Anuncie aqui

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Dinair Veloso é o nome de Luciano Leitoa para 2020 em Timon

Se engana quem pensa que o nome da preferência do prefeito de Timon, Luciano Leitoa (PSB), para a sua sucessão em 2020 seja o do seu primo, o deputado estadual Rafael Leitoa (PDT), pelo menos foi o que revelou uma fonte do alto clero leitoísta ao titular do Blog do Eduardo Rego.

Segundo essa fonte do alto clero leitoísta com quem o titular do Blog do Eduardo Rego conversou sobre a sucessão de Luciano Leitoa a frente da prefeitura de Timon, o nome da secretária de Educação do município, Dinair Veloso é o preferido do chefe do Executivo Municipal para sucedê-lo em 2020.

"A secretária de Educação, Dinair Veloso é o nome da preferido do prefeito Luciano Leitoa para sua sucessão em 2020. O deputado Rafael Leitoa tem a preferência do seu tio, o ex-prefeito Chico Leitoa, além da velha guarda do PDT de Timon", disse a fonte leitoísta.

Ainda segundo a mesma fonte, não está descartado a possibilidade de que o nome escolhido por Luciano Leitoa para sua sucessão seja o do secretário de Saúde de Timon, Márcio Sá, homem de confiança do prefeito, como também o nome do atual vice-prefeito, João Rodolfo (PCdoB), que tem a preferência do governador Flávio Dino.

É aguardar e conferir.

Autoridades devem anunciar medidas para o segundo turno

A nove dias do segundo turno das eleições, as autoridades preparam para hoje (19) anúncios sobre as prioridades para as votações no dia 28. O alerta ocorre no momento em que os candidatos à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) trocam acusações sobre a existência de empresários que financiaram um esquema de disseminação de notícias falsas anti-PT.

À tarde haverá uma entrevista coletiva da qual participarão a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Rosa Weber; os ministros Raul Jungmann (Segurança Pública) e Sérgio Etchegoyen (Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República), a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, a advogada-geral da União, Grace Mendonça, e o diretor-geral da Polícia Federal, Rogério Galloro.

A expectativa é de que sejam anunciadas as medidas institucionais adotadas em decorrência de questionamentos levantados no primeiro turno. Nas últimas horas, PT, PSL, PSOL e PDT se manifestaram sobre a divulgação e os impactos de fake news. Recorreram à Justiça eleitoral o PT e PSOL, enquanto os outros dois partidos também anunciaram que vão ingressar com ações.

Advertência

Ontem (18) Raquel Dodge advertiu sobre os riscos da disseminação de conteúdo falso. “O eleitor é o ator principal. Ele tudo pode, mas nem tudo convém. As fake news não convêm ao eleitor nem à democracia", afirmou. “É preciso também que não haja abuso, não haja ilícito no modo como as pessoas se expressam, no modo como elas convencem os vizinhos e eleitores.”

A advertência ocorreu durante a reunião em que o combate à divulgação de notícias falsas nas redes sociais foi o tema principal. Participaram procuradores eleitorais e os advogados das campanhas de Bolsonaro e Haddad, além do ministro Edson Fachin, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.

Fair Play

Na reunião, Fachin  defendeu que os candidatos “joguem limpo” durante a campanha eleitoral. O TSE renova a conclamação feita aos representantes dos candidatos e a estende a todos. Pratiquemos o fair play [jogo limpo] que significa cumprir e fazer cumprir as regras do jogo”, disse.

Na tentativa de buscar soluções, Jungmann lembrou que a parceria com o TSE criou um sistema para dar mais agilidade às denúncias sobre suspeitas de irregularidades no processo de votação. No primeiro turno, vários vídeos falsos foram divulgados contra a credibilidade da urna eletrônica.

“Qualquer cidadão terá sua crítica registrada, investigada e apurada para termos a certeza de que o resultado do pleito venha traduzir a vontade democrática do povo brasileiro.”

(Agência Brasil)

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Timon: Secretaria Municipal de Saúde apresentou relatório referente ao primeiro quadrimestre de 2018

Fazendo o elo entre a população e as ações do Poder Executivo, a Câmara Municipal de Timon realizou nesta quinta-feira (18.10) uma Audiência Pública, com apoio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMS), para apresentar à cidade o relatório das atividades da SEMS no primeiro quadrimestre de 2018. O momento foi oportuno para parlamentares e membros da sociedade civil retirarem dúvidas e apresentarem propostas.

Os investimentos foram pontualmente exibidos pela equipe da secretaria e cada parlamentar recebeu um exemplar do relatório apresentado. Certo do trabalho que vem desenvolvendo o secretário de saúde, Márcio Sá, destacou: “Todos os programas do Governo Federal em Timon, para funcionar, precisam de uma grande contrapartida da Prefeitura. Estamos cumprindo nosso papel, sempre respeitando a Lei Complementar Nº 141. Mesmo diante de muitas dificuldades financeiras, podemos chegar ao Ministério da Saúde e prestar contas de 19 reformas e ampliações e de 18 construções de novas Unidades Básicas de Saúde em Timon. Para termos ideias, no Maranhão existem 172 UBS abandonadas e Timon cumpriu as metas estabelecidas superando inclusive a capital São Luís. Muita coisa ainda precisa ser resolvida, mas assumimos nosso compromisso como gestor”, comentou.

A Vereadora Socorro Waquim reiterou o compromisso do Legislativo para com os timonenses. “Sempre digo que essa casa funciona como uma caixa de ressonância para a voz dos moradores, pois nós somos os primeiros que eles procuram para sanar as mais variadas questões. Estamos à disposição da Secretaria Municipal de Saúde para ajudar naquilo que for benéfico a população”. A presença e participação dos moradores tornou o momento democrático, pois alguns levantaram questões relevantes à equipe do Governo Municipal. Visando o consenso entre os presentes, o diálogo se estendeu e todas as explanações foram apresentadas e respondidas.

(Assecom/CMT)

PF deflagra ação que investiga desvio de recursos na área da saúde no MA

A ação foi realizada em São Luís (MA), Imperatriz (MA), Parauapebas (PA), Palmas, Brasília e Goiânia
A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (18/10) duas fases da Operação Sermão aos Peixes, que investigam desvios de recursos públicos na área da saúde no estado do Maranhão e ocultação de bens adquiridos. Ao todo, estão sendo cumpridos 19 mandados de busca e apreensão, oito mandatos de prisão temporária e um mandado de prisão preventiva, todos expedidos pela 1ª Vara Criminal Federal da Seção Jurídica do estado.

A corporação determinou o bloqueio judicial e sequestro de bens em um valor que supera R$ 15 milhões. A ação foi realizada em São Luís (MA), Imperatriz (MA), Parauapebas (PA), Palmas, Brasília e Goiânia.

Uma das fases da Operação Sermão aos Peixes, a Operação Peixe de Tobias coletou indícios de que cerca de R$ 2 milhões destinados ao sistema de saúde do Maranhão, entre 2011 e 2013, teriam sido desviados para uma empresa sediada na cidade de Imperatriz.

Já na Operação Abscondito II, a PF apura o vazamento da 1ª ação da Operação Sermão aos Peixes. A suspeita é de que membros da organização criminosa investigada atuaram para cooptar servidores públicos e obter informações privilegiadas sobre a investigação. A corporação acredita que existam indicativos no sentido da destruição e ocultação de provas.

Além disso, um dos investigados teria transferido os próprios bens para terceiros, para impedir que fosse decretada a perda de tais bens. O ato viola medidas cautelares impostas pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). 

Os investigados podem responder pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa, dentre outros. Os presos serão encaminhados ao sistema penitenciário estadual.

Operações  

Os nomes escolhidos para estas fases são uma referência a trechos do Sermão do Padre Antônio Vieira (1654), que ficou conhecido como o “Sermão aos Peixes”, no qual o Padre utiliza vários peixes como símbolos dos vícios e corrupção da sociedade. O fel do Peixe de Tobias, apesar de amargo, teria a capacidade de curar a cegueira dos ouvintes.

No contexto da investigação, o Peixe de Tobias busca revelar parte da trama delitiva que envolveu o desvio de recursos públicos.

Já o nome Abscondito II, continuidade da Operação Abscondito, deflagrada em outubro de 2016, remonta a um trecho do Sermão segundo o qual alguns peixes, quanto maiores, mais se escondem. Trata-se de uma referência aos atos de ocultação de provas e de patrimônio a partir da tentativa de dissimulação e ocultação dos bens adquiridos com valores desviados do sistema de saúde estadual. As informações são do Correio Braziliense.

Em vídeo direcionado aos timonenses, André Fufuca agradece votação recebida na cidade

O reeleito deputado federal André Fufuca (PP), divulgou em suas redes sociais um vídeo  em que agradece a votação recebida no município de Timon.

Obtendo 2560 votos na cidade, o parlamentar, que contou com o apoio do vereador Ramon Júnior e da família R.A, reafirmou o seu compromisso com o município e já adiantou que brevemente destinará recursos para demandas locais.  

Confira na íntegra o vídeo:

                                                      

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Câmara de Timon quer debater sobre o acesso dos jovens às drogas na zona rural

Buscando levar os trabalhos realizados pela Câmara Municipal, a favor dos moradores, às regiões mais afastadas do centro urbano de Timon, os vereadores aprovaram nesta quarta-feira (17.10) o Requerimento Nº 020/2018 que sugere ao Poder Executivo a realização de uma Audiência Pública no Povoado Perdido. A ideia do Legislativo é debater sobre o combate às drogas por meio do Esporte, Saúde e Educação.

Além das secretarias municipais, o Vereador Torres, autor do requerimento, propõe a participação de outras entidades públicas, tais como: Promotoria de Justiça, Juizados, Delegacia de Entorpecentes, Defensoria Públicas e a presença da sociedade civil organizada. Vale ressaltar que a participação dos moradores do Povoado Perdido e regiões vizinhas é muito importante para o combate dessa problemática mundial: o acesso dos jovens às drogas ilícitas.

Na cidade, o Centro de Atenção Psicossocial  Álcool e Drogas desenvolve ações gratuitas voltadas às pessoas com problemas de saúde. O Centro está à disposição da população na Av. Benedito Ferreira Campos, Bairro Parque Alvorada.

(Assecom/CMT)

Recepcionada por multidão em aeroporto, Maura Jorge é consagrada legítima representante de Bolsonaro no Maranhão

Na tarde desta terça-feira (16), a ex-prefeita e candidata ao governo do Maranhão, Maura Jorge (PSL),foi recepcionada por centenas de pessoas no aeroporto Marechal Cunha Machado, em São Luís. Após uma intensa agenda de compromissos com o presidenciável Bolsonaro, Maura Jorge, a única candidata a governo apoiada por Bolsonaro no Brasil, retornou para definir os próximos passos da campanha neste  segundo turno. 

Após o desembarque, a representante de Bolsonaro concedeu entrevistas a rádios e emissoras de TV, além de proferir um discurso onde reafirmou que o povo brasileiro é o principal representante de Bolsonaro. 

Em seguida, Maura seguiu em carreata com militantes do time 17 percorrendo vários bairros da capital maranhense.

Assista o vídeo abaixo.

                                                      

terça-feira, 16 de outubro de 2018

Em ato do PT, irmão de Ciro diz que partido vai perder "feio" a eleição

O irmão do candidato derrotado a presidente Ciro Gomes (PDT) e senador recém-eleito pelo Ceará, Cid Gomes (PDT), discutiu com manifestantes durante ato de lançamento da campanha de Fernando Haddad (PT), em Fortaleza, na noite desta segunda-feira (15). Ele disse que o PT vai "perder feio a eleição", e que isso é merecido pelos erros cometidos pelo partido à frente da Presidência.

"Tem que fazer um mea-culpa, tem pedir desculpa, ter humildade e reconhecer que fizeram muita besteira, é assim", disse, sendo xingado por um dos participantes.

"Pois tu vai perder a eleição, não admite o mea-culpa. Os erros que cometeram é para perder a eleição (...) porque fizeram muita besteira, porque aparelharam as repartições públicas, porque acharam que eram dono de um país, e o Brasil não aceita ter dono, é um país democrático", afirmou, sob vaias do público.

Antes de se irritar com os militantes presentes ao hotel de luxo, Cid chegou a falar ao público e foi bastante aplaudido ao elogiar Haddad e dizer que vota nele "com muito prazer." O problema do irmão de Ciro Gomes com a plateia ceçou a ocorrer quando ele cobrou um pedido de desculpas do partido e reconhecimento pelos erros cometidos na Presidência. Cid Gomes foi convidado para ser o primeiro a falar, mas acabou se irritando e "culpou" o PT pelo sucesso de Jair Bolsonaro.

"Quem criou Bolsonaro foram essas figuras, que se acham donos da verdade, que acham que podem fazer tudo, que acham que os fins justificam os meios. Muito bem, eu me calo numa boa. Não sei porque me pediram para falar antes", disse.

Após essa fala, a plateia puxou o tradicional grito de olê, olê, ole, olá, Lula, Lula. Nesse momento, Cid voltou a atacar um dos participantes do ato. "O Lula tá preso, babaca. E vai fazer o quê? Babaca, babaca! Isso é o PT, e o PT desse jeito merece perder, só pra rimar. É esse sentimento que vai perder a eleição", concluiu. As informações são do UOL.

Assista o vídeo abaixo.