Anuncie aqui

terça-feira, 13 de agosto de 2019

“A CGU já disse que esse governo desvia a merenda escolar”, afirma vereador Anderson Pêgo

Vereador faz várias denúncias na tribuna da Câmara de Timon
O vereador Anderson Pêgo (PSDB) usou a tribuna da Câmara municipal de Timon na sessão da última segunda-feira, 12, para destacar relatório da Controladoria Geral da União (CGU), que segundo o parlamentar apontou desvios de recursos e superfaturamento na merenda escolar contratada pela prefeitura de Timon.

O parlamentar destacou que no relatório da CGU há números exorbitantes de alguns itens que seriam usados na merenda escolar. “Estou lendo o relatório da Controladoria Geral da União, que constatou que o prefeito municipal de Timon comprou 20 toneladas de sal, 48 toneladas de abóbora, 48 toneladas de macaxeira e a própria CGU diz que as abóboras estão sendo entregues pela metade e que a macaxeira não está sendo entregue”. 

Anderson Pego ressaltou ainda que um dos documentos da CGU evidencia a não entrega dos produtos da merenda escolar comprados pela prefeitura de Timon. “A diretora assinava dizendo que estava recebendo, a secretária Dinair, assinava dizendo que pagou, mas não era entregue. O que é isso? É um absurdo. E eu não estou vendo a preocupação dos vereadores da base com a merenda escolar, com as crianças. Eles só se preocupam consigo mesmos”, ressaltou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário