Anuncie aqui

terça-feira, 31 de julho de 2018 às 19:55

Convenção confirma candidatura de Professora Cláudia Regina

PMB confirma candidatura de Professora Cláudia à deputada federal
A presidente do Partido da Mulher Brasileira (PMB) de Timon, vereadora Professora Cláudia Regina, participou na manhã deste domingo (29), da convenção partidária que oficializou sua candidatura rumo a Câmara Federal. O clima era de muita festa no evento que aconteceu no Espaço Renascença na capital São Luís.

A vereadora Professora Cláudia tem se destacado na Câmara Municipal de Timon principalmente na defesa dos diretos das mulheres timonenses. Uma conquista importante recentemente da vereadora foi a garantia da sede própria da Delegacia da Mulher de Timon, separada do complexo de segurança.

“Não existe desejo pessoal ou projeto pessoal. Como deputada federal posso contribuir muito mais para o crescimento e desenvolvimento não só de Timon, mas de todo o Maranhão", destacou Professora Cláudia.

Deu na Coluna Expresso: DEM e MST juntos? Sim, no Maranhão

Partido e movimento estarão no palanque do governador do PC do B, Flávio Dino
DEM e o Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) juntos nas eleições? Sim. Acontecerá no Maranhão. No final de semana houve uma prévia dessa união. O deputado federal Juscelino Filho (DEM-MA) estava próximo do coordenador nacional do MST, João Paulo, durante a convenção do PC do B que confirmou a candidatura de Flávio Dino em sua tentativa de reeleição.

(Coluna Expresso)

MDB realiza convenção e homologa candidatura de Socorro Waquim

Convenção confirma candidatura de Socorro Waquim à deputada estadual
Aconteceu na manhã do último domingo (29), a Convenção Estadual do MDB do Maranhão, em São Luís. Em meio a aplausos, sorrisos, no calor da emoção, suor e alegria, os candidatos se misturaram ao povo.

Com um discurso aplaudido, Roseana Sarney ainda cantou o seu jingle de campanha junto com a cantora Alcione. Outro nome bastante aplaudido foi o da vereadora de Timon, Professora Socorro, que oficializou sua candidatura para Deputada Estadual.

Em seu discurso, a candidata Professora Socorro firmou sua parceria com Edilázio Júnior e se colocou à disposição de todo o povo do Maranhão.

Grandes nomes da política maranhense lançaram suas candidaturas. Sarney Filho e Edison Lobão disputam vaga ao senado. Edilázio Júnior (PSD) também lançou sua candidatura a Deputado Federal.

Nomes de prestígio da política nacional como o ex-presidente José Sarney, o senador João Alberto, entre outros, lançaram oficialmente a chapa do MDB.

A palavra de ordem do MDB é experiência. O partido se dispõe a usar o conhecimento de gestão pública acumulado ao longo dos anos para fazer um Maranhão voltar a crescer e proporcionar a população uma vida melhor.

segunda-feira, 30 de julho de 2018 às 12:25

"Não sou político, sou uma pessoa do povo que está na política", declara Antunes Macêdo

A noite do último sábado, 28, registrou mais uma grande reunião do vereador e pré-candidato a deputado estadual Antunes Macêdo (PSDB) no município de Timon. Dessa vez, a reunião foi realizada no Club Mania, na avenida Tiúba. O espaço ficou lotado com a presença de populares e lideranças políticas timonenses que reforçaram o apoio à sua pré-candidatura. Antunes destacou que a sua trajetória política nasceu no seio da comunidade, nas bases populares e declarou que "não sou político, mas uma pessoa do povo que está na política".

Os vereadores Adão da Ceasa, Anderson Pêgo e o suplentes de vereadores Edson Lima, Zé Lima Taxista e Marineth  Rosário destacaram a dedicação à jornada de Antunes Macêdo rumo à Assembleia Legislativa. "Antunes é hoje o nome que une todo o nosso grupo. O diferencial do nosso grupo político é que todos têm oportunidades e hoje todos nos unimos em torno do nome do Antunes Macêdo, que acreditamos ser o melhor nome para representar Timon na Assembleia", disse Adão da Ceasa. Já o vereador Anderson Pêgo afirmou que "além de ser o melhor canidato Antunes precisa de apenas 18 mil votos dentro da sua coligação para de eleger é a candidatura mais viável dentre os candidatos que se apresentam em Timon".

Antunes Macêdo agradeceu a grande presença popular e ressaltou que a cada dia recebe mais demonstrações de carinho por onde passa. "Temos caminhado bastante e me surpreendi com a receptividade que estamos tendo, que aumenta a cada visita, a cada conversa, a cada reunião. Isso mostra que a população está cansada da velha política, de políticos profissionais, que fazem da política a sua profissão. Temos que fazer a política com um único objetivo, que é o de melhorar a vida da população", afirmou.

No discurso, Antunes Macêdo criticou aquilo que considera um dos principais problemas enfrentados pela população timonense: o caos no sistema público de saúde. "A saúde pública em Timon está falida. Há um caos nas unidades básicas de saúde. Quando um timonense adoece e precisa de uma cirurgia, corre para Teresina, porque o município e o Estado não conseguem oferecer um serviço eficiente".

Cofres cheios: Prefeituras recebem mais de R$ 2 bilhões de FPM nesta segunda-feira (30)

Municípios recebem nesta segunda-feira, 30, terceiro repasse do FPM
Será creditado nesta segunda-feira, 30 de julho o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao 3º decêndio deste mês. O valor da transferência é de R$ 2.019.238.625,49, já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A Confederação Nacional de Municípios (CNM) traz orientações sobre a gestão dos recursos.

Em valores brutos, ou seja, incluindo o Fundeb, o montante é de R$ 2.524.048.281,86. De acordo com dados da Secretária do Tesouro Nacional (STN), o 3º decêndio de julho de 2018, quando comparado com o mesmo decêndio de 2017, apresentou redução de -3,15% em termos nominais, ou seja, sem considerar os efeitos da inflação.

Quando o valor do repasse é deflacionado e comparado ao mesmo período de 2017, a queda é de -7%, levando em consideração a inflação do período. Esse valor é explicado pelo acumulado da inflação nos últimos 12 meses, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que está em 4,39%.

Acumulado

Já em relação ao acumulado do ano, é possível constatar que o repasse total do FPM tem apresentado crescimento positivo. O repasse aos Municípios de janeiro até o 3º decêndio de julho de 2018 apresentou crescimento de 8,33% em termos nominais em relação ao mesmo período de 2017. Ao considerar o comportamento da inflação, o FPM acumulado do ano de 2018 indica aumento de 5% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Orientações

Apesar de o cenário do FPM ser positivo em relação ao acumulado do ano, a CNM reforça que os gestores precisam manter cautela ao gerir os recursos municipais nos próximos meses do ano. A entidade lembra que historicamente os recursos do FPM do primeiro semestre são superiores aos do segundo. Dessa forma, é necessária a elaboração de um planejamento estratégico para que não ocorram surpresas negativas. As informações são da CNM.

Com menos compartilhamentos, Instagram é aposta nas eleições

As redes sociais devem ajudar a dar uma cara nova à propaganda nas eleições de 2018. De olho na oportunidade de se tornarem mais conhecidos entre os eleitores, candidatos deixam de lado santinhos, cartazes e panfletos e, agora, apostam em seguidores, likes e compartilhamentos.

Para coordenador do Laboratório de Estudos sobre Imagem e Cibercultura da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Fábio Malini, apesar de ocupar o 4º lugar no ranking das redes sociais mais utilizadas no Brasil, atrás do Facebook, Whatsapp e YouTube, o Instagram deve ser a grande aposta dessas eleições no Brasil.

“Existe uma curva de crescimento dessa ferramenta. É um veículo não contaminado por links, portanto muito difícil de colar notícia falsa. É claro que essa característica não exime o Instagram de conteúdos falsos ou distorcidos”, explicou.

Malini também aponta como uma vantagem o fato de o Instagram ser reconhecidamente uma plataforma alegre e com pouca toxidade. “Isso bem trabalhado politicamente faz com que o candidato tenha uma outra perspectiva de mostrar muito mais relações afetivas positivas”, avaliou.

Outra vantagem do Instagram, segundo o professor, é que nessa rede predominam os conteúdos originais, que têm mais credibilidade, enquanto no Facebook e no Whatsapp são mais compartilhamentos.

Captação de votos

Quando o assunto é atração de votos, o professor diz que a televisão, cada vez mais conectada às redes sociais, ainda tem um papel muito importante, já que só ela é capaz de falar para milhões de pessoas ao mesmo tempo.

“Juntas, as duas plataformas são capazes de criar clima de opinião”, explica.

De acordo com o especialista, o que conta para o eleitor não é o debate, que tem perdido cada vez mais audiência, mas a repercussão nas redes sociais. Atualmente, o Twitter domina as repercussões do que aparece na TV. Também é importante a exposição do candidato em programas fora do horário gratuito e a repercussão dessas inserções nas redes sociais.

Impulsionamento

As eleições de 2018 serão as primeiras a permitir que candidatos paguem para publicar propaganda na sua timeline.

Chamado de impulsionamento, a compra de anúncios em plataformas como o Facebook, Instagram, YouTube e o Twitter foi autorizada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e dá aos candidatos a chance de alcançar um número muito maior de usuários do que aqueles que já acompanham suas páginas e veem seus posts.

Os partidos não informam quanto pretendem investir nessa modalidade este ano, mas é certo que a palavra “patrocinado”, acompanhando mensagens políticas e pedidos de voto, vai invadir as redes sociais, a partir de 16 de agosto.

Fábio Malini acredita que a formalização de campanhas na internet pode trazer também como consequência a diminuição do uso de robôs e de perfis falsos para amplificar informações nas redes sociais.

Estudo

Levantamento da Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getulio Vargas (DAPP/FGV) com 5.415.492 tuítes avaliados entre 22 de junho e 23 de julho mostrou a ação de robôs na pré-campanha presidencial.

De acordo com o trabalho, as interações motivadas pela ação de perfis automatizados, nesse período, corresponderam a 22,17% dos tuítes de perfis ligados ao campo da esquerda e que compõem tradicionalmente a base do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; 21,96% relacionados ao campo conservador e alinhados ao deputado Jair Bolsonaro; 16,18% ligados ao campo de centro (não alinhados a nenhum dos “polos” tradicionais); e 3,99% ligados ao grupo de centro-esquerda (sem predomínio de nenhum ator político em particular). As informações são da Agência Brasil.

domingo, 29 de julho de 2018 às 11:18

Convenção confirma candidatura de Leandro Bello a deputado federal

O presidente do Democratas (DEM) de Timon, suplente de vereador Leandro Bello, participou na manhã deste sábado (28), da convenção partidária ‘Todos Pelo Maranhão’, durante a qual teve confirmada sua candidatura rumo a Câmara Federal. O clima era de muita festa no evento que aconteceu no Multicenter Sebrae na capital São Luís.

Leandro Bello teve sua candidatura a deputado federal homologada e vai disputar uma das 18 cadeiras na coligação 'Todos pelo Maranhão 01' composta pelo PCdoB, PRB, PTB, PSB, PEN, SD, DEM, PROS, PTC, PPL e PPS.

“Como deputado federal posso contribuir muito mais para o crescimento e desenvolvimento não só de Timon, mas de todo o Maranhão. É sem dúvida um grande desafio”, disse Leandro Bello.

Antunes Macêdo reúne população em São Francisco do Maranhão e recebe apoio de Drº Hilton Soares

O vereador de Timon e pré-candidato a deputado estadual pelo PSDB, Antunes Macêdo, participou de uma reunião com a população de São Francisco do Maranhão na manhã deste sábado, 28 de julho, onde recebeu o apoio do advogado Drº Hilton Soares para sua pré-campanha.

A reunião foi realizada na residência do Drº Hilton Soares, que destacou a importância de renovar o cenário político maranhense, apostando em nomes novos, que tenham compromisso com a população. "Queremos políticos novos, pessoas que tenham algo a oferecer para a nossa população. Os velhos nós já sabemos o que eles fazem. Vamos caminhar juntos, buscar coisas novas traçando um objetivo melhor para a nossa cidade", destacou.
Antunes Macêdo agradeceu a recepção e pontuou que sua trajetória política nasceu das bases populares. "Me identifiquei muito com Drº Hilton, pois a trajetória política dele está nascendo das bases populares, assim como nasceu a minha no município de Timon". O pré-candidato pontuou ainda que a maior missão desta campanha será a de "resgatar a confiança do povo brasileiro na política".

"Os políticos estão desacreditados porque não tem mostrado para a população brasileira o que deveriam mostrar, que é trabalho. É isso que o povo quer, político honesto e que trabalhe", ressaltou Antunes Macêdo. Drº Hilton Soares destacou ainda que além do apoio a Antunes Macêdo, para deputado estadual, também declarou apoios a Cláudio Trinchão, para deputado federal e Alexandre Almeida, como o primeiro voto para senador.

sexta-feira, 27 de julho de 2018 às 18:34

Chances de o PSB caminhar com o PT nas eleições são mínimas

Apesar da pressão do diretório de Pernambuco
As chances de o PSB se aliar ao PT de Lula nas eleições deste ano são mínimas, apesar da pressão do diretório pernambucano da legenda. Essa é a impressão de quem conversou com o presidente da legenda, Carlos Siqueira, nos últimos dias. Uma ala do partido defende aliança com o PDT de Ciro Gomes, mas também não está fácil chegar a essa parceria. A convenção nacional do partido só ocorrerá na próxima semana.

(Coluna Expresso)

Eleições 2018: indefinições nas convenções

As indefinições às vésperas das convenções partidárias agendadas no Maranhão levam suspense às chapas que estarão na disputa de outubro pelo Governo do Estado. Entre o que falta ser acertado está o nome do candidato a vice-governador na chapa da pré-candidata do MDB, Roseana Sarney, a chapa majoritária de Maura Jorge do PSL e quem será o segundo candidato ao Senado do PSDB de Roberto Rocha, que disputará o governo.

A pré-candidata do MDB ainda está em negociação com partidos para indicação do seu vice. Os nomes mais cogitados até o momento são do pastor Pedro Lindoso e o empresário Ribinha Cunha, mas por enquanto ainda não há confirmação.

Maura Jorge viu a possibilidade de ter cerca de nove partidos apoiando a sua candidatura e como a convenção do PSL estava marcada para o dia 28, a pré-candidata percebeu que não teria tempo para fechar as conversas e compor sua chapa majoritária.

A pré-candidata do PSL ainda não tem o nome de seu vice também. E falta anunciar o segundo nome do candidato a senador. Maura Jorge tem somente Samuel de Itapecuru para disputar o Senado.

Mas, sem dúvida, a espera maior deste período de convenção é quanto ao futuro de José Reinaldo Tavares do PSDB. Ele era visto como o candidato ao Senado pelo ninho tucano. No entanto, em uma jogada que acabou saindo errada, perdeu o posto e passou a ser ameaçado por Waldir Maranhão.

Zé Reinaldo voltou a se movimentar, mas sem muita aproximação de Roberto Rocha e os seus pré-candidatos – leia-se Waldir Maranhão e Alexandre Almeida.

(Coluna Estado Maior)

quinta-feira, 26 de julho de 2018 às 16:00

Timon: Rodeio Churrascaria apresenta Ítalo e Daniel nesta quinta-feira (26)

Nesta quinta-feira (26/07), a partir das 20h30,  Rodeio Churrascaria apresenta Quintaneja com Ítalo e Daniel, a dupla que faz o diferencial no mundo artístico da região. Por isso, você não é louco de perder!  E tem mais: depois das 18h, open house.

Então, faça parte do nosso show de musicas ao vivo. Agradece Rodeio Churrascaria, na Avenida Piauí, em Timon (MA).

É hoje!

PIS/Pasep: Trabalhadores já podem sacar abono de 2017

Começa hoje (26) o pagamento do abono salarial referente ao ano base 2017. A estimativa é que sejam destinados R$ 18,1 bilhões a 23,5 milhões de trabalhadores.

Conforme o calendário de pagamento, quem nasceu de julho a dezembro, recebe o benefício ainda este ano. Já os nascidos entre janeiro e junho, terão o recurso disponível para saque no ano que vem. Em qualquer situação, o dinheiro ficará à disposição do trabalhador até 28 de junho de 2019, prazo final para o recebimento.

Para ter direito ao abono salarial do PIS/Pasep é necessário ter trabalhado formalmente por pelo menos um mês em 2017 com remuneração média de até dois salários mínimos. Além disso, o trabalhador já deveria estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O valor que cada trabalhador tem para sacar é proporcional ao número de meses trabalhados formalmente. Quem trabalhou o ano todo recebe o valor cheio, que equivale a um salário mínimo (R$ 954). Quem trabalhou por apenas 30 dias recebe o valor mínimo, que é R$ 80.

Os empregados da iniciativa privada, vinculados ao Programa de Integração Social (PIS), sacam o dinheiro nas agências da Caixa Econômica Federal. Para saber se tem algo a receber, a consulta pode ser feita pessoalmente, pela internet ou no telefone 0800-726-0207.

Para os funcionários públicos vinculados ao Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), a referência é o Banco do Brasil, que também fornece informações pessoalmente, pela internet e pelo telefone 0800-729-0001.

O abono salarial do PIS/Pasep é um benefício pago anualmente com recursos provenientes do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), abastecido por depósito feitos pelos empregadores do país. Além do abono salarial, o FAT custeia o programa de Seguro-Desemprego e financia programas de desenvolvimento econômico. Os recursos do abono que não são sacados pelos trabalhadores no calendário estabelecido todos os anos retornam para o FAT, para serem usados nos demais programas. As informações são da Agência Brasil.

Coordenação das pré-campanhas de Zé Gentil e Paulo Marinho Júnior em Timon realiza reunião

Na noite desta quarta-feira (25), a coordenação das pré-candidaturas de Zé Gentil (PRB) e Paulo Marinho Júnior (PP) na cidade de Timon, realizou reunião que teve como pauta principal tratar sobre a convenção estadual que acontece neste sábado (28), no Multicenter Sebrae na capital São Luís.

Participaram da reunião o ex-vereador Tales Waquim, o suplente de vereador Pedro Augusto (P.A.), o militante político Lourenço Dantas, além de várias lideranças políticas da cidade de Timon.

Segundo informações repassadas pela coordenação da pré-campanha de Zé Gentil e Paulo Marinho Júnior ao Blog do Eduardo Rego, uma grande comitiva de Timon vai marcar presença na convenção estadual no próximo sábado em São Luís. "No próximo sábado estaremos ao lado de Zé Gentil e Paulo Marinho Júnior na capital São Luís mostrando a força de nosso grupo em Timon", disse a coordenação.

José Gentil e Cleide Coutinho farão disputa de prestígio em Caxias

Cleide Coutinho e José Gentil: disputa intensa por mais votos em Caxias
Um dois embates mais duros e intensos previstos no Maranhão na guerra por cadeiras na Assembleia Legislativa se dará em Caxias. De um lado estará a ex-deputada Cleide Coutinho (PDT), que defenderá nas urnas o legado político construído pelo seu marido, o ex-deputado Humberto Coutinho, que morreu em janeiro como presidente do Poder Legislativo. Do outro estará o ex-deputado estadual José Gentil (PRB), político traquejado, que conhece o caminho das pedras na política estadual desde o Governo Luis Rocha, no início dos anos 80 do século passado, e que tem como principal cabo eleitoral ninguém menos que o prefeito da Princesa do Sertão, Fábio Gentil. 

Pelo que se ouve nos bastidores da corrida eleitoral, será um embate de “gente grande”. Muitos acreditam que a verdadeira disputa entre esses candidatos não tem por objetivo a eleição de um e a não eleição do outro, mas que terá mais votos em Caxias. Trata-se também de uma guerra de prestígio político e eleitoral, na qual um voto a mais fará a diferença e sagrará o campeão. É aguardar.

(Da Coluna Repórter Tempo)

quarta-feira, 25 de julho de 2018 às 18:55

Timon: quarta-feira é dia de futebol e cerveja gelada na Rodeio Churrascaria

Timon: vereador Uilma Resende indica projetos para reabilitar apenados no Presídio do Maracujá

Inaugurado no início deste ano, o Presídio do Maracujá tem recebido atenção das esferas públicas. Nesta quarta-feira (25/07) o presidente da Câmara Municipal de Timon e vereador, Uilma Resende (PDT), realizou uma visita à penitenciária onde indicou propostas de qualificação profissional e infraestrutura que ajudarão na ressocialização dos apenados.

O parlamentar sugeriu a participação dos detentos no Projeto Rua Digna do Governo do Estado. Realizado em mais de vinte cidades maranhenses, o projeto consiste em recuperar vias públicas, melhorando a trafegabilidade e as condições em saúde dos moradores. A ideia é que através dos cursos profissionalizantes os presos confeccionem os materiais que serão aplicados nas vias. (Assecom/CMT)

A firmeza da pré-candidatura de Henrique Júnior rumo a Assembleia do Maranhão

O vereador Henrique Júnior (PMN), pré-candidato a deputado estadual, a cada dia vem demonstrando a firmeza e a solidez de seu projeto político rumo a Assembleia do Legislativa do Maranhão. Henrique Júnior vem intensificando ainda mais suas visitas a famílias importantes no município de Timon e segue firme na sua luta em busca de parcerias políticas por toda cidade.

Henrique Júnior tem apostado muito no corpo a corpo com o eleitor timonense na sua pré-campanha.
"Estou muito empolgado com nossa pré-campanha por toda cidade, mostra que sou o pré-candidato com maior poder de crescimento por conta da baixa rejeição e por não pertencer a nenhum dos grupos que já tiveram oportunidade em Timon", disse Henrique Júnior.

Pré-campanha de Antunes Macêdo ganha impulso junto à população timonense

Com menos de um mês do anúncio oficial de sua pré-candidatura a deputado estadual, o vereador Antunes Macêdo (PSDB) tem demonstrado que seu nome vem forte para a disputa a uma vaga na Assembleia Legislativa do Maranhão. Antunes já confirmou apoios em diversos municípios do Maranhão, mas é em Timon que o vereador reúne maior número de apoiadores, como tem sido demonstrado em suas reuniões nos bairros.

A última das suas reuniões ocorreu nesta terça-feira, 24, às 10h, no bairro Parque Piauí II, em Timon, na qual reuniu grande número de pessoas na residência de seu correligionário Neto, com a presença do suplente de vereador Edson Lima. Neste mês de julho, durante o recesso parlamentar da Câmara Municipal de Timon, Antunes Macêdo tem aproveitado para percorrer de forma mais intensa os bairros de Timon e para realizar reuniões com a população para apresentar sua pré-candidatira e fazer uma prestação de contas de seu mandato no lesgislativo municipal.

"Apesar de fazermos essa última reunião no meio da semana, vimos que muitas pessoas deram uma pausa nos seus afazeres domésticos ou outros compromissos para conversarmos um pouco sobre a situação política atual do nosso país, de nosso estado e de nossa cidade. Nossa pré-campanha tem recebido muitas declarações de apoio e simpatia por parte da população, vamos continuar esse trabalho com muita determinação", pontuou Antunes Macêdo.

O pré-candidato destacou durante a reunião a precária situação na qual se encontra a saúde no município de Timon e também a falta de apoio à juventude. "É inadmissível que um programa tão importante como o Programa de Saúde da Família, que trabalha a prevenção e a atenção básica à saúde, funcione de forma tão precária em Timon. Lamentamos também que a nossa juventude não tenha os incentivos necessários, tanto na qualificação de mão de obra, quanto em políticas públicas de cultura e lazer", criticou. 

Governo deve cortar mais de R$ 5 bi de benefícios irregulares do INSS

Ainda não há o número de pessoas que perderão o benefício
Até o final do ano, mais de R$ 5 bilhões gastos em benefícios da Previdência Social deverão ser cortados por causa de irregularidades, que estão em apuração no Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU).

O corte segue o trabalho de revisão de benefícios sociais feito pelo Comitê de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas Federais (CMAP), criado em abril de 2016 com a Portaria Interministerial nº 102, e formado por técnicos e dirigentes da CGU e dos ministérios do Planejamento, da Fazenda e da Casa Civil.

Conforme o Secretário Federal de Controle Interno da CGU, Antônio Carlos Bezerra Leonel, ainda não é conhecido o número de pessoas que perderão os benefícios por causa de fraude. A CGU não divulgou quais irregularidades estão em apuração.

Nesta terça-feira (24), o governo anunciou a suspensão de 341.746 auxílios-doença e 108.512 aposentadorias por invalidez, que totalizam R$ 9,6 bilhões no pagamento de auxílios-doença acumulado entre o segundo semestre de 2016 e 30 de junho de 2018.

Até o fim do ano, serão revisados 552.998 auxílios-doença e 1.004.886 aposentadorias por invalidez.

Bolsa Família

Além de benefícios previdenciários, o CMAP revisou os benefícios pagos pelo programa Bolsa Família. Em dois anos, 5,2 milhões de famílias foram excluídas, e outras 4,8 milhões entraram no programa.

“No caso do PBF [Bolsa Família] não há propriamente uma economia de recursos, mas a focalização do programa”, assinala o ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame. Segundo ele, a exclusão de pessoas recebendo benefícios de forma irregular permitiu manter zerada a fila de espera de novos cadastrados no programa.

Os anúncios de corte de benefícios sociais e previdenciários são recebidos com cautela pela sociedade civil.

Lylia Rojas, do Conselho Federal de Serviço Social (CFESS), argumenta que falta à medida “transparência necessária” e que há casos de pessoas que tem o benefício indevidamente cortado e depois recuperam o direito na Justiça, gerando mais gastos ao erário.

Para o diretor-executivo da Transparência Brasil (ONG), Manoel Galdino, as fraudes ocorrem porque "o governo é desorganizado" e não mantêm a base dos cadastros eletrônicos interligados – o que dificulta cruzamentos, e não divulga informações sobre envolvidos e a abertura de processos.

Para Gil Castelo Branco, do site Contas Abertas, “é preciso que seja feito regularmente um trabalho de inteligência para evitar que as fraudes cheguem às atuais proporções”. De acordo com ele, “onde há benefício há alguém tentando se favorecer ilegalmente”.

Fraudes fiscais

Em resposta às críticas, o Secretário Federal de Controle Interno da CGU, Antônio Carlos Bezerra Leonel, afirma que “o corte de benefícios irregulares é na casa dos milhões e que os recursos judiciais são na casa dos milhares”.

De acordo com ele, o Comitê de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas Federais está investindo em tecnologia de informação para melhorar o cruzamento de dados cadastrais e registros administrativos. Ele pondera que a divulgação de nomes de supostos envolvidos em fraude tem que observar a lei, que prevê confidencialidade de dados cadastrais.

Conforme Bezerra Leonel, o governo também criará um comitê de monitoramento das políticas fiscais. Uma portaria está em elaboração na Casa Civil para a implantação de um grupo que apure eventuais fraudes de empresas beneficiadas com isenções de tributos e de renúncia fiscal. As informações são da Agência Brasil.

terça-feira, 24 de julho de 2018 às 11:39

Sindicato denuncia possível vazamento de radiação na sala de Raio X em hospital de Timon

Na manhã desta terça-feira (24), o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Timon (SINSEP) emitiu nota em sua página no Faceboock denunciando o possível vazamento de radiação na sala de Raio X do Hospital Dr. José Firmino de Sousa localizado no bairro Parque Alvorada em Timon.

Veja abaixo a nota do Sinsep.

O sindicato dos servidores públicos de Timon vem a público esclarecer que os raios x da sala de radiologia do pronto socorro de Timon estão vazando pelas paredes.

As provas foram encaminhadas ao ministério público que já comunicou a secretaria de saúde para tomar as providências urgente.

Enquanto isso, os radiologistas não estarão operando a máquina, diga-se, a máquina não está queimada, as paredes são o problema, uma vez que o revestimento talvez não esteja adequado ou não tem revestimento.

Essa radiação de raio x podem acarretar problemas de saúde irreversíveis tanto a quem opera a máquina quanto a quem está na direção do vazamento dos raios.

O SINSEP solicitou que os técnicos colocassem um aviso na porta de raio x informando que a sala está em manutenção.

Outro lado

O titular do Blgo do Eduardo Rego manteve contato com o secretário de Saúde de Timon, Márcio Sá para obter informações sobre a denúncia do Sinsep.

"O hospital já é uma obra antiga, época do prefeito Luís Pires, recebemos um documento dos servidores efetivos, técnicos em radiologia dizendo que está acontecendo problema de radiação do Raio X, nesse caso suspendi os serviços e já estamos formalizando um processo em caráter de urgência,  afim de averiguar e corrigir, sempre fomos vistoriados e até entanto não tinha sido constatado esse problema, mas para não correr risco estamos tomando as providências cabíveis, os atendimentos de Raio X, serão encaminhados para UPA e Alarico Pacheco", explicou o secretário.

segunda-feira, 23 de julho de 2018 às 19:16

Ildemar Gonçalves reúne lideranças e declara apoio a Roberto Rocha

O ex-prefeito de Açailândia também anunciou apoio a Alexandre Almeida e a José Reinaldo para o Senado Federal
A passagem da Caravana da Esperança pela região tocantina, entre quinta-feira, 19, e Domingo, 22, foi marcada por muitas declarações de apoio à pré-candidatura do senador Roberto Rocha (PSDB) ao Governo do Estado. Na ocasião, o ex-prefeito de Açailândia, Ildemar Gonçalves, reuniu  centenas  de lideranças na fazenda Bola Sete (Itinga-Ma), de sua propriedade, para defender a adesão pelo projeto de Roberto Rocha e os demais pré-candidatos tucanos, tornando pública sua decisão.

Roberto Rocha, chegou à Fazenda acompanhado dos pré-candidatos a senador Alexandre Almeida, José Reinaldo e Waldir Maranhão; do pré-candidato a deputado federal Sebastião Madeira e dos pré-candidatos a estadual JRibamar e Wellington  do Curso.

“Sou do PSDB e vou ajudar meus candidatos a governador, senador, deputado federal e deputado estadual. Meu governador é Roberto Rocha e os senadores são José Reinaldo e Alexandre Almeida. O Estadual e o Federal, nós ainda vamos analisar e ver aqueles que forem mais importantes para nosso partido”, declarou.
Aos jornalistas, Ildemar se declarou um apaixonado pela política, enfatizando que vai apoiar os candidatos do PSDB, mas descartou uma volta para as disputas eleitorais. “ Gosto de gente, gosto desse convívio, mas, não pretendo ser candidato a mais nada”, destacou. Para o mesmo ato, Ildemar Gonçalves também convidou políticos fora do seu campo partidário, como o deputado estadual, pré-candidato à reeleição Leo Cunha (PSC)  e Ildon Marques, pré-candidato a deputado federal pelo PP.  “As pessoas vêm à minha casa não só por questões políticas, mas pela convivência e pela amizade”, explicou o ex-prefeito, que declarou, ainda, que vai trabalhar na região de Açailândia em busca do maior número possível de apoios para a candidatura majoritária de Roberto Rocha. “ Vamos trabalhar forte para isso”, garantiu.

A primeira etapa da agenda da Caravana da Esperança na região tocantina começou pelo município de Edison Lobão (Ribeirãozinho). Em seguida, esteve em Ribamar Fiquene, Campestre, Porto Franco, São João do Paraíso, Estreito e Carolina, tendo encerrado no domingo, em Cajuapara, Itinga. 

Socorro Waquim segue provocando baixas no grupo Leitoa em Timon

Empresário Pedro Cabeleireiro decide apoiar a pré-candidatura de Socorro Waquim
A pré-candidata a deputada estadual Professora Socorro Waquim (MDB) vem intensificando suas estratégias visando retornar à Assembleia Legislativa do Maranhão nas eleições deste ano. Por conta disso, as adesões ao seu projeto político vão se ampliando a cada dia.

Na manhã desta segunda-feira (23), foi a vez do empresário Pedro Cabeleireiro deixar o grupo Leitoa e declarar apoio a pré-candidatura de Socorro Waquim. Pedro Cabeleireiro era um aliado histórico dos Leitoas na cidade de Timon. 

Nas últimas semanas, a pré-candidata Socorro Waquim vem recebendo várias declaração de apoio de lideranças políticas que tem deixado o grupo Leitoa para apostar no seu projeto de retorno à Assembleia do Maranhão.

Segundo informações dos bastidores da política timonense, mais alguns nomes importantes poderão deixar o grupo Leitoa nos dias e anunciar apoio a pré-candidatura da Professora Socorro Waquim.

Segue a debandada...

PRE/MA recomenda que igrejas não promovam propaganda eleitoral

A recomendação, que objetiva manter o equilíbrio nas eleições, foi enviada a dirigentes de entidades religiosas e partidos políticos do Maranhão
A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) no Maranhão enviou recomendação aos capelães religiosos do estado do Maranhão, aos diretórios estaduais de partidos políticos e aos principais dirigentes de entidades religiosas, orientado qualquer pessoa que represente liderança de uma religião, a não promover ou participar de atividades que possam ser entendidas como propaganda eleitoral ou emprego de recursos dos templos religiosos em prol de determinadas candidaturas, especialmente nos locais de cultos.

Segundo a PRE, a recomendação, que se destina à orientação de padres, sacerdotes, clérigos, pastores, ministros religiosos, presbíteros, epíscopos, abades, vigários, reverendos, bispos, pontífices ou qualquer representante religioso, leva em consideração o entendimento, firmado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de que a propaganda eleitoral em prol de candidatos feita por entidade religiosa, ainda que de modo velado, pode caracterizar abuso de poder econômico e, por isso, deve ser uma prática vedada.

Para o procurador regional eleitoral Pedro Henrique Castelo Branco, a utilização dos recursos dos templos pode causar desequilíbrio na igualdade de chances entre os candidatos, o que poderia atingir gravemente a normalidade e a legitimidade das eleições e até mesmo levar à cassação do registro ou do diploma dos candidatos beneficiados, se eleitos. As informações são da PRE-MA.

Sem acreditar em Lula candidato, PCdoB quer unir a esquerda para o 1º turno

O PC do B quer unir os partidos de esquerda, incluindo o PDT, do presidenciável Ciro Gomes, e o PT, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, já para o primeiro turno das eleições presidenciais. O partido considera pelo menos cinco fatores para tentar a união, alternativa para evitar, na avaliação da sigla, que a esquerda continue pulverizada, em meio a união da direita em torno do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) e o centro, do ex-governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB).

Dos motivos apresentados pelo partido ao longo de três dias de reuniões, entre sexta-feira, 20, e domingo, 22, o mais forte é o fator Lula. O PC do B, aliado histórico do PT em pleitos há três décadas, indicou não acreditar que Lula conseguirá ser candidato. O partido apoiou os petistas em todas as eleições presidenciais desde a redemocratização. Neste ano, o PC do B tem o nome da deputada estadual Manuela D’Ávila (RS), mas indica que poderia abrir mão em prol da união entre PT, PDT e PSB para a disputa presidencial.

Em comunicado emitido no final do ciclo de reuniões, no domingo, o PC do B disse querer “a unidade, já no primeiro turno, para vencer as eleições”. Para o comitê central do partido, a estratégia política “deve ter por centro a vitória eleitoral em outubro”. “O que exige marcharem unidos desde já”. Mas, para que isso aconteça, o partido indicou ao longo das reuniões ao menos seis itens que precisariam ser superados. Se não houver alterações, a tendência principal do partido é manter a pré-candidatura de Manuela. “Porque a dispersão das nossas forças prevalece e nós, com a pré-candidatura, podemos influenciar naquilo que nós defendemos”.

1 – ‘Lula não é o candidato’

Na sexta-feira, 20, a presidente nacional do PC do B, deputada federal Luciana Santos (PE), disse acreditar que a esquerda tem “muita chance de ganhar” a eleição. “Mas temos que ter uma compreensão dos partidos políticos, principalmente do PT por motivos óbvios”. Ela se referia à situação de Lula, que, em função de sua condenação em segunda instância, atualmente, está inelegível.

“O que ocorre? Uma coisa é você ter Lula. Lula candidato presidente da República não dá para ninguém, é todo mundo se juntar e a gente ia ‘simbora’ fazer o bom debate”, lembrou. “Mas acontece que não é Lula o candidato. Será um candidato do PT. Então é mais fácil para as forças desse conluio que deu o golpe”. Para Luciana, a resposta mais contundente que a esquerda “pode dar à injustiça de Lula estar preso e a esse estado de coisas é vencer as eleições”.

2 – Tática de risco

Em mais de uma oportunidade, a líder do PC do B disse ser arriscada a estratégia dos petistas de manterem a candidatura de Lula tendo em vista a possibilidade de ela ser barrada pela Justiça Eleitoral e o partido ficar de fora da eleição. “Nós achamos que é uma tática que o PT está utilizando de altíssimo risco”, disse.

O PT tem sustentado que irá levar a candidatura de Lula até as últimas consequências. Consultores do partido apontaram que é possível tentar reverter a inelegibilidade de Lula até depois da eleição, antes da diplomação dos eleitos, em dezembro.

3 – Pulverização de votos de Lula

A presidente do PC do B avalia que o PT precisaria entender que uma eleição sem Lula como candidato é diferente. “Não é Lula que vai ser enfrentado. É o PT que vai ser enfrentado”, comentou. “Enfrentar Lula é uma coisa, mas enfrentar o PT não é, assim, enfrentar Lula”.

Os cenários sem o ex-presidente também foram comentados pela deputada. “Quando você tira Lula da cena, não quer dizer que os votos vão para o candidato do PT. Há uma transferência, por óbvio, mas ela não é automática. Ela é diluída”, disse.

Luciana indicou que os votos de Lula têm ido para atores diversos, como a ex-senadora Marina Silva (Rede) e o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL). Na última pesquisa Datafolha, divulgada em 10 de junho, em cenário em que Lula não está e ele é substituído pelo ex-prefeito paulistano Fernando Haddad (PT), Bolsonaro tem 19% das intenções de voto, Marina, 15%, Ciro, 10% e Manuela, 2%. Haddad fica com 1%. Já no último levantamento do Ibope, de 26 de junho, Bolsonaro registrou 17% das intenções de voto, Marina, 13%, Ciro, 8%, Haddad, 2% e Manuela, 1%.

4 – Isolamento

Luciana pontuou que as alianças para a eleição deste ano precisam ser fechadas até 5 de agosto, quando se encerra o prazo para realização de convenções partidárias. “O que é que está se desenhando, camaradas? Infelizmente, o isolamento”, disse a integrantes do PC do B. “Por enquanto, o que se tem é um isolamento por parte do PT. Um isolamento de Ciro”. Atualmente, a presidente enxerga o partido no “centro do tabuleiro”. “Para onde o PC do B for, vai ajudar a consolidar um caminho ou outro”.

Em sua avaliação, as pré-candidaturas de Geraldo Alckmin (PSDB) e Henrique Meirelles (MDB) saem na frente em função de um ser o candidato das reformas e o outro, de Temer, sendo que os dois contariam com ajuda da “máquina do governo”.

5 – Conquista do centro

As alianças já acertadas por Alckmin com o Centrão fazem com que o tucano possa ter força para desconstruir a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL), acredita a presidente do PC do B. “Eles podem virar alternativa sem Lula no páreo e com essa dispersão das nossas forças”.

Com candidaturas espalhadas na esquerda, Luciana acredita em dificuldades se não houver união entre os partidos desse espectro político. “Esse que é o nosso impasse. Nós temos partidos pulverizados. Não conseguimos fazer as alianças e disputar setores do Centro”. Para ela, teria sido positivo se Ciro tivesse conseguido conquistar o Centrão porque isso “iria dividir a direita”. “Isso que ia colocar outras condicionantes para a disputa eleitoral. Então, camaradas, o cenário é muito adverso para nós”.

6 – Projeto de país

Em crítica ao PT e ao PDT, partidos que têm cobiçado o PC do B por aliança na disputa presidencial, Luciana indicou estar vendo mais projetos partidários, não de país. “Para nós, é preciso que eles estejam abaixo do projeto nacional. Não pode um projeto partidário ficar acima de um projeto de país e de Brasil”, comentou. “Infelizmente, nesses atores, isso é o que tem prevalecido. Nos atores principais dessa disputa, o que tem prevalecido é isso, camaradas, infelizmente”, disse a presidente a membros do PCdoB.

“Dependendo dessas peças, quando elas se mexerem, a gente vai poder ver qual o melhor cenário, se vai ser mais ou menos favorável para a gente ganhar as eleições pela quinta vez consecutiva”. Uma definição do partido precisa acontecer até 1º de agosto, quando será realizada a convenção nacional do PCdoB, em Brasília.

(Com informações e foto do Portal Uol Notícias)

domingo, 22 de julho de 2018 às 10:36

"Tempo de TV diz ao eleitor quão competitivo é um candidato"

Para analista, televisão ainda é a variável mais importante nas eleições de 2018 em virtude de seu alcance em todo o País
A adesão em bloco do Centrão, formado por DEM, PP, PR, Solidariedade e PRB, à pré-candidatura de Geraldo Alckmin, do PSDB, à presidência nas eleições de 2018 deve aumentar sensivelmente o tempo de TV do tucano, o que, tem tese, deve ajudá-lo na corrida, apesar de seus números ainda tímidos nas pesquisas de intenção de voto.

Para o analista Hilton Cesário Fernandes, cientista político da Fundação Escola de Sociologia e Política (Fesp), a o tempo de TV ainda é a variável mais importante na campanha eleitoral. "O tempo de TV passa para o eleitor uma mensagem de que aquele candidato é competitivo ou não", disse ele ao Estado. A seguir, trechos da entrevista:

Existe uma correlação entre tempo de TV e resultado eleitoral nas eleições majoritárias?

Sim. O tempo de TV ainda é a variável mais importante de uma campanha eleitoral. A TV é o meio de comunicação mais poderoso no Brasil, com uma penetração de quase 100% dos domicílios e ainda é a ferramenta mais usada para as campanhas eleitorais. O fato de os partidos terem diferentes tempos de TV acaba influenciando muito este momento de negociações de coligações justamente por causa disso. O tempo de TV é um ativo importante.

O advento das redes sociais, principalmente aplicativos de troca de mensagens, como o WhatsApp, pode influenciar essa tendência de alguma maneira?

A TV não vai deixar de ser importante e provavelmente vai continuar sendo o meio de comunicação mais importante durante um tempo. Mas neste ano, a presença das redes sociais deve ter mais força, especialmente os aplicativos de mensagem. As informações podem ser espalhadas com muita velocidade e podem ser complementadas no caminho com opiniões (dos eleitores). Este ano a gente acredita deve ter uma influência talvez não diretamente no resultado, mas sim nos ataques aos candidatos.

No que o tempo maior de TV pode ajudar um candidato como o Alckmin, que já é conhecido do eleitor, mas tem números tímidos nas pesquisas?

Um dos fatores no caso de uma disputa para cargo majoritário é que o tempo de TV passa para o eleitor uma mensagem de que aquele candidato é competitivo ou não. Quem tem pouco tempo de TV passa a impressão de ser pouco competitivo. Então quando começa o horário eleitoral os eleitores percebem o tempo de TV como um grau de influência do candidato: quem tem mais tempo é mais influente e tem mais poder. E isso mesmo de uma forma subjetiva é um indicativo de competitividade do candidato.

Então isso em tese poderia prejudicar um candidato sem muitas alianças, como é o caso do Bolsonaro, por exemplo?

Exatamente. Quando ele começar a aparecer com pouco tempo de TV, na comparação pode parecer que ele ficou mais isolado. Mas isso não é uma fórmula exata. Às vezes o candidato tem muito tempo de TV, mas a imagem negativa é muito forte.

O peso da TV numa campanha com menor volume de recursos investidos deve diminuir?

Acho que continua o mesmo, porque apesar de diminuir muito a produção, isso vai acontecer por igual para os candidatos. Não haverá uma diferença no peso da TV. O principal não será a mudança nas regras, mas sim as redes sociais.

(Fonte: Portal Terra)

sábado, 21 de julho de 2018 às 08:21

Enquetes e sondagens estão proibidas nas Eleições 2018

A partir desta sexta feira (20), esse tipo de sondagem de opinião será punido com multa prevista na Lei das Eleições
A realização de enquetes e sondagens sobre as Eleições 2018 está proibida a partir desta sexta-feira (20). A Resolução TSE nº 23.549/2017 define como enquete ou sondagem “a pesquisa de opinião pública que não obedeça às disposições legais e às determinações previstas” na própria norma. Ou seja, são levantamentos que não atendem a requisitos formais e a rigores científicos.

Até as eleições municipais de 2012, as enquetes e sondagens podiam ser realizadas, desde que sua divulgação estivesse condicionada à informação clara de que se tratava de mero levantamento de opiniões, sem controle de amostragem científica. Com a mudança determinada pela Lei n° 12.891/2013, foi acrescentado o parágrafo 5º do artigo 33 na Lei n° 9.504/1997 (Lei das Eleições) com a seguinte redação: “É vedada, no período de campanha eleitoral, a realização de enquetes relacionadas ao processo eleitoral”.  

Pela Resolução TSE nº 23.549/2017, esse tipo de levantamento deve ser punido com o pagamento de multa prevista no parágrafo 3º do artigo 33 da Lei nº 9.504/97 (Lei das Eleições), independentemente da menção ao fato de não se tratar de pesquisa eleitoral.

Pesquisa eleitoral

Enquete ou sondagem eleitoral não corresponde a pesquisa eleitoral. Enquanto a pesquisa deve seguir os rigores dos procedimentos científicos, a enquete apenas faz sondagem da opinião dos eleitores sem atender aos requisitos formais, como segmentação dos entrevistados, metodologia, valor e origem dos recursos despendidos no trabalho, entre outros (Lei nº 9.504/1997, art. 33, I a VII, e § 1°).

As pesquisas sobre as Eleições 2018 podem ser realizadas desde o dia 1º de janeiro. Para tanto, devem ser cadastradas no tribunal eleitoral ao qual compete fazer o registro dos candidatos, com no mínimo cinco dias de antecedência da divulgação.

No registro devem constar as seguintes informações: quem contratou a pesquisa, valor e origem dos recursos gastos, metodologia e período de realização, plano amostral e ponderação quanto a sexo, idade, grau de instrução, nível econômico e área física de realização do trabalho a ser executado, intervalo de confiança e margem de erro, com a indicação da fonte pública dos dados utilizados, sistema interno de controle e verificação, conferência e fiscalização da coleta de dados e do trabalho de campo, questionário completo aplicado ou a ser aplicado, nome de quem pagou pela realização do trabalho e cópia da respectiva nota fiscal, entre outras (artigo 2º da Resolução TSE nº 23.549/2017).

Em caso de descumprimento a algum desses critérios, a resolução do TSE impõe pagamento de multa no valor de R$ 53.205,00 a R$ 106.410,00. Já a divulgação de pesquisa fraudulenta constitui crime punível com detenção de seis meses a um ano e pagamento de multa nos mesmos valores já citados.

As pesquisas registradas podem ser consultadas no site do TSE, na opção Eleições 2018 > Pesquisas Eleitorais. Nesse link, estão disponíveis as informações de cada pesquisa de acordo com o município registrado. É possível fazer a busca pelo nome da cidade.

Como as convenções partidárias para escolha de candidatos podem ser realizadas a partir desta sexta-feira (20), a data de hoje também é o marco para que, conforme forem publicados os editais de registro de candidatos, os nomes de todos os candidatos cujo registro tenha sido requerido constem em lista apresentada aos entrevistados durante a realização das pesquisas. É o que determina o artigo 3º da TSE nº 23.549/2017. As informações são do TSE.

sexta-feira, 20 de julho de 2018 às 17:38

Eleições 2018: Esfria aliança entre Ciro e PSB

Após fracasso de negociações com do pedetista com o centrão
Integrantes do PSB passaram a ficar receosos de apoiar o pré-candidato do PDT ao Planalto, Ciro Gomes. O motivo foi a frustração das negociações de Ciro com o centrão, bloco de partidos encabeçado por DEM, PP, PR, PRB e Solidariedade. A ala socialista que mais defendia a união com o ex-governador do Ceará recuou porque não quer uma aliança sozinha com o PDT.

Uma avaliação feita é que um candidato do PT teria mais tempo de TV que Ciro, além do apoio de Lula, líder nas pesquisas de intenção de voto mesmo preso. O PSB decidirá qual candidato apoiar em 30 de julho, numa reunião do diretório nacional em Brasília. As informações são da Coluna Expresso.

Segue a debandada de aliados no grupo Leitoa em Timon

Suplente de vereador declara apoio a pré-candidatura de Socorro Waquim
O grupo Leitoa vem tendo várias baixas desde o início de 2018, na Câmara de Timon, dos 21 vereadores que compõem o Parlamento Municipal, apenas 09 ainda permanecem na base de sustentação do prefeito Luciano Leitoa. Se já não bastasse uma base de sustentação minúscula na Câmara de Timon, uma debandada de aliados e suplentes de vereadores vem acontecendo no grupo Leitoa. 

Nesta semana mais um aliado importante deixou o grupo Leitoa em Timon. O suplente de vereador Daniel Moura (PSDC) declarou apoio a pré-candidatura da Professora Socorro Waquim (MDB) rumo a Assembleia Legislativa do Maranhão. 

Segundo informações dos bastidores da política timonense, mais alguns nomes importantes poderão deixar o grupo Leitoa nos dias e anunciar apoio a pré-candidatura da Professora Socorro Waquim.

Segue a debandada...

Antunes Macêdo reforça pré-campanha com reuniões e visitas nos bairros de Timon

Desde que foi anunciado oficialmente como pré-candidato a deputado estadual, no dia 09 de julho, o vereador de Timon Antunes Macêdo (PSDB) tem realizado diversas reuniões nos bairros da cidade, bem como fechado apoios políticos importantes em outros municípios maranhenses. Apesar de ter iniciado sua pré-campanha a menos de duas semanas atrás, Antunes Macêdo já tem movimentado bastante o cenário político em Timon e demais cidades próximas.

Com reuniões intituladas de "Construir o Futuro", onde leva até a população suas impressões sobre o cenário político atual no Brasil, no Maranhão e, especialmente, em Timon, além de apresentar seu nome como pré-candidato a deputado estadual e os nomes de Roberto Rocha, pré-candidato a governador, e Alexandre Almeida, pré-candidato a senador, Antunes Macêdo tem levado suas ideias a um número cada vez mais de pessoas. Além disso, ele tem percorrido também os bairros de Timon, realizando visitas a casa de amigos e apoiadores.
"Já realizamos três reuniões nos bairros Conjunto Boa Vista, Mateuzinho e Padre Delfino. Cada uma delas maior do que a anterior e estamos sentindo que a população nos recebe com muito carinho. Sabemos que temos uma missão árdua, mas é justamente isso que nos motiva. E juntos com os nossos pré-candidatos a governador e a senador, Roberto Rocha e Alexandre Almeida, estamos levando até a população uma opção nova, para renovar a política maranhense", ressaltou o parlamentar.
Antunes Macêdo é farmacêutico por formação e tem um trabalho social muito grande na região em que mora, no bairro Pedro Patrício, em Timon. Em 2016 foi eleito para seu primeiro mandato de vereador, onde tem atuado principalmente nas áreas social e de saúde dentro do município de Timon. Agora em 2018, recebeu a missão de disputar uma vaga para a Assembleia Legislativa do Maranhão como representante de seu grupo político, que tem como principal nome o deputado estadual e pré-candidato a senador Alexandre Almeida.

Vereadora Professora Cláudia comemora vitória na defesa do direito das mulheres timonenses

Delegacia da Mulher terá sede própria em Timon
Delegado Humaitan, vereadora Professora Cláudia e o grupo de mulheres
A vereadora Professora Cláudia Regina (PMB) obteve mais uma conquista na defesa dos direitos das mulheres no início desta semana. A delegacia da mulher em Timon terá uma sede própria, separada do complexo de segurança.

A luta pela conquista de uma sede própria teve início assim que o governo do Estado do Maranhão anunciou a construção do complexo de segurança que englobaria a Central de Flagrantes, junto com as delegacias de Homicídios, de Entorpecentes, além da Delegacia da Mulher.

A partir daquele momento a vereadora Cláudia Regina debateu a importância de uma sede própria para a Delegacia da Mulher. "Buscamos este espaço separado justamente para preservar estas mulheres que já são vítimas de violência, para que possam ser atendidas em um local mais preservado, para que sejam atendidas de uma forma mais atenciosamente", destacou a parlamentar.

Após a realização de audiência pública em Timon e depois de se reunir com o sub-secretario Saulo de Tarso, a vereadora Cláudia expôs a situação e obteve a garantia de que a delegacia da mulher terá uma sede própria, separada do Complexo de Segurança em Timon. A Delegacia Especial da Mulher vai funcionar no bairro Santo Antônio no prédio da Delegacia Regional de Timon.

A vereadora Professora Cláudia esteve visitando o local onde vai funcionar a Delegacia da Mulher na última quarta-feira (18). A vereadora foi recebida pelo delegado regional Humaitan Silva de Oliveira.

"Foi uma luta grande, árdua, mas graças a Deus nós conseguimos. As mulheres de Timon vão ter esse novo espaço. Temos que agradecer em nome do sub-secretario Saulo de Tarso por ter observado que não teria a mínima condição da delegacia da mulher funcionar dentro de um complexo com outras unidades", agradeceu.

quinta-feira, 19 de julho de 2018 às 16:03

Eleições 2018: convenções partidárias para escolha de candidatos podem ser realizadas a partir desta sexta-feira (20)

Até dia 5 de agosto, partidos devem determinar quem concorrerá nas Eleições Gerais deste ano e definir eventuais coligações
A partir desta sexta-feira (20) até o dia 5 de agosto, os partidos políticos podem realizar convenções para definir as coligações e escolher os candidatos para Eleições Gerais de 2018. Após deliberação dos filiados da agremiação, os candidatos escolhidos poderão pedir o registro de candidatura à Justiça Eleitoral. Nesse último caso, a legislação eleitoral estabelece o dia 15 de agosto como data-limite.

As convenções partidárias são reuniões de filiados a uma legenda para análise de assuntos de interesse do grupo. A Lei das Eleições (caput do artigo 8º), por sua vez, define os prazos para a escolha dos candidatos e a deliberação das coligações (união de dois ou mais partidos a fim de disputarem eleições) nos anos em que se realizarem os pleitos. Nestas eleições, serão escolhidos durante as convenções os candidatos aos cargos de presidente e vice-presidente da República, governador e vice-governador, senador e respectivos suplentes, deputado federal e deputado estadual/distrital.

Para a realização das convenções de caráter eleitoral, os partidos poderão usar gratuitamente prédios públicos, responsabilizando-se por eventuais danos causados com a realização do evento.

Com a homologação das convenções realizadas a partir desta sexta-feira, será permitida a formalização de contratos que gerem despesas e gastos com a instalação física e virtual de comitês de candidatos e de partidos políticos. No entanto, o efetivo desembolso financeiro somente pode ocorrer após a obtenção do número de registro de CNPJ do candidato e a abertura de conta bancária específica para a movimentação financeira de campanha e emissão de recibos eleitorais. As informações são do TSE.