Anuncie aqui

sábado, 20 de junho de 2020 às 10:00

Vereador Antunes Macedo denuncia falta de medicamentos na saúde pública de Timon

Timonenses estão tendo que peregrinar em busca por remédios para tratamento da Covid-19
Os pacientes que chegam nos postos de saúde e na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Timon-MA não recebem as medicações para o tratamento adequado para a Covid-19. O Vereador Antunes Macedo do PSDB denuncia uma série de irregularidades na saúde pública da cidade maranhense. “A falta de remédios faz com que a população infectada do município inicie uma busca incessante por solução própria”, disse o parlamentar.

Com os postos de saúde na cidade de Timon tendo registros de falta de remédios, a população da cidade está tendo que se deslocar para as farmácias em busca de medicamento por falta de tratamento básico nas unidades de saúde da cidade. O Vereador Antunes Macedo iniciou o processo de registro de prescrições médicas, recebidas em sua farmácia, dos postos de saúde da cidade e também das Unidades de Pronto Atendimento (UPA). As reclamações se estendem não só quanto a falta de medicamentos, mas por conta das pessoas infectadas ter que desempenhar uma longa procura por medicamentos pagos e custeados pelos próprios pacientes.

"A população está chegando nas drogarias com o protocolo da Covid-19 e não tem nenhuma orientação de onde estão sendo prescrevidos os medicamentos. Estou presenciando as pessoas perdidas, sem saber para onde vai e onde que recebe os remédios. Revoltante constatar que os Timonenses estão tendo que peregrinar pela cidade em busca de remédios com sintomas da Covid-19”, destacou o vereador Antunes Macedo. 

Uma das denúncias recebidas pelo vereador e registradas em seu acervo é de um encaminhamento vindo de um dos seis postos de saúde que servem como ponto acolhimento de pacientes com a Covid-19. Em um dos principais pontos de tratamento para a enfermidade na cidade, não existem medicamentos para servir a população. Em Timon, a maior parte das farmácias é oriunda de pequenos negócios, não de grandes redes. Com a alta exposição dos farmacêuticos por conta das buscas, os empresários estão aumentando as suas taxas de contaminação com o vírus. 

O vereador Antunes Macedo afirma que está registrando todas as prescrições médicas. “Recebi da UPA e agora estou recebendo as prescrições do posto de saúde. Recebi uma paciente gestante que veio do bairro Multirão. O posto que ela veio é um dos seis postos de saúde que estão classificados pela Secretaria Municipal da cidade de Timon como posto de entrada do Covid-19. E lá não tem azitromicina. Não tem Buscoduo para dor e febre. Será que eu estou mentindo? A população está se manifestando", denuncia Antunes Macedo. 

O vereador ainda completou

"Tem comerciante da cidade que está entubado, infectado com a Covid-19, pois eles acabam se expondo muito. Será que a gente não conseguiria evitar isso? É obrigação da Secretaria de Saúde do município de Timon em fornecer todo o medicamento inicial e acolher essas pessoas. Não podemos disseminar ainda mais o vírus", finalizou o parlamentar.

(Assessoria)

Nenhum comentário:

Postar um comentário