Anuncie aqui

quarta-feira, 31 de outubro de 2018 às 16:33

Moradores denunciam falta de coleta de lixo em Timon

Em Timon, moradores do Residencial Miguel Arres denunciam a falta de coleta de lixo
Moradores do Residencial Miguel Arraes, em Timon, entraram em contato com o titular do Blog do Eduardo Rego para denunciar a falta de coleta de lixo no bairro. Segundo os moradores, há quase duas semanas não passa carro para coletar o lixo das residências no bairro.

“O caminhão está há quase duas semanas sem passar para fazer a coleta de lixo no bairro, relatou o morador.

“Praticamente todas as casas aqui tem em frente sacos de lixo e além disso, o mau cheiro já está tomando conta”, completou o morador.

Outro lado

O Blog do Eduardo Rego entrou em contato com o secretário de Limpeza de Timon, Alexandre Luz para ouvir seu posicionamento sobre o tema. Veja abaixo o que disse o secretário ao titular do Blog do Eduardo Rego.

"A coleta está sendo feita todo terça, quinta e sábado, houve um problema há 15 dias, mas foi logo resolvido, pois o caminhão havia quebrado, quando acontece algum problema a população me liga e logo é resolvido. Amanhã é dia de coleta no Residencial", explicou Alexandre Luz.

"Estão querendo fraudar a eleição da Mesa Diretora de Vereadores de Caxias", denuncia Paulo Marinho

Ex-prefeito Paulo Marinho denuncia possível fraude na eleição da Mesa Diretora da Câmara de Caxias
O ex-prefeito da cidade de Caxias, Paulo Marinho, usou as redes sociais para denunciar uma possível manobra na eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Caxias. 

"Estão querendo fraudar a eleição da Mesa Diretora de Vereadores de Caxias! Como cidadão e advogado não vou permitir. A manobra que tentam fazer é vetada pelo Art.9 do Regimento Interno. Se tentarem fraudar vai ser material nacional nas televisões de todo Brasil. Vamos mostrar passo a passo a compra de apoios, os mensalinhos pagos, e muito mais. Bolsonaro vai moralizar o Brasil... Caxias também precisa sair desse mundo de fraudes e roubalheira", disse o ex-prefeito Paulo Marinho.

OPERAÇÃO COOPERARE - Segunda fase de Operação aconteceu na manhã desta quarta-feira (31)

Aconteceu na manhã desta quarta-feira, 31, a segunda fase da Operação Cooperare, que investiga irregularidades na contratação da Cooperativa Maranhense de Trabalho e Prestação de Serviços (COOPMAR) pela Prefeitura de Paço do Lumiar.

Deflagrada pelo Ministério Público do Maranhão, por meio da 1a Promotoria de Justiça de Paço do Lumiar e do Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), em parceria com a Polícia Civil e Controladoria Geral da União (CGU), a operação cumpriu mandados de prisão preventiva de Gleydson de Jesus Gomes Araújo, Marcelo Antônio Muniz Medeiros, Raildson Diniz Silva, Marben Costa Bezerra, Hilda Helena Rodrigues da Silva, Carlos Alex Araújo Prazeres, Artur Costa Gomes, Gedian Lima de Macedo, Peterson Brito Santos, Lucas do Nascimento e Aislan Denny Barros Alves da Silva. Os acusados foram denunciados por lavagem de dinheiro, organização criminosa e peculato.

INVESTIGAÇÃO

A primeira fase da Operação Cooperare aconteceu em 2016. Durante as investigações, foi apurado que a COOPMAR, ao longo de três anos, recebeu repasses de 17 prefeituras e também da Federação das Administrações Municipais do Estado do Maranhão (Famem), da ordem de R$ 230 milhões.

Desse total, R$ 12.929.170,11 foram creditados pelo Município de Paço do Lumiar.

Relatórios técnicos da Assessoria Técnica do Ministério Público e da CGU constataram que a COOPMAR não possuía os requisitos necessários para ser classificada como cooperativa de trabalho, funcionando, na prática, como uma empresa privada.

Na época, foram cumpridos mandados de busca, apreensão e de bloqueio de bens, autorizados pela juíza Jaqueline Caracas, da 1ª Vara de Paço do Lumiar.

(Redação: CCOM-MPMA)

Eduardo Braide apresenta emenda que garante realização de concurso público para a saúde

O deputado Eduardo Braide (PMN) apresentou uma emenda à Medida Provisória n° 282/18, que altera, dentre outras questões, o prazo para contratação de servidores da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH), previsto na Lei n° 9.732/12. Para o parlamentar, a emenda garante a realização de concurso público para a área da saúde no Maranhão.

"A emenda que apresentei visa, justamente, resguardar a realização de concurso público para a área da saúde, visto que a MP 282/18, do Governo do Estado, prorroga em cinco anos o prazo da contratação de funcionários da EMSERH. E onde fica o respeito à Constituição e o compromisso para realizar concurso público? A nossa emenda corrige mais esse equívoco do Governo, para defender os milhares de maranhenses que esperam por essa oportunidade", justificou o deputado.

A emenda à MP 282/18, apresentada pelo parlamentar na reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), será votada no plenário da Assembleia. 

"Tenho certeza de que a nossa emenda deverá ser acolhida pelos demais deputados. O Governo do Estado precisa realizar concurso para que todos tenham igualdade no ingresso ao serviço público. Esse é também um anseio de milhares de enfermeiros, técnicos de enfermagem, médicos e demais profissionais da área da saúde", concluiu Eduardo Braide.

terça-feira, 30 de outubro de 2018 às 18:22

"Para o grupo político do prefeito as pessoas só servem no período da eleição", declara Henrique Júnior

O vereador Henrique Júnior (PMN) utilizou a tribuna da Câmara para relatar a falta de comprometimento do Executivo municipal com o funcionalismo público. 

Segundo o vereador, a gestão municipal tem comprometido mais de 54% do recurso público com folha de pagamento e esquecendo de investir na cidade em demandas que o povo precisa, a exemplo da empresa Mega On, que segundo ele está atrasada há mais de dois meses.

Para Henrique Júnior, o prefeito mostrou  mais uma vez que "gosta de vestir a camisa do atraso". Ao fazer referência sobre a empresa, Henrique afirmou que é terceirizada, mas é paga com dinheiro público. Em seu discurso, ele classificou ainda a atual gestão como "perseguidora e que desconhece os trabalhadores do dia-a-dia". E acrescentou em sua fala que "para esse grupo político as pessoas só servem no período da eleição".

"Não é atrasando salário e nem maltratando funcionários públicos que Timon vai desenvolver. O governo é bom de propaganda, mas aos poucos iremos desmascarar isso", finalizou o vereador que também fez referência a alternância de poder como caminho para a democracia neste país.

Conselhos para Bolsonaro ficar bem no Nordeste

Aliados dizem que ele não deve retaliar governadores e capitalizar ações federais na região
O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), terá de lidar no Nordeste com nove governadores que fizeram campanha para seu adversário, Fernando Haddad (PT). Conselheiros de Bolsonaro dizem que, para reduzir o apelo eleitoral dos petistas na região, ele não deverá retaliar nenhum governador e estabelecer uma estratégia de comunicação para capitalizar politicamente ações federais. Seus aliados se animaram com a ideia do sistema de irrigação no sertão nordestino, inspirada na experiência israelense, e acham que pode ser trunfo para o presidente.

(Coluna Expresso)

Reconhecimento: Agentes de Endemias agradeceram o trabalho da Câmara de Timon a favor da categoria

Nesta segunda-feira (29.10) o Sindicato dos Agentes Comunitários de Endemias (ACE) entregaram pessoalmente ao presidente da Câmara Municipal de Timon e Vereador, Uilma Resende, um ofício de agradecimento ao Poder Legislativo pelas manifestações de apoio a derrubada do veto do piso nacional da categoria. O Governo Federal publicou nova redação da Lei Nº 13.708/2018 fixando um reajuste nos salários das categorias que será ordenado em três anos a contar de janeiro de 2019. A medida contemplará também os Agentes Comunitários de Saúde (ACS).

Segundo o representante da classe, Gleyson Siqueira, a comunicação dos trabalhadores com os poderes: Legislativo e Executivo tem proporcionado conquistas importantes. “Já existe um Projeto de Lei aprovado no município que garante reajustes em nossos salários sempre que a Presidência da República determinar. Desta vez pedimos a interseção de deputados a nosso favor, por meio dos vereadores e, fomos bem atendidos, pois temos uma comunicação interessante com o legislativo municipal. Temos noção que sempre há um impacto financeiro nos cofres públicos quando fala-se em reajuste, mas também somos ouvidos pelo Poder Executivo que sempre atende as demandas que apresentamos”, comentou.

“Fiquei muito feliz ao receber o pedido de colaboração dos agentes porque há anos temos um trabalho de luta junto desses profissionais. Nos comprometemos a realizar uma reunião com a Secretaria de Saúde da cidade e demais órgãos municipais. O novo piso Já está assegurado por determinação do Governo Federal e iremos cumprir nosso papel de elo entre a população e o Poder Executivo”, comentou Uilma Resende.

(Assecom/CMT)

Timon: vereador Henrique Júnior denuncia atraso de salários na gestão Luciano Leitoa

“Prefeito Luciano Leitoa vestiu a camisa do atraso”, diz Henrique Junior
“O prefeito Luciano Leitoa vestiu a camisa do atraso, falou tanto  de outros governos e continua errando”, essa foi a tônica do discurso do vereador Henrique Junior (PMN), hoje, 29, na Câmara.

O vereador denunciou que os garis e outras categorias estão com dois meses de salários atrasados e que, enquanto isso o gabinete do prefeito e outras secretarias estão em dia, disse.

O vice líder do prefeito Jair Mayner (PSB) admitiu o atraso de salários na gestão do prefeito Luciano Leitoa, mas atribuiu às dificuldades do pagamento em dia ao governo federal que tem cortados os recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), e também às obrigações dos limites de contratos de Lei de Responsabilidade Fiscal, que impõe aos municípios a contratação da empresas terceirizadas para fugir dos índices de comprometimento com o pagamento das folhas.

(Do Blog do Ribinha)

segunda-feira, 29 de outubro de 2018 às 20:20

Atenção servidores! Prefeituras recebem R$ 1,9 bilhão de FPM nesta terça-feira (30)

Novamente menor, último FPM de outubro será transferido na terça
Com valor menor, o último repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) do mês será transferido aos cofres municipais na próxima terça-feira, 30 de outubro. Pouco mais de R$ 1,9 bilhão será partilhado entre as 5.568 localidades, considerando o desconto do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Sem essa retenção, o montante aumenta para R$ 2,3 bilhões.

O levantamento FPM: 3º repasse de outubro de 2018 da Confederação Nacional de Municípios (CNM) sobre o repasse, chamado de terceiro decêndio, explica que a base de cálculo considera o período de 11 de setembro a 20 deste mês. Geralmente, o repasse representa 30% do valor total repassado no mês. Com base nas informações da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), a entidade calcula que o Fundo será 7,45% menor, em comparação com o mesmo período de 2017 e em termos nominais. Quando se considera os efeitos da inflação, a redução sobe para 11,09%.

No entanto, mesmo com a retração mostrada acima, quando se considera o valor do mês, o Fundo de outubro teve crescimento de 5,79%. No mesmo mês do ano passado, os Municípios partilharam R$ 5,9 bilhões. A soma dos três repasses deste ano foi de R$ 6,2 bilhões. “Com valores deflacionados, evidencia-se um comportamento positivo ao longo do ano, com os meses de fevereiro, maio e junho representando as melhores taxas de crescimento até então, comparado com os mesmos resultados de 2017”, mostra o levantamento.

A área de Estudos Técnicos da CNM explica: do total repassado, os Municípios de coeficientes 0,6 ficarão com o valor de R$ 480.054.517,74, ou 20,03% do que será transferido. Eles representam 44,36% do total de prefeituras. “Os Municípios de coeficiente 0,6 se diferem para cada Estado, uma vez que cada um recebe um valor distinto fruto da participação no Fundo, ou seja, os Municípios 0,6 no Estado de Roraima se diferem dos Municípios 0,6 do Rio Grande do Sul”, expõe o levantamento. 

Distribuição

Como exemplo, a Confederação menciona um Município 0,6 do Goiás, que receberá o valor bruto de R$ 178.008,46, enquanto que um Município do Estado do PR receberá o valor bruto de R$ 216.175,68, sem os descontos. “Já os Municípios de coeficientes 4,0 – que somam 2,93% deles – ficarão com o valor de R$ 298.458.331,14, ou seja, 12,45% do total que será transferido”, menciona o documento da CNM.

O presidente da CNM, Glademir Aroldi, explica que os dois últimos – repasses inferiores ao do ano passado – demostram, claramente, a sazonalidade do FPM e a distribuição não uniforme ao longo do ano. “Ao avaliar o comportamento do FPM, mês a mês, percebe-se que os repasses ocorrem em dois ciclos distintos. No primeiro semestre há as maiores transferências, com destaque para os meses de fevereiro e maio. Em julho a outubro, ocorre um novo ciclo, com repasses significativamente menores, inclusive em setembro e outubro”, destaca o líder municipalista.

(Da Agência CNM de Notícias)

Vereador Anderson Pêgo denuncia que criança espera cinco anos para a realização de cirurgia, em Timon

Para Anderson Pêgo, o descaso além do setor de saúde, atinge também a falta de abastecimento de água pelo SAAE na zona rural de Timon
O vereador Anderson Pêgo (PSDB) ocupou a tribuna na sessão ordinária da Câmara Municipal de Timon na manhã desta segunda-feira (29) para cobrar medidas urgentes tanto em relação a melhoria dos serviços na área da saúde pública como a autonomia financeira do Serviço Autônomo de Água e Esgoto - SAAE, que cobre a zona rural do município, na questão do abastecimento de água e que apresenta sérios problemas com a falta de manutenção das bombas. Com isso, a população fica sem água até para o consumo humano. Em alguns casos, os vereadores representantes das comunidades afetadas tem que tirar dinheiro próprio para comprar os equipamentos danificados.   

No tocante ao descaso com a saúde pública, o vereador Anderson Pêgo lamentou o fato de uma criança moradora da Vila João Reis que espera há cinco anos a realização de uma cirurgia delicada de adenoide sem nenhuma solução. A falta desse atendimento vem agravando o estado de saúde da criança que continua respirando com dificuldades. 

Anderson Pêgo em tom duro olhando nos olhos dos colegas vereadores da base governista municipal foi logo dizendo: "se essa criança fosse parente de vocês, certamente o caso já tinha sido resolvido. Agora, ela não tem parentes políticos influentes. Daí, a prova do descaso mesmo em situação séria e urgente",  protestou o parlamentar oposicionista.

Mais adiante, Anderson Pêgo citou o Projeto de Lei do Orçamento - 2019, que tramita naquele Poder, pois deveria destinar mais recursos visando melhorar os investimentos nas Unidades Básicas de Saúde - UBS. Ele revelou que um médico recebe mensalmente R$ 3.500,00, um valor considerado baixo. Isso desestimula qualquer médico. Diante disso, o medico trabalha um ou dois dias por semana. Os outros profissionais de saúde entre enfermeiros e técnicos de enfermagem também não estão sendo valorizados com salários dignos.

"Enquanto isso, um eletricista contratado para prestar serviços a Prefeitura de Timon, através da empresa terceirizada Mega On Ltda, recebe mais do que um medico algo em torno de R$ 3.800, 00", disse o vereador Anderson Pêgo, comparando a falta de compromisso com a qualidade dos serviços no setor de saúde.

Bolsonaro diz que cumprirá promessas e governará com a Constituição

Em discurso, presidente eleito citou a bíblia e atacou a esquerda
O presidente eleito do país Jair Bolsonaro (PSL) usou sua conta oficial no Facebook, que tem mais de 8 milhões de seguidores, para transmitir seu primeiro discurso após a vitória. Com mais de 97% das urnas apuradas, o pesselista obteve pouco mais de 55% dos votos válidos, contra 44% de Fernando Haddad (PT).

Foram quase 8 minutos de pronunciamento na rede social, ao lado de sua esposa, Michele, e de uma tradutora de Libras (Língua Brasileira de Sinais). As imagens foram gravadas na casa do próprio candidato eleito. Sobre a mesa, havia exemplares da Bíblia, da Constituição e de um livro sobre o ex-primeiro ministro britânico Wiston Churchill, que liderou o Reino Unido durante a Segunda Guerra Mundial.

Inicialmente, Bolsonaro fez uma referência religiosa e agradeceu aos médicos que cuidaram de sua saúde, após o atentando à faca que sofreu no dia 6 de setembro. "Fizemos uma campanha diferente das outras. Nossa bandeira e nosso slogan, fui buscar naquilo que muitos chamam de caixa de ferramentas para consertar o homem e a mulher: a Bíblia sagrada",

Ele lembrou que tomou a decisão de disputar a Presidência da República há quatro anos. "A verdade tem que começar a valer dentro dos lares, até o ponto mais alto, que é a Presidência da República. O povo, mais que o dever, tem o direito de saber o que acontece em seu país. Graças a Deus, essa verdade o povo entendeu perfeitamente. Alguém sem um grande partido, sem um fundo partidário, com grande parte da grande mídia o tempo todo criticando, colocando-me numa situação, muitas vezes, próximo a uma situação vexatória".

Sem fazer referência a Fernando Haddad, o presidente eleito falou que o país clamava por mudança e fez críticas à esquerda, prometendo governar sem indicações políticas. "Não podíamos mais continuar flertando com o socialismo, o comunismo e o extremismo da esquerda. (...) O que eu mais quero, seguindo o ensinamento de Deus, ao lado da Constituição brasileira, inspirando-se em grandes líderes mundiais e com uma boa assessoria técnica e profissional, isenta de indicações políticas de praxe, começar a fazer um governo, a partir do ano que vem, que possa colocar o Brasil em um lugar de destaque", afirmou.

Bolsonaro disse ainda que terá governabilidade, "dado os contatos que fizemos ao longo dos últimos anos" e disse que "todos os compromissos assumidos com essas bandeiras serão cumpridos, com o povo em cada local do Brasil em que estive presente".  

Pronunciamento

Minutos depois, Bolsonaro falou em rede nacional, para emissoras de rádio e televisão do país. Antes de ler o discurso escrito, houve um rápido momento de oração, puxado pelo senador Magno Malta (PR), integrante da bancada evangélica e aliado do presidente eleito. Nesse segundo pronunciamento, Bolsonaro voltou a agradecer a Deus e ao povo brasileiro e falou dos diversos compromissos assumidos.

"O que ocorreu hoje na urnas não foi a vitória de um partido, mas a celebração de um país pela liberdade. O compromisso que assumimos foi fazer um governo decente. Nosso governo será formado por pessoas com o mesmo propósito de transformar nosso país em uma grande, livre e próspera nação. Trabalhermos dia e noite para isso", afirmou.

Em seguida, defendeu as liberdades de empreender, política, religiosa e de informar e ser informado. Bolsonaro disse que "não existem brasileiros do Sul e do Norte. Somos todos um só país, somos todos uma só nação". Ao se dirigir aos jovens, ele disse que vai governar "com os olhos nas futuras gerações e não na próxima eleição".

Federação

Bolsonaro falou também em "desamarrar" o Brasil e disse que vai descentralizar a liberação de recursos para os municípios. "Os recursos federais irão diretamente do governo central para os estados e municípios. Precisamos de mais Brasil e menos Brasília".      

Economia
O presidente eleito prometeu reduzir o tamanho do Estado. "O governo dará um passo atrás, reduzindo sua esturutura e cortando privilégios, para que a sociedade dê muitos passos à frente". Afirmou que terá compromisso com o emprego, a renda e o equilíbrio fiscal. O pesselista defendeu o direito de propriedade e falou em "quebrar o ciclo vicioso do crescimento da dívida [pública]". Ele disse que é preciso eliminar o déficit primário "o mais rápido possível e converter em superávit".

Política externa

Bolsonaro fez referência à política externa do país e disse que vai libertar o Itamaraty do que chamou de "viés de esquerda": "O Brasil deixará de estar apartado das nações desenvolvidas", afirmou.

Ao ser questionado por um repórter que mensagem ele teria para o conjunto de eleitores, inclusive os que não o elegeram, Bolsonaro prometeu trabalhar pela pacificação do país. "Vamos pacificar o Brasil e, sob a Constituição e as leis, vamos construir uma grande nação", afirmou. 

(Agência Brasil)

domingo, 28 de outubro de 2018 às 10:24

Votação já foi encerrada em 16 países na Ásia e Oceania

Eleição brasileira ocorre em 99 países do exterior e abrange 500.727 eleitores. Nesse caso, só é possível votar para presidente.
G1 - A votação de brasileiros em 16 países na Ásia e Oceania já foi encerrada, informou na manhã deste domingo (28) o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que centraliza a organização das eleições.

As urnas já foram fechadas na Nova Zelândia, Austrália, Japão, Coreia do Sul, China, Taiwan, Cingapura, Filipinas, Malásia, Hong Kong, Timor Leste, Indonésia, Vietnã, Tailândia, Índia e Nepal.

Nesses países, já passou das 17h deste domingo, momento em que as seções eleitorais fecham. A apuração dos votos nessas localidades e outras no exterior só começa a ser divulgada a partir das 19h de Brasília, quando se encerra a votação no Acre.

No total, 500.727 eleitores estão aptos a votar fora do Brasil em 171 diferentes cidades em 99 países em todos os continentes – no exterior, só é possível votar para presidente da República.

No primeiro turno, compareceram 297,1 mil eleitores, 59,4% do total dos aptos no exterior. Dentre esses, o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, obteve maioria de votos, 58,79% dos válidos; Fernando Haddad, do PT, ficou em segundo, com 10,10% dos votos válidos.

sábado, 27 de outubro de 2018 às 09:20

Apoiadores de Bolsonaro movimentam Timon neste sábado (27)

Eleitores e apoiadores do candidato do PSL fazem carreata a partir das 16h
As ruas de Timon devem ser tomadas pela última atividade de campanha em prol da candidatura a presidente da República de Jair Bolsonaro (PSL), neste sábado (27), às vésperas do segundo turno das eleições. 

coordenação de campanha da coligação Brasil Acima de Tudo, Deus Acima de Todos do candidato, Jair Bolsonaro, em Timon, que tem a frente o servidor público Júlio Cesar, vai realizar uma mega carreta na tarde deste sábado no município.

A concentração será às 16 horas na Rua 107, entrada do Conjunto Boa Vista próximo ao colégio João Lula no bairro São Francisco, em Timon

sexta-feira, 26 de outubro de 2018 às 12:44

XP/Ipespe: Bolsonaro lidera com 58%, Haddad tem 42%

Pesquisa XP/Ipespe divulgada na manhã desta sexta-feira (26) confirma a liderança do candidato Jair Bolsonaro (PSL) na corrida presidencial. Bolsonaro mantém 58% dos votos válidos, mesmo valor obtido na pesquisa da semana passada. Fernando Haddad (PT) tem 42%. O levantamento tem margem de erro de 2,2 pontos percentuais para cima ou para baixo.

Os números são idênticos aos da pesquisa divulgada na semana passada, o que confirma o favoritismo de Bolsonaro para o segundo turno. Haddad precisaria converter mais de 8,5 milhões de eleitores em apenas dois dias e sem horário de propaganda eleitoral no rádio e na televisão.

Considerando o quadro geral em votos totais, a pesquisa mostra Bolsonaro com apoio de 51% dos eleitores, ao passo que Haddad conta com 37%. Votos em branco, nulos e eleitores indecisos somam 12%. A atual diferença é apenas 1 ponto percentual menor do que a maior já registrada no levantamento, há duas semanas.

A pesquisa XP/Ipespe foi feita por telefone, entre os dias 23 e 24 de outubro, e ouviu 2.000 entrevistados de todas as regiões do país. A margem de erro é de 2,2 p.p. e o nível de confiança é 95,45%. O registro no TSE é BR-08283/2018.

(Fonte: Terra/Istoé)

Timon: Rodeio Churrascaria apresenta Solange Leal nesta sexta-feira (26)

Sexta-feira feliz é no Rodeio Churrascaria em Timon
Nesta sesta-feira (26/10), a partir das 20h30, Rodeio Churrascaria apresenta Solange Leal, que faz o diferencial no mundo artístico da região. Por isso, você não é louco de perder!  E tem mais: depois das 18h, open house.

Então, faça parte do nosso show de musicas ao vivo. Agradece Rodeio Churrascaria, na Avenida Piauí, próximo ao Mix Atacarejo, em Timon (MA).

É hoje!

13º salário deve injetar R$ 211,2 bilhões na economia

Segundo levantamento do Dieese, 84,5 milhões de brasileiros devem receber o abono
O pagamento do 13º salário deve injetar R$ 211,2 bilhões na economia até dezembro deste ano, conforme estimativas divulgadas pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estutdos Socioeconômicos (Dieese). O valor representa cerca de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro.

O 13º deve ser pago, de acordo com a lei, até o dia 20 de dezembro. No entanto, várias categorias recebem adiantamento do valor, que tem média de R$ 2,3 mil, em uma primeira parcela paga em novembro. Aposentados e pensonistas do INSS já receberam a parcela entre agosto e setembro deste ano. A segunda parcela desse grupo cai a partir de 24 de novembro.

Cerca de 84,5 milhões de brasileiros devem ser beneficiados pelo pagamento do 13º salário — 57,6% desse total são de trabalhadores do mercado formal, como empregados domésticos com carteira de trabalho assinada. Aposentados e pensionistas da Previdência Social representam 34,8 milhões, ou 41,2% do total. Aproximadamente 1,2% do total são aposentados e benefíciarios de pensão da União.
Do valor a ser pago como abono, aproximadamente R$ 139,4 bilhões, irão para os empregados formalizados. Outros 34%, perto de R$ 71,8 bilhões, serão pagos aos aposentados e pensionistas.

Para os assalariados formalizados dos setores público e privado, a maior parcela do montante a ser distribuído caberá aos ocupados no setor de serviços. Empregados da indústria receberão 17,4%; os comerciários terão 13,3%; aos que trabalham na construção civil será pago o correspondente a 3,1%; enquanto 2,1% serão concedidos aos trabalhadores da agropecuária. (Por Diário do Poder, com informações da FolhaPress)

quinta-feira, 25 de outubro de 2018 às 18:32

Só "tsunami" pode fazer Bolsonaro perder eleição, diz presidente do Ibope

Na mais recente pesquisa, Bolsonaro (PSL) apareceu com 57% das intenções de voto contra 43% de Fernando Haddad (PT)
Exame - Só um “tsunami” poderia fazer Jair Bolsonaro (PSL) não ser eleito presidente da República no próximo domingo, 28, nas palavras do presidente do Ibope, Carlos Augusto Montenegro. Em entrevista ao Broadcast Político/Estadão, ele afirma que o cenário aponta hoje para a vitória do candidato do PSL na disputa contra Fernando Haddad (PT) nas eleições 2018. “A grande dúvida, como não haverá debate na TV e os fatos são esses que estão acontecendo, é qual vai ser a diferença (para Haddad)”, diz Montenegro.

Na mais recente pesquisa Ibope/Estado/TV Globo, divulgada na última terça-feira, 23, Bolsonaro apareceu com 57% das intenções de voto contra 43% de Fernando Haddad (PT), em um cálculo que considera apenas os votos válidos. A diferença entre os dois é de 14 pontos porcentuais, conforme o levantamento.

A vantagem do vencedor dependerá da acomodação final de votos dos eleitores que hoje se dizem indecisos e das abstenções, afirma Montenegro. “As abstenções podem correr de uma forma homogênea ou ficarem maiores em determinadas regiões”, aponta. No levantamento divulgado pelo instituto no último dia 23, 3% dos eleitores se dizem indecisos ou não responderam ao questionamento sobre intenção de voto.

O Nordeste, região que declara mais simpatia por Fernando Haddad, pode registrar uma abstenção maior no segundo turno, diz o presidente do instituto. Como a eleição foi decidida logo na primeira etapa em sete Estados nordestinos, parte do eleitorado pode ficar desmotivada à ir às urnas por não haver um candidato ao governo estadual que puxe votos, argumenta Montenegro.

A convicção de votos tanto do eleitorado de Bolsonaro quanto do eleitor de Haddad dificulta um cenário de reversão, diz o dirigente do instituto. “A certeza de votos dos dois candidatos é muito grande, e eles são antagonistas. Só um tsunami poderia fazer um eleitor do Haddad votar em Bolsonaro e vice-versa. Há uma guerra desde o início entre o anti-PT versus o PT.”

Presidente do PSL de Timon, Ferdinan Honda, reforça ligação com Maura Jorge em visita à capital São Luís

Na manhã da última terça-feira, 23, o presidente do PSL de Timon e ex-candidato a deputado estadual, Ferdinand Honda, esteve na capital São Luís ao lado da ex-candidata ao governo do Maranhão, Maura Jorge.

Durante encontro com Maura Jorge, Ferdinad Honda recebeu a missão de ser um dos coordenadores da campanha em prol de Jair Bolsonaro nesta reta final de disputa eleitoral, em Timon. Maura Jorge é a coordenadora geral da campanha de Bolsonaro no Maranhão. A meta é aumentar a votação no município em relação ao primeiro turno.

Na oportunidade Maura Jorge gravou um vídeo ao lado de Ferdinad Honda convidando a população timonense a participar de uma carreata de encerramento da campanha de Jair Bolsonaro na cidade de Timon. A carreata acontecerá, no próximo sábado, 27, a partir das 16 horas com concentração na Rua 107 próximo ao colégio João Lula, ao lado do Posto de Gasolina no bairro São Francisco em Timon..

Assista o vídeo abaixo.


                                                        

Atenção Construtoras! Licitação na Prefeitura de Caxias

As construtoras interessadas em participar de uma licitação cujo o objeto é a contratação de uma empresa na área de engenharia especializada para recuperação de estradas vicinais no 1° e 2° Distrito, a prefeitura de Caxias através da Secretaria Municipal de Infraestrutura abriu oportunidade através da Concorrência nº 018/2018.

A sessão já tem data marcada e será no dia 23 de novembro deste ano. A licitação do 1° Distrito será realizada ás 8 horas e a do 2° Distrito acontecerá às 11 horas no Centro Administrativo "Gonçalves Dias" no prédio da Comissão Central de Licitação localizado na Praça Gonçalves Dias, S/N, Centro de Caxias.

O edital e seus anexos estão a disposição dos interessados no prédio da Comissão Central de Licitação no endereço citado anteriormente no horário das 08h00 às 13h00. Em nenhuma hipótese haverá entrega de edital fora do horário previsto neste aviso de licitação.

Asmat convida proprietários de bandas e promotores de eventos para reunião na próxima quarta-feira (31)

Associação de Músicos e Artistas de Timon convida membros da classe para uma reunião na próxima quarta-feira, 31
A Associação de Músicos e Artistas de Timon (ASMAT), está convidando os proprietários de bandas e promotores de eventos para uma reunião onde será tratado assuntos de interesse da classe.

O evento será realizado na próxima quarta-feira, 31, a partir das 19h00, no Clube do Zagalo, localizado na Rua 06, bairro Pedro Patrício em Timon.

Agradece a diretoria.

Timon: Fundacam entrega certificados dos Cursos de Informática Básica e Avançada

Fundacam forma 168 alunos nos cursos de Informática Básica e Avançadas
168 alunos dos Cursos de Informática Básica e Avançada, ofertados gratuitamente pela Câmara Municipal de Timon, por meio da Fundação José Celso Martins - Fundacam, receberam seus certificados nesta quarta-feira (24.10). O espaço foi totalmente reequipado na atual presidência do vereador Uilma Resende (PDT). O parlamentar adquiriu 13 novos computadores beneficiando centenas pessoas da zona rural e urbana.

Marielly Sena (16) é aluna da Unidade Escolar Edgard schalcher e para à adolescente, o aprendizado será essencial na hora de disputar uma vaga no mercado de trabalho: “Ter conhecimento em informática é muito importante porque a maioria das seleções de emprego exigem conhecimentos mínimos nessa área. O diferencial das aulas na Câmara Municipal é que os conteúdos não são repetitivos como noutras instituições que conheci”, comentou.

Os cursos estão disponíveis às pessoas com idade a partir de quinze anos, incluindo pessoas com deficiência, nos turnos: manhã, tarde e noite. Segundo a coordenadora, Nesclide Alves, as qualificações estão abertas ao público. “Muitos dos nossos ex-alunos já estão trabalhando, inclusive em grandes redes de farmácias. Após finalizar o processo de aprendizagem nós orientamos todos e todas que procurem o Sistema Nacional de Emprego de Timon - SINE. As aulas são gratuitas”. O SINE de Timon funciona na sede da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico – Semdest, localizada na Rua Miguel Simão, 519 – Centro.

As pessoas interessadas nos cursos de informática devem comparecer à Câmara Municipal de Timon localizada na Avenida Francisco Carlos Jansen, Centro, de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 12h, munidas dos documentos pessoais.  É importante ressaltar que há uma lista de espera e à medida que turmas forem recebendo seus certificados de conclusão, os(as) inscritos(as) serão convocados(as).

(Assecom/CMT)

quarta-feira, 24 de outubro de 2018 às 18:52

Júlio César apoiador de primeira hora de Bolsonaro quer ampliar votação do candidato do PSL em Timon

A ex-candidata a governadora do Maranhão pelo PSL, Maura Jorge, que esteve reunida com o candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, voltou entusiasmada do encontro para conquistar mais votos em todo o Estado na eleição do segundo turno neste domingo, dia 28 de outubro.

Nesse sentido, Maura Jorge vem ampliando os contatos com as lideranças visando melhorar a performance eleitoral de Jair Bolsonaro. Em Timon, por exemplo, Jorge ganhou desde o primeiro turno o apoio incondicional de um aliado combativo. Trata-se do servidor público Júlio César que abraçou tanto a campanha de Maura Jorge para o Governo do Estado como a de Jair Bolsonaro para à Presidência.

Durante encontro com Maura Jorge, Júlio César recebeu a missão de cuidar da coordenação da campanha em prol de Jair Bolsonaro no segundo turno, em Timon. Maura Jorge é a coordenadora geral da campanha de Bolsonaro no Maranhão.

Apesar das dificuldades do ponto de vista financeiro devido a limitação de recursos, Júlio César não mede esforços para elevar o percentual de votos em favor de Bolsonaro no município de Timon. A meta é aumentar a votação em relação ao primeiro turno.

"Queridos amigos irmãos de Timon. Primeiro, quero agradecer pela expressiva votação de Bolsonaro no primeiro turno. Fui ao Rio de Janeiro e tive encontro com o nosso futuro presidente Bolsonaro. Voltei com a incumbência dada por ele para ampliarmos a votação no segundo turno no Maranhão. Por isso, estou recomendando ao Júlio César mais esforços na busca por votos em Timon. Sem dúvida, serão feitos movimentos para atrair mais eleitores", disse Maura Jorge em vídeo gravado na capital São Luís durante encontro com Júlio César, apoiador de primeira hora do presidenciável Bolsonaro na cidade de Timon.

Assista na íntegra o vídeo.


                                                                                                    

PGR cria Força Tarefa para atuação nos processos da Operação Topique

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, por meio da Portaria PGR/MPU nº 940, de 16 de outubro de 2018, publicada no DOU de ontem (23), determinou a constituição de Força Tarefa, composta pelos procuradores da República Marco Aurélio Adão, Tranvanvan da Silva Feitosa e Israel Gonçalves Santos Silva, para atuarem nos processos da Operação Topique. 

Os membros da Procuradoria da República no Piauí, atuarão em conjunto com a procuradora da República Cynthia Arcoverde Ribeiro Pessoa, no Processo n° 5516-05.2016.4.01.4000 (IPL n° 023/2015-SR/DPF/PI), em trâmite na 3ª Vara da Seção Judiciária do Estado do Piauí, bem como nos feitos conexos e/ou dele decorrentes. As informações são do MPF-PI.

Maura Jorge se consolida como líder da oposição após 1° turno

A ex-prefeita, ex-deputada e ex-candidata ao governo, Maura Jorge (PSL), dá sinais de que não pretende se recolher após o resultado das urnas, das quais saiu como terceira colocada na disputa pelo governo. Incansável e com uma disposição invejável de quem não foge à luta, Maura já é o principal contraponto ao governo Flávio Dino (PCdoB) no Maranhão.

Diante do recolhimento dos também ex-candidatos Roseana Sarney (MDB) e Roberto Rocha (PSDB), Maura manteve-se ativa, mesmo com o resultado do primeiro turno, pelo fato de Jair Bolsonaro (PSL) estar disputando o segundo turno presidencial com amplas chances de vitória.

Caso Bolsonaro vença a eleição do próximo domingo (28), Maura se consolidará como a opção ao grupo de Flávio Dino em 2022.

Diferentemente de Roseana, que se recolhe nos períodos de entressafra de campanha; e de Rocha, que carece de carisma e empatia, Maura mostra-se cada dia mais disposta para o confronto com o comunista nos próximos quatro anos. E aposta suas fichas no próprio empoderamento em um eventual governo Bolsonaro.

terça-feira, 23 de outubro de 2018 às 18:16

Edilázio Júnior retorna a Timon para agradecer a votação recebida no município

O deputado estadual Edilázio Júnior (PSD), recém eleito deputado federal segue visitando os municípios maranhenses e agradecendo a população e as lideranças pela vitória nas eleições de 2018. 

Edilázio Júnior estará nesta sexta-feira, 26, em Timon, ao lado da Professora Socorro Waquim, vereadores, lideranças e toda militância para agradecer os 6.052 votos obtidos no município e reafirmar seu compromisso com a população timonense.

O evento acontecerá a partir das 19h00 na chácara do vereador Torres que fica localizada na Rua Firmino Gonçalves Pedreira (antiga Rua do Fio), nº 2000, esquina com Rua 15, bairro Parque Piauí em Timon.

Eleitores não podem ser presos nem detidos a partir de hoje (23)

Exceção abrange apenas casos de prisão em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou por desrespeito a salvo-conduto
A partir desta terça-feira (23) até 48 horas depois do término da votação no próximo domingo, nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, salvo em flagrante delito, ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto. A determinação consta do artigo 236 da Lei nº 4.737/1965 (Código Eleitoral).

No dia do segundo turno da eleição, em 28 de outubro, constituem crimes arregimentar outros eleitores ou realizar propaganda de boca de urna, bem como utilizar alto-falante e amplificador de som, promover comício ou carreata e divulgar qualquer tipo de propaganda de partido político ou candidato.

Também no dia da votação, está proibida a publicação de novos conteúdos ou o impulsionamento de conteúdos nas aplicações de internet de que trata o art. 57-B da Lei nº 9.504/1997, podendo ser mantidos em funcionamento as aplicações e os conteúdos publicados anteriormente. Essas regras constam do artigo 81 da Resolução TSE nº 23.551/2017.

O mesmo dispositivo estabelece a punição para quem for flagrado praticando esses crimes: detenção de seis meses a um ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, e multa no valor de R$ 5.320,50 até R$ 15.961,50. As informações são do TSE.

Vereador Uilma Resende propõe bonificação a professores da rede pública de Timon

Nesta segunda-feira,22, o presidente da Câmara de Timon, Uilma Resende (PDT), apresentou ao Executivo Municipal o Pedido de Providência Nº 062/2018 que propõe a implantação do “Programa de Valorização do Mérito” no Fundamental Regular da rede pública. O objetivo é motivar os professores através de bonificações e consequentemente, melhorar ainda mais o desempenho dos estudantes em sala de aula.

Para o autor da proposta, investir no ensino é o primeiro passo para uma sociedade igualitária. “Estamos propondo ao Governo Municipal uma bonificação financeira aos professores das escolas públicas que atingirem o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). Já melhoramos a estrutura física das escolas, nossos professores estão com salários em dia, dentre outros ganhos para a Educação local. Esse modelo de incentivo já existe em várias cidades brasileiras e acreditamos que nossos mestres sejam merecedores, também”, comentou o vereador Uima Resende.

O Poder Legislativo atua em caráter fiscalizatório , mas também em consonância com o Poder Executivo a fim de desenvolver políticas públicas de interesse dos timonenses. A Câmara de Vereadores comunica que todo trabalho será desenvolvido em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SEMED).

(Assecom/CMT)

segunda-feira, 22 de outubro de 2018 às 17:02

Cristãos do Maranhão oficializam apoio a Bolsonaro em ato contra o Comunismo

Há menos de uma semana para as eleições presidenciais neste segundo turno, diversas lideranças cristãs vêm se mobilizando para expressar publicamente seu apoio ao candidato Jair Bolsonaro (PSL). No Maranhão, o presidenciável também tem se fortalecido. No último sábado (20), diversos líderes cristãos de várias denominações, promoveram o Encontro pela Família Maranhense contra o Comunismo e concluíram unanimemente que a igreja será o ícone diferencial para a alteração dos votos em favor de Bolsonaro no Maranhão. 

Realizado no auditório do Grêmio Lítero Recreativo Português, em São Luís, o evento contou com a presença de líderes de mais de 50 igrejas evangélicas, católicas e instituições que defendem verdadeiramente os princípios e valores cristãos, além da participação da coordenação oficial que representa o presidenciável Jair Bolsonaro no Maranhão, sob a liderança da ex-candidata ao governo Maura Jorge.

Segundo o professor Ted Anderson, jurista e palestrante do evento, o encontro foi importante para reunir líderes que se sentiam desprestigiados: “Fomos procurados por lideranças evangélicas que buscavam expressar seu apoio ao candidato Jair Bolsonaro mas que não sabiam a quem recorrer legitimamente. Elas também queriam demonstrar seu descontentamento com o crescimento do comunismo no Estado, no que nos dispomos a contribuir e a mobilizar mais personalidades para assim promover orientações sobre o contexto ideológico do comunismo e do cristianismo”, disse Ted que também é coordenador jurídico da campanha de Bolsonaro e membro da equipe estadual de Maura Jorge.

Durante o Encontro, foi pautado e debatido o contexto político do Brasil. O bispo Mário Porto, um dos palestrantes, destacou que é chegado o momento de os cristãos se posicionarem em apoio a Jair Bolsonaro para presidente: “Vivemos décadas de incertezas e inconstâncias morais e econômicas. A posição da igreja será primordial. A diferença fundamental entre o comunismo e o cristianismo está na ideologia religiosa de ambos. O comunismo é um sistema ateu, que renuncia à toda religião. Já o cristianismo prega o amor a Deus e a todos. Enquanto o comunismo evidencia a luta de classes, o cristianismo tem em si os ideais do Evangelho de Cristo” afirmou Mário Porto que é presidente da Igreja Comunidade Vida.

Ao se posicionar, o pastor Valdir da Igreja Universal reforçou que "estamos em uma guerra e todos nós somos os soldados de Cristo nesta batalha e a arma é o voto". Já o pastor Paulo Dutra da Igreja De Todo o Coração prestou importantes esclarecimentos sobre o comunismo, responsável por milhares de mortes em diversos países de todo o mundo.  

O principal encaminhamento do encontro foi a criação do “Fórum Permanente da Família Cristã contra o comunismo”, como explicou o missionário Erisson Sousa, da Igreja Casa de Oração de São José de Ribamar: “A proposta visa criar um ambiente interdenominacional e plural, onde lideranças cristãs evangélicas maranhenses possam dialogar sobre pautas como, política, aborto, candidatura de pastores, homofobia entre outras, com o foco voltado para a defesa dos valores bíblicos. Como já possuímos no Estado organizações que mobilizam líderes de igrejas, contaremos com elas para promover e fortalecer o Fórum” explicou Erisson.

A importância da vivência da Palavra na prática e a União dos evangélicos em favor da família, foi abordado pelo pastor Francisco Aranha, presidente da Associação dos Ministros do Evangelho do Estado do Maranhão (AME), que na oportunidade também lamentou a ausência e omissão de mais igrejas em favor da luta pelos princípios cristãos. Segundo ele, os verdadeiros cidadãos de bem precisam votar em Bolsonaro porque ele é a única solução para resgatar a ordem e a decência da nação. Em sua fala ele declarou ainda que o presidenciável não é um "candidato perfeito”, mas é o único que defende a família, a moral e os bons costumes.

Como encaminhamento, o grupo pretende mobilizar até o próximo domingo, dias das eleições, o maior número possível de igrejas para auxiliar diariamente nas redes sociais voluntariamente. Estiveram presentes também Pastora Edina (Igreja Missionária Betel Brasileiro - Brasília), Ciro Nolasco (co-fundador do Movimento Pró Família do Maranhão), pastor Wanderson Gomes (Igreja Assembleia de Deus Missão em Coroadinho), Clesio Muniz (paróquia São Paulo Apóstolo), Rogerio Lima (Assembleia de Deus área 14), Inaldo Pereira (membro da Igreja Batista Nacional de Paço do Lumiar), Decivaldo (Igreja Internacional da Graça de Deus), Carlos Nina (presidente do Grêmio Lítero Recreativo Português).

Prefeito de Pinheiro agradece votação recebida em Timon para sua esposa eleita deputada estadual

O prefeito do município de Pinheiro, Luciano Genésio, manifestou sua gratidão aos eleitores de Timon pela votação concedida à sua esposa Dra.Thaiza Hortegal, eleita deputada  estadual com mais de 50 mil votos pelo Maranhão. 

Em vídeo divulgado durante a comemoração da vitória, Luciano reafirmou que Thaiza levará para a Assembleia o compromisso que assumiu com a população timonense e garantiu que honrará cada um dos 1290 votos recebidos na cidade, frutos da parceria com o vereador Ramon Júnior e a Família R.A.

Assista na íntegra o vídeo.

                                                      

sábado, 20 de outubro de 2018 às 15:58

O peso da rejeição no segundo turno

Em pesquisa Datafolha, 25% dos eleitores de Bolsonaro e 20% dos de Haddad apontam objeção ao PT ou ao ex-capitão como uma razão para voto
Terra - Um quarto dos eleitores do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) e um quinto dos que pretendem votar em Fernando Haddad (PT) apontam a rejeição ao PT ou ao ex-capitão como uma das razões para a escolha, aponta pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (20/10).

Apenas 12% dos apoiadores de Bolsonaro e 15% dos de Haddad disseram fazer tal opção por considerar que o candidato escolhido tem o melhor conjunto de propostas ou plano de governo. Trata-se do quinto e do segundo motivos mais citados pelos eleitores dos candidatos do PSL e do PT, respectivamente.

O levantamento considerou as respostas espontâneas às perguntas "Por quais motivos você pretende votar em ...? Por quais outras razões? Como assim", sendo possível citar múltiplas explicações para o voto.

Além da rejeição ao PT - que cresce quanto maior a renda e a faixa etária -, o desejo de mudança, de renovação ou alternância de poder é decisivo para grande parte (30%) dos que declararam voto em Bolsonaro. Segundo o último levantamento do Datafolha, o candidato conta com 59% dos votos válidos.

Entre os eleitores do ex-capitão, 17% mencionaram suas propostas de seguranças como motivo para o voto. A política proposta por Bolsonaro para a área consiste num tripé baseado em leis mais duras, licença para matar e armamento da população.

A imagem e os valores pessoais defendidos pelo candidato do PSL foram mencionados por 13% dos entrevistados, chegando a 17% entre os eleitores evangélicos. Outra razão bastante citada (10%) foi o combate à corrupção prometido pelo ex-capitão.

A rejeição a Bolsonaro, por sua vez, é maior entre os eleitores de Haddad mais jovens (29% dos que têm até 29 anos) e mais escolarizados (35% dos que têm ensino superior). A proporção também cresce à medida que aumentar a renda.

O plano de governo do petista - que segundo o último levantamento Datafolha conta 41% das intenções de voto - é o segundo motivo mais citado (15%) para votar nele. A seguir, vem o alinhamento ao partido (13%) e a influência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (11%).

Lula está preso desde 7 de abril, condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Após ter sua candidatura barrada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com base na Lei da Ficha Limpa, o ex-presidente indicou Haddad como seu substituto para encabeçar a chapa petista.

Além da ligação com Lula, também conta para eleitores de Haddad (11%) a capacidade do ex-prefeito de São Paulo de governar. Dos entrevistados favoráveis ao petista, 7% se identificam com a imagem e os valores pessoais defendidos pelo candidato.

Em outra pesquisa divulgada pelo Datafolha na última quinta-feira, os entrevistados foram questionados em qual dos dois presidenciáveis eles votariam com certeza, talvez votassem ou não votariam de jeito nenhum.

Segundo o levantamento, 48% votariam com certeza em Bolsonaro, enquanto 33% responderam o mesmo sobre Haddad. Outros 10% afirmaram que talvez votassem no candidato do PSL, contra os 12% que disseram talvez votar no presidenciável petista.

A rejeição de Haddad, no entanto, que era mais baixa do que a de Bolsonaro nas pesquisas antes do primeiro turno, agora supera a do ex-militar. Segundo o Datafolha, 54% não votariam de jeito nenhum no candidato do PT, enquanto 41% disseram o mesmo sobre seu adversário.

Bolsonaro obteve 46% dos votos no primeiro turno, contra 29% de Haddad. Ambos disputam o segundo turno no próximo domingo, 28 de outubro.

Principais razões para votar em Bolsonaro:

- Renovação/mudança/ alternância de poder (30%)

- Rejeição ao PT (25%)

- Propostas de segurança (17%)

- Imagens e valores pessoais (13%)

- Plano de governo (12%)

- Combate à corrupção (10%)

Principais razões para votar em Haddad:

- Rejeição a Bolsonaro (20%)

- Plano de governo (15%)

- Alinhamento ao partido (13%)

- Experiência e capacidade de governar (11%)

- Por causa de Lula (11%)

- Imagem e valores pessoais (7%)

sexta-feira, 19 de outubro de 2018 às 20:30

"Para quem está morrendo afogado, jacaré é tronco", diz Roberto Rocha

Para quem está morrendo afogado, jacaré é tronco

Eu perdi uma eleição amarga, enfrentando duas máquinas onipresentes na política do Maranhão, e ainda o surgimento de um novo fenômeno político nacional que contribuiu para afastar as possibilidades do PSDB surgir com chances de crescimento. 

De todos os grandes partidos, fomos o único com presença nacional que não se aliou às duas candidaturas principais. 

Minha candidatura, montada pelo PSDB para ajudar o palanque de Geraldo Alckmin - homem público que honra a vida nacional - representou um esforço enorme que, por conta das circunstâncias que todos conhecem, acabou num ponto cego do radar eleitoral.

Ainda assim, não sou daqueles que buscam culpados para as vicissitudes da política. Há que aprender as lições e seguir em frente. Por isso estranhei quando o ex-governador José Reinaldo, de posse dos resultados eleitorais, apontou um único culpado pela derrota de seu pleito. E esse culpado seria eu!

Mas não fui eu que ofereci a ele a única chance de competir por um partido com tempo de televisão e fundo eleitoral? Não fui eu quem prestigiou a sua chegada ao PSDB com a presença em meu gabinete de lideranças nacionais do partido?

E pior, ele ainda guarda palavras de elogio em seu artigo ao atual governador, que de forma infame o escorraçou, e guarda silêncio a quem com tanto sacrifício, Madeira e Alckmin, lhe dispensaram todas as honras para viabilizar a sua candidatura. 

Para agradar o governo comunista, e conseguir no próximo ano um emprego, será que precisa ser tão medíocre?

“A mão que afaga é a mesma que apedreja”, lembrando os versos do poeta Augusto dos Anjos, que compara a ingratidão a uma pantera. 

Não posso deixar de lembrar disso, ao saber a bisonha explicação que foi a ausência do filho de um ilustre vereador de Caxias na sua chapa que tirou-lhe as chances de competir. O que mais dizer? 

Que todos os candidatos a deputado do partido assinaram um documento manifestando apoio a candidatura de Waldir Maranhão e Alexandre Almeida, mas que eu contornei, e depois de muita conversa acatamos a indicação da irmã do prefeito de Pinheiro para compor a chapa de José Reinaldo? Que ele foi o único que recebeu 100% da verba do fundo eleitoral, a que nem mesmo eu recebi integralmente?  Que fez sua campanha no Rádio e na TV e nos impressos sem citar os nomes dos candidatos a governador e presidente da República do partido que financiava sua campanha? 

Ele sabe que eu só tinha a candidatura registrada, mas na maior parte do tempo fiquei com minha família, por causa do grave problema de saúde com meu filho. Sabe que estou em São Paulo, com meu filho, que está internado no hospital fazendo quimioterapia. Sabe que bem no início da campanha meu filho teve agravado seu estado de saúde. Sabe que naquele momento só não retirei oficialmente a candidatura para não ser acusado de estar a serviço do adversário. Sabe que os poucos programas que gravei eram frequentemente repetidos, e que no final foi contratada uma atriz porque não conseguia mais gravar. Ele sabe que esperei, em casa, a única oportunidade de estabelecer o contraste, a diferença, entre os candidatos a governador, que foi o debate da Globo/Mirante. Nunca fui a uma reunião com nossa equipe para me preparar para esse debate, que foi o primeiro da minha vida. E foram feitas quase 10 reuniões. 

Fiquei em casa, vivendo os dias mais difíceis da minha vida, à beira de uma depressão, bebendo para dormir, e acordando para beber. 
Uns preferem se drogar, outros se suicidar, a minha fuga da realidade era dormir. Nunca chorei tanto em minha vida, mas escondido. 
Não é tarefa fácil para um pai parecer forte diante da enfermidade grave de um filho querido e amado. Eu pensava que era um homem forte, mas agora eu conheço minhas maiores fraquezas, meus limites. 

Então agora, com os resultados conhecidos, o culpado pela derrota do ex-governador e do PSDB foi Roberto Rocha? Decerto ele sabia, desde o início, do tsunami eleitoral que varreria o pleito. Decerto sabia que ainda assim, a bordo do PSDB, teria a única chance de vitória. Ele diz que foi uma exceção, num deserto de ideias. Que foi o único que discutiu propostas para o Maranhão. Pois é. Durma-se com um barulho desses.

Termino mais uma vez lembrando o poeta. “Ninguém assistiu ao formidável enterro de tua última quimera. Somente a ingratidão, esta pantera, foi tua companheira inseparável.”

E meu saudoso pai me ensinou: “Em rio que tem piranha, jacaré nada de costas”. E eu completo: Para quem está morrendo afogado, jacaré é tronco. 

(Roberto Rocha, senador)

Evangélicos do Maranhão convidam para Encontro pela Família Maranhense em Favor do Estado Democrático de Direito

Diversas lideranças evangélicas do Maranhão, realizarão neste sábado (20), em São Luís, o Encontro pela Família Maranhense em Favor do Estado Democrático de Direito e contra o Comunismo. 

O evento será realizado às 17 horas no Auditório do Grêmio Lítero Recreativo Português, localizado na Rua do Sol, 55, em frente à praça João Lisboa (Centro). 

Durante a programação, serão ministradas palestras, entoados louvores e pregações acerca da temática abordada. Já confirmaram presença pastores, bispos, missionários e líderes religiosos de diversas denominações.

O QUÊ? Encontro pela Família Maranhense em Favor do Estado Democrático de Direito e contra o Comunismo. 

LOCAL? Auditório do Grêmio Lítero Recreativo Português - Rua do Sol, 55, em frente à praça João Lisboa (Centro de São Luís)
DATA? 20 de outubro (sábado)
HORÁRIO: 17 horas