Anuncie aqui

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Timon: Crise política se instala no governo Leitoa

Enorme crise política se instala no governo Leitoa com o retorno inesperado do vereador Raimundo da Ração à Câmara de Timon
Vereador Raimundo da Ração (SD)  (Foto: Aristeu Carvalho)
O pedido de retorno a Câmara de Timon do vereador Raimundo da Ração (SD), protocolado nesta segunda-feira (26), provocou uma enorme crise política no governo do prefeito Luciano Leitoa. A volta do vereador Raimundo da Ração a Câmara de Timon, havia sido antecipado pelo Blog do Eduardo Rego na coluna "Aconteceu, Virou Notícia" no dia 3 de junho (Reveja). Com o retorno de Raimundo da Ração, o suplente Tiago Carvalho (SD) deixa a Câmara. 

A decisão do vereador Raimundo da Ração de retornar a Câmara de Timon antes do previsto, pegou todo grupo Leitoa de surpresa e caiu como uma bomba na classe política da cidade. Segundo informações colhidas de pessoas próximas do vereador, ele não andava nada satisfeito com o tratamento que vinha recebendo do grupo Leitoa, além de está a frente de uma secretaria de pouca expressão.

No dia 2 de agosto os trabalhos da Câmara Timon retornam e cresce a expectativa de como vai ser o comportamento do vereador Raimundo da Ração após sua decisão de antecipar seu retorno. Raimundo da Ração enquanto esteve exercendo o cargo se mostrou um vereador independente que não se furtava de fazer críticas a gestão Leitoa. Alguns que conhecem o vereador mais de perto não duvidam que ele possa desembarcar de vez na oposição. 

A base governista na Câmara de Timon tem 14 vereadores, limite que o governo precisa para aprovar matérias de 2/3. Se Raimundo sair da base aliada na Câmara, o governo terá que negociar com oposição para aprovar projetos de seu interesse. Fontes do Blog do Eduardo Rego relataram que até domingo muitas reuniões serão feitas para solucionar a crise instalada com o retorno de Raimundo da Ração à Câmara de Timon. É aguardar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário