Anuncie aqui

domingo, 27 de janeiro de 2019

Com risco de novo rompimento, 24 mil pessoas estão sendo evacuadas em Brumadinho

Equipes de resgate do Corpo de Bombeiros interromperam buscas para evacuação; sirenes de alerta foram acionadas por volta das 5h30, assista
Área do rompimento da barragem em Brumadinho, Região Metropolitana de Belo Horizonte
Sirenes de alerta para um possível novo rompimento de barragem foram acionadas, em Brumadinho, por volta das 5h30 deste domingo (27). O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais e a mineradora Vale, responsável pelas barragens da região, confirmaram o sinal.

Em comunicado oficial, a Vale informou que as sirenes foram acionadas depois que um aumento dos níveis de água na barragem VI, que faz parte do complexo de Brumadinho , foi identificado.

"A Vale informa que, por volta das 5h30 deste domingo, acionou as sirenes de alerta na região da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), ao detectar aumento dos níveis de água nos instrumentos que monitoram a barragem VI. Esta barragem faz parte do complexo de Brumadinho", diz a nota.

De acordo com a mineradora, a população local está sendo enviada para locais seguros. "As autoridades foram avisadas e, como medida preventiva, a comunidade da região está sendo deslocada para os pontos de encontro determinados previamente pelo Plano de Emergência. A Vale continuará monitorando a situação, juntamente com a Defesa Civil."

Confira o o momento em que as sirenes de emergência foram acionadas. "Evacuação de emergência", diz o vídeo. "Procure o local mais alto da cidade":
Segundo a corporação local, as buscas por vítimas da tragédia foram interrompidas temporariamente. No momento, a prioridade é retirar, em segurança, a população da nova área de risco. 

De acordo com o tentente Pedro Aihara, do Corpo de Bombeiros local, as principais regiões afetadas pelo novo risco de rompimento da barragem são Pires, Centro, Parque da Cachoeira (junto de Tejuco e Córrego do Feijão) e Progresso. Cerca de 24 mil pessoas devem ser retiradas dessas localidades.

Ele também afirmou que os moradores devem se dirigir para a Igreja Matriz, Delegacia e o Morro do Querosene, locais considerados seguros mesmo caso haja rompimento. "As áreas para onde as comunidades estão sendo levadas são as áreas previstas no plano de ação de emergência da barragem. O Corpo de Bombeiros permanece com todas as aeronaves de prontidão, para se for necessário deslocar equipes ou mesmo realizar ações de resgate e salvamento", disse.

Até o momento, a corporação confirmou 37 mortos e 256 desaparecidos . 192 pessoas foram resgatas com vida.

Barragens que oferecem risco devem passar por nova vistoria, diz ministro
Na noite de sábado (26), o ministro da Segurança Institucional, Augusto Heleno, disse que o Conselho Ministerial de Supervisão de Respostas a Desastres, que acompanha a situação de Brumadinho , concluiu que é “importante e urgente” que barragens que oferecem risco sejam novamente revistadas. “Existe uma qualificação de risco, de acordo com a qual podemos fazer escalonamento dessa nova vistoria. Os ministérios especializados no assunto também têm intenção de revisar o protocolo de licenciamento de barragens”, afirmou.

(Fonte: IG)

Nenhum comentário:

Postar um comentário