Anuncie aqui

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Deputado denuncia à PGJ possíveis irregularidades em concurso da Polícia Militar do Maranhão

Wellington do Curso diz que houve cinco situações que comprovam que houve irregularidades no certame para Polícia Militar; realização de prova no Piauí é uma delas
O Estado - O deputado estadual Wellington do Curso (PP) denunciou na Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) o governo do estado devido ao concurso para a Polícia Militar. Segundo o parlamentar, houve irregularidades que invalidam o certame.

Pela denúncia de Wellington, cinco situações demonstram irregularidades no concurso público.

A realização da prova no estado do Piauí sem previsão em edital, falta de fiscalização na realização da prova, falta de divulgação do gabarito oficial e ainda a possibilidade de fraude – já que dois candidatos foram detidos acusados de receber respostas do certame – são algumas das irregularidades apontadas na denúncia do deputado.

“É muito fácil dizer que A ou B foi aprovado, quando não se tem gabarito oficial e, muito menos, o julgamento dos recursos. Esperamos que o órgão competente adote as devidas providências quanto a isso, levando como exemplo concursos de outros estados que, com bem menos irregularidades, foram anulados, a exemplo do concurso da Polícia Militar do Piauí realizado em abril e anulado maio de 2017”, disse.

A denúncia de Wellington do Curso foi feita após reclamações de candidatos – alguns chegaram a registrar boletim de ocorrência – do concurso.

O deputado diz agora aguardar as medidas que o Ministério Público Estadual irá tomar para evitar prejuízos aos concorrentes do concurso da PM.

Resultado – O resultado do concurso da Polícia Militar saiu no último dia 9 de janeiro. Foram convocados os candidatos aprovados na prova objetiva para entregar exames médicos e odontológicos.

Atualizada 9:07 hs 19/01/2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário