Anuncie aqui

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Câmara de Timon realiza Sessão Solene em alusão ao Outubro Rosa

Câmara Municipal de Timon - Plenário Deputado José Ribamar Elouf
A Câmara de Vereadores de Timon realizou, na manhã desta terça-feira (3), uma Sessão Solene em alusão ao Outubro Rosa, campanha de prevenção ao Câncer de Mama. A solenidade foi requerida pela vereadora professora Cláudia Regina (PMB), que presidiu a sessão, e teve como objetivo estimular e conscientizar sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama, preservando a integridade e a saúde da mulher. 

Estiveram presentes o secretário municipal de Saúde, Márcio Sá; a diretora do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM), Maria José; os vereadores Uilma Resende (PDT), José Carlos Assunção (PSB), Anderson Pêgo (PRB), Henrique Júnior (Podemos), Neto Peças (PSB), Ivan do Saborear (PTB) e Raimundo da Ração (SD), além de representantes da sociedade civil, médicos mastologistas, ginecologistas, obstetras e órgãos defensores da causa. 

Na mensagem de abertura do evento, a vereadora professora Cláudia reforçou que a prevenção, a conscientização da importância do autoexame e os esclarecimentos que o ‘Outubro Rosa’ massifica são essenciais para que cada vez mais mulheres possam ter qualidade de vida. Em continuidade, o secretário municipal de saúde fez referência às ações que estão sendo desenvolvidas em defesa da causa e, na ocasião, garantiu mais investimentos para o CAISM.

Representando a sociedade civil, a jovem Jucilene Sena emocionou a todos os presentes ao relatar sua experiência no enfrentamento contra o câncer, temática que também pautou os discursos dos vereadores Henrique Júnior e Neto Peças, que destacaram casos de familiares que também venceram a enfermidade. Já o mastologista Breno Ponte, falou sobre tratamentos e procedimentos que auxiliam no combate ao câncer de mama. Na oportunidade, ele também tirou dúvidas sobre  prevenção e conscientizou as mulheres presentes a fazerem o autoexame e a procurarem um médico especialista em caso de qualquer anormalidade, como mudança do formato das mamas, dor, secreção, vermelhidão, etc. 

O câncer de mama é uma das principais causas de morte em mulheres no país. Quando diagnosticado e tratado ainda em fase inicial, as chances de cura chegam a até 95%. Apesar de a mamografia ser indicada apenas a partir dos 40 anos, a mulher deve procurar, regularmente, atendimento médico para a prevenção e diagnóstico precoce da doença. (Asecom/CMT)

Nenhum comentário:

Postar um comentário