Anuncie aqui

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Timon: Secretaria Municipal de Saúde apresentou relatório referente ao primeiro quadrimestre de 2018

Fazendo o elo entre a população e as ações do Poder Executivo, a Câmara Municipal de Timon realizou nesta quinta-feira (18.10) uma Audiência Pública, com apoio da Secretaria Municipal de Saúde (SEMS), para apresentar à cidade o relatório das atividades da SEMS no primeiro quadrimestre de 2018. O momento foi oportuno para parlamentares e membros da sociedade civil retirarem dúvidas e apresentarem propostas.

Os investimentos foram pontualmente exibidos pela equipe da secretaria e cada parlamentar recebeu um exemplar do relatório apresentado. Certo do trabalho que vem desenvolvendo o secretário de saúde, Márcio Sá, destacou: “Todos os programas do Governo Federal em Timon, para funcionar, precisam de uma grande contrapartida da Prefeitura. Estamos cumprindo nosso papel, sempre respeitando a Lei Complementar Nº 141. Mesmo diante de muitas dificuldades financeiras, podemos chegar ao Ministério da Saúde e prestar contas de 19 reformas e ampliações e de 18 construções de novas Unidades Básicas de Saúde em Timon. Para termos ideias, no Maranhão existem 172 UBS abandonadas e Timon cumpriu as metas estabelecidas superando inclusive a capital São Luís. Muita coisa ainda precisa ser resolvida, mas assumimos nosso compromisso como gestor”, comentou.

A Vereadora Socorro Waquim reiterou o compromisso do Legislativo para com os timonenses. “Sempre digo que essa casa funciona como uma caixa de ressonância para a voz dos moradores, pois nós somos os primeiros que eles procuram para sanar as mais variadas questões. Estamos à disposição da Secretaria Municipal de Saúde para ajudar naquilo que for benéfico a população”. A presença e participação dos moradores tornou o momento democrático, pois alguns levantaram questões relevantes à equipe do Governo Municipal. Visando o consenso entre os presentes, o diálogo se estendeu e todas as explanações foram apresentadas e respondidas.

(Assecom/CMT)

Nenhum comentário:

Postar um comentário