Anuncie aqui

sexta-feira, 29 de outubro de 2021 às 11:36

PRF inicia nesta sexta a Operação Finados 2021

Durante todo o feriado prolongado, a instituição reforçará o policiamento ostensivo em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia nesta sexta-feira (29) a Operação Finados 2021. Durante todo o feriado prolongado, a instituição reforçará o policiamento ostensivo em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade. O intuito é garantir aos usuários das rodovias federais segurança, conforto e fluidez do trânsito.

O somatório desses esforços e ações estratégicas da PRF tem finalidade preventiva, visto que, historicamente, há um aumento relevante do fluxo de veículos e de ônibus de passageiros nas rodovias do país durante esse período. Esses são fatores que contribuem para o aumento da violência no trânsito, podendo provocar elevação na quantidade de acidentes nas estradas.

Diante disso, com a Operação Finados 2021, que se estende até o dia 02 de novembro, a PRF intensifica a fiscalização de trânsito com o aumento do efetivo e de rondas ostensivas. Cerca de 200 policiais rodoviários federais estarão atuando nas rodovias e estradas federais do Pará, em escala de revezamento. As ações desenvolvidas pela PRF na Operação serão focadas na prevenção para a diminuição da gravidade dos acidentes, em uma resposta rápida para garantir fluidez ao trânsito, aumentar a percepção de segurança nas rodovias federais, no combate às infrações de trânsito, em especial às condutas geradoras de acidentes como: ultrapassagens indevidas e proibidas, dirigir sob influência de álcool, dirigir com velocidade incompatível, transitar pelo acostamento, dentre outras e no enfrentamento à criminalidade.

O Balanço final da Operação Finados 2021 será divulgado na quarta-feira (03/11) através dos canais de comunicação da PRF/PA.

Monitoramento 24h

A PRF realiza o monitoramento de todas as rodovias federais através das suas centrais de Comando e Controle, estaduais e nacional, com câmeras, rádios e telefones disponíveis. Estas ferramentas permitem acompanhar, em tempo real, as ocorrências relevantes, com segurança, precisão e velocidade para que a tomada de decisão seja a mais eficiente e acertada possível.

A unidade funciona de forma ininterrupta, prestando todo o auxílio necessário para garantir a segurança pública e a mobilidade no Brasil. A gestão está baseada em consciência situacional, que se apoia em tecnologia, protocolos, capacidade operacional de gestão da informação e conhecimento, otimizando processos de preparação e fornecendo resposta a incidentes.

Além disso, as ligações feitas para 191 são atendidas diretamente por uma pessoa, sem qualquer interlocutor digital. É um canal que preza pela agilidade e está disponível para qualquer cidadão fazer denúncias ou passar informações.

A PRF recomenda algumas condutas para a realização de uma viagem segura:

Planeje sua viagem e faça a revisão de seu veículo. É fundamental verificar a presença e o funcionamento de todos os equipamentos obrigatórios. Verifique também toda a documentação do veículo e do condutor.

Todos os ocupantes do veículo devem portar documento de identificação, inclusive crianças e adolescentes.

Respeite os limites de velocidade estabelecidos para a via e obedeça às placas de sinalização. Onde não existir sinalização ou se esta estiver prejudicada mantenha a velocidade compatível com as condições da via. Quanto maior a velocidade, maior é o risco e mais graves os acidentes.

O condutor e todos os passageiros do veículo DEVEM utilizar o cinto de segurança. Crianças menores de 7 anos e meio de idade devem estar utilizando o equipamento obrigatório compatível (bebê conforto, cadeirinha e/ou assento de elevação). Em caso de autuação o condutor será penalizado e o veículo ficará retido até a regularização da infração.

Ultrapasse sempre pela esquerda (somente em locais permitidos) e onde haja todas as condições necessárias para execução da manobra com segurança. Antes de iniciar uma ultrapassagem, certifique-se da distância e da visibilidade do veículo que pretende ultrapassar e dos que vêm em sentido contrário. Se outro veículo o estiver ultrapassando ou tiver sinalizado a intenção de fazê-lo, dê a preferência e aguarde a vez. Sinalize toda a manobra com antecedência. Redobre a atenção ao ultrapassar ônibus e caminhões. Por se tratar de veículos grandes e pesados, é preciso se certificar que há espaço suficiente para realizar uma ultrapassagem segura. Ao ser ultrapassado não acelere, não mude a trajetória do veículo e mantenha distância segura do veículo à frente.

Mantenha uma distância segura do veículo que vai à frente, a fim de se evitar colisões traseiras nos casos de freadas bruscas.

Cuidado com os pedestres, principalmente em perímetros urbanos cortados por rodovias. Redobre a atenção e reduza a velocidade sempre que verificar a presença de pedestres nos acostamentos e às margens das rodovias.

É importante também sempre levar água, frutas e alimentos não perecíveis no interior do veículo, para situações inesperadas como congestionamentos e interdições de pista.

Caso ocorra chuva durante sua viagem, acione os limpadores de para-brisa, diminua a velocidade e aumente a distância em relação ao veículo que segue à sua frente. Evite estacionar no acostamento, caso tenha que parar, procure um local seguro afastado da pista de rolamento.

Ocupantes de motocicletas: devem sempre usar o capacete e manter distância das laterais traseiras dos veículos, eliminando assim o chamado “ponto cego”. Antes de mudar de faixa de rolamento usar os retrovisores. Não trafegue próximo a caminhões. O deslocamento de ar produzido por esses veículos pode desestabilizar a motocicleta. Sempre circule com o farol ligado, para facilitar a visualização da motocicleta pelos pedestres e pelos veículos que estão no sentido contrário.

Trafegue sempre com os faróis acesos, mesmo durante o dia. Isso aumenta a visibilidade aos demais condutores e principalmente aos pedestres, além de melhorar a percepção de distância aproximada. As informações são da PRF.

Nenhum comentário:

Postar um comentário