Anuncie aqui

quinta-feira, 30 de maio de 2019

Câmara realiza audiência pública para apresentação das metas fiscais do 1º quadrimestre de 2019

A Câmara Municipal de Timon realizou na manhã desta quinta-feira, 30, uma audiência pública onde o Poder Executivo Municipal apresentou as metas fiscais do primeiro quadrimestre de 2019 aos parlamentares. O secretário municipal de Administração e Gestão de Pessoal, Raimundo Alves Lima, explanou aos parlamentares presentes os dados financeiros consolidados destes primeiros quatro meses de 2019 do governo municipal.

A audiência foi conduzida pelo presidente da Comissão de Orçamento, Finanças, Obras Públicas, Planejamento e Patrimônio Municipal, vereador Henrique Júnior, contado ainda com a presença da secretária da Comissão, vereadora Socorro Waquim. Estiveram presentes ainda os vereadores José Carlos Assunção, Jair Mayner, Ivan do Saborear e Helder Kaic.

O secretário Raimundo Lima expôs aos parlamentares uma série de planilhas com os números sobre arrecadação e transferências constitucionais, além de dados específicos de receitas e despesas em diversos setores específicos, como saúde, educação, previdência, entre outros. O secretário avaliou a reunião como “muito valiosa”. “Nós fizemos aqui todos os esclarecimentos que eles apresentaram e no final, foi muito boa, eu acredito que deixamos bem claro pra todos os vereadores presentes quais foram as metas alcançadas pelo município de Timon no primeiro quadrimestre de 2019”, afirmou o secretário.

O vereador Henrique Júnior, que presidiu a audiência, destacou o papel constitucional da Câmara em acompanhar os dados das metas fiscais do Poder Legislativo e avaliou o encontro como positivo. “Nós temos que, como presidente da Comissão, ouvir o governo, dar a oportunidade para que os vereadores possam fazer perguntas e contribuir também com sugestões. Acredito que a audiência foi muito produtiva, nós tivemos a oportunidade de conversar e creio que o secretário deve ter ouvido e vai levar as sugestões dos vereadores para que possa colocar também em prática”.

Os vereadores presentes à audiência se mostraram preocupados com um aporte maior de recursos ao município oriundos de arrecadação própria, por meio do IPTU ou REFIS. “O que me deixa mais intrigado é a arrecadação do IPTU no nosso município, que é muito baixa”, apontou o vereador José Carlos Assunção. A vereadora Socorro Waquim destacou a importância do REFIS para melhorar a arrecadação do município e fez uma sugestão ao projeto que está tramitando na Casa e que logo será votado. “É inegável que temos que melhorar nossa arrecadação, por isso irei apresentar uma proposta de emenda ao projeto do REFIS que abre a possibilidade de o contribuinte pagar um valor de entrada ao firmar o parcelamento. Facilitando para o contribuinte e colaborando com a arrecadação municipal”, acrescentou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário