa Letícia, mulher de Lula, que morreu em 2017. 

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, candidato do PT a presidente no ano passado, disse que Lula está triste "com tudo o que está acontecendo" e afirmou que não se pode subestimar a dor do ex-presidente.

Lula passou cerca de duas horas no cemitério e deixou o local sob gritos e aplausos de uma multidão de simpatizantes. De lá, seguiu para o aeroporto, para ser levado de volta à carceragem da Polícia Federal em Curitiba, onde cumpre pena. Com informações da Agência Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário