Anuncie aqui

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

“Prefeito de Timon deve satisfação à população pelo caos que se instalou no município”, afirma Alexandre Almeida

Deputado estadual Alexandre Almeida (PSD)
O deputado estadual Alexandre Almeida (PSD-MA) participou hoje do programa Bancada Piauí, da TV Antena 10, onde cobrou o governador do Estado do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) pela conclusão e entrega das obras da reforma do Hospital Alarico Nunes Pacheco, do presídio no povoado Maracujá e da Escola de Ensino Médio no Novo Tempo. Alexandre também questionou que as emendas parlamentares destinadas por ele à Timon não tenham sido liberadas pelo governador. 

“Este ano destinei R$ 300 mil para a construção de um posto policial no Conjunto Novo Tempo, em Timon, mas estamos fechando o ano e o governador ainda não se manifestou sobre isso, prejudicando toda a população que reside naquela região. Além disso, no ano passado destinei R$ 900 mil para a aquisição de novas viaturas para a Polícia Militar em Timon e da mesma forma o governador ignorou”, lamenta.

Alexandre Almeida criticou a forma com que o governador Flávio Dino está conduzindo o governo e falou que há barganha para deputados aprovarem emendas. “Ele está politizando e barganhando para que os deputados tenham suas emendas empenhadas. Aquele governador que chegou com o discurso da mudança, de que iria melhorar a saúde, a segurança, não existe mais, ele está fazendo igual ou pior do que os outros. A verdade é que o governo está muito aquém do que o município de Timon esperava”, acrescenta.

Ao ser questionado sobre o governo municipal em Timon, Alexandre Almeida afirmou que o prefeito Luciano Leitoa (PSB) está devendo uma satisfação à população e que para esconder o caos administrativo e político em que a prefeitura está o grupo ligado ao prefeito vive de espalhar mentiras na cidade e nas redes sociais.

“O prefeito é tão sumido que quem fala pela prefeitura é o primo dele. O prefeito deve uma satisfação à população de Timon. Ele tem que explicar o porquê de os servidores municipais só terem recebido metade dos seus vencimentos no mês passado, enquanto que a prefeitura renovou um contrato milionário de publicidade. Além do verdadeiro esquema que é o lixão em Timon e o contrato com a empresa Teknik que é questionado pelo TCE”, pontuou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário