Anuncie aqui

terça-feira, 31 de outubro de 2017 às 18:19

Ação do Viva Móvel na Câmara Municipal beneficia mais de mil timonenses

A população timonense recebeu, durante três dias, os serviços de cidadania do Viva Móvel, que disponibilizou aos cidadãos a oportunidade de emissão da 1ª e 2ª via do RG, inscrição e consulta do CPF, balcão do cidadão, formalização de denúncias contra empresas, além da orientação aos consumidores.

 A ação, que beneficiou mais de mil timonenses, atende a uma solicitação do vereador Ramon Júnior (PP), e também faz parte da parceria entre o governo do Estado e a Câmara Municipal de Timon, através do programa de descentralização dos serviços do PROCON/MA.

O presidente do Instituto de Promoção e Defesa ao Cidadão e Consumidor do Maranhão (Procon/MA), Duarte Júnior, explicou que o objetivo da ação foi oferecer à população de Timon mais oportunidades de ser beneficiada pelos serviços da cidadania, além de garantir que os direitos constitucionais cheguem a regiões mais longínquas com a mesma qualidade das unidades físicas.

Para o vereador Ramon Júnior, o acesso à documentação básica é essencial para que as pessoas em situação de vulnerabilidade social tenham acesso aos programas de governo e às políticas públicas. "Desejamos sempre levar mais cidadania para os timonenses e com ações como essas estamos garantindo mais direitos com toda a qualidade, segurança e comodidade que essas pessoas merecem”, ressaltou o parlamentar. (Assecom/CMT)

Matões: Ação Civil do MPMA requer fornecimento de água própria para o consumo

Medida decorre de reclamação sobre má qualidade da água em escola do povoado Laranjeiras
Por meio de Ação Civil Pública com pedido de liminar, ajuizada no último dia 24, o Ministério do Público do Maranhão requer que o Município de Matões seja obrigado a orientar a população local, no prazo de 10 dias, pelo rádio e carros de som, sobre os cuidados necessários para a utilização da água atualmente fornecida. Os moradores devem ser alertados para a necessidade de ferver a água antes do consumo.

A medida é decorrente de reclamação encaminhada à Promotoria de Justiça de Matões acerca da má qualidade da água distribuída na Escola Municipal do povoado Laranjeiras, zona rural do município.

Segundo a promotora de justiça Patrícia Fernandes Gomes Costa Ferreira, diante da suspeita de irregularidade, que seria advinda de um poço com água “barrenta e amarelada”, foi solicitada ao Serviço Autônomo de Água e Esgotos (SAAE) municipal uma vistoria no local.

No relatório da vistoria, o SAAE concluiu que a água do povoado Laranjeiras “não obedece aos padrões de potabilidade, quanto aos parâmetros bacteriológicos e físico-químicos”.

De acordo com a representante do Ministério Público, a Ação Civil Pública objetiva resguardar o direito de toda a população ter acesso à água tratada de forma adequada, principalmente os alunos da escola do povoado Laranjeiras.

A ACP requer, também em caráter liminar, que o Município de Matões comprove, no prazo máximo de 60 dias, que a água fornecida na escola está dentro dos padrões estabelecidos pelo Ministério da Saúde, interditando imediatamente o poço, considerando o laudo do SAAE. Em caso de descumprimento, foi solicitado o estabelecimento de multa diária no valor de R$ 1 mil.

OUTROS PEDIDOS

Na Ação Civil, foram, ainda, requeridos outros pedidos: que o Município seja condenado ao pagamento de multa no valor de R$ 50 mil por dano moral coletivo, pelo fornecimento de água imprópria para o consumo; e que, ao final do processo, o Município, no prazo de 60 dias, adeque o fornecimento e o tratamento da água ofertada na localidade, sob pena de multa diária.

Serviços de Telefonia e Implantação do Viva em Timon são debatidos em Audiência na Câmara Municipal

Câmara Municipal de Timon - Plenário Deputado José Ribamar Elouf
Na manhã desta segunda-feira (30), o Poder Legislativo de Timon realizou Audiência Pública, proposta pelo vereador Ramon Júnior (PP), com o intuito de abordar sobre a prestação de serviços de telefonia fixa, móvel e de internet no município de Timon. Na ocasião, também foram enfatizadas questões relacionadas à implantação do Viva em Timon. 

Estiveram presentes, além do proponente, o Presidente do Programa de Defesa do Consumidor (Procon) do Maranhão, Duarte Júnior, acompanhado do representante da Anatel, Célio Alves; o deputado estadual Rafael Leitoa (PDT); o coordenador do Procon em Timon, Daniel Coimbra; o representante da secretaria Municipal de Planejamento, além de populares e a sociedade civil. Também participaram os vereadores Uilma Resende (PDT), Felipe Andrade (PDT), Ivan do Saborear (PTB), Henrique Júnior (Podemos), José Carlos Assunção (PSB), Jair Mayner (PSB), Chagas Cigarreiro (PSB) e Adão da Ceasa (PR).

Durante pronunciamento, o coordenador do Procon de Timon, Daniel Coimbra, destacou os benefícios do Viva em Timon. Já o presidente do Procon/MA, Duarte Júnior, apresentou as medidas que serão tomadas para melhorar os serviços de telefonia e internet no município, em especial nos bairros Novo Tempo e Cocais. Representando o secretário Municipal de Planejamento, o subsecretário Rafael Marques explanou a situação de delimitação do perímetro urbano de Timon.

Ao se pronunciar, o vereador Ramon Júnior questionou os representantes a respeito das constantes reclamações dos cidadãos timonenses, insatisfeitos com os serviços das empresas de telefonia, os quais buscam através do Procon a resolução das dificuldades. A cobrança da taxa de religação de energia elétrica também foi pauta na audiência durante o discurso do vereador Henrique Júnior, que fez referência a um Projeto de Lei de sua autoria no qual solicita o fim da cobrança da taxa de religação. Os vereadores Uilma Resende e Ivan do Saborear também utilizaram a tribuna para cobrar providências em defesa dos consumidores timonenses. 

Como encaminhamento da Audiência Pública, foi informado aos timonenses que até janeiro o VIVA será instalado em definitivo na cidade. Além disso, o PROCON ingressará com uma Ação Civil Pública pleiteando que estes serviços relatados sejam prestados com qualidade. Quanto as agências bancárias, uma equipe fiscalizará semanalmente os bancos em prol da humanização do atendimento. Com relação às instituições financeiras, ou investem na melhoria dos serviços, expandindo a estrutura, ou, semanalmente, terão que pagar novas multas devido ao desrespeito ao consumidor maranhense.

segunda-feira, 30 de outubro de 2017 às 22:45

“Prefeito de Timon deve satisfação à população pelo caos que se instalou no município”, afirma Alexandre Almeida

Deputado estadual Alexandre Almeida (PSD)
O deputado estadual Alexandre Almeida (PSD-MA) participou hoje do programa Bancada Piauí, da TV Antena 10, onde cobrou o governador do Estado do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) pela conclusão e entrega das obras da reforma do Hospital Alarico Nunes Pacheco, do presídio no povoado Maracujá e da Escola de Ensino Médio no Novo Tempo. Alexandre também questionou que as emendas parlamentares destinadas por ele à Timon não tenham sido liberadas pelo governador. 

“Este ano destinei R$ 300 mil para a construção de um posto policial no Conjunto Novo Tempo, em Timon, mas estamos fechando o ano e o governador ainda não se manifestou sobre isso, prejudicando toda a população que reside naquela região. Além disso, no ano passado destinei R$ 900 mil para a aquisição de novas viaturas para a Polícia Militar em Timon e da mesma forma o governador ignorou”, lamenta.

Alexandre Almeida criticou a forma com que o governador Flávio Dino está conduzindo o governo e falou que há barganha para deputados aprovarem emendas. “Ele está politizando e barganhando para que os deputados tenham suas emendas empenhadas. Aquele governador que chegou com o discurso da mudança, de que iria melhorar a saúde, a segurança, não existe mais, ele está fazendo igual ou pior do que os outros. A verdade é que o governo está muito aquém do que o município de Timon esperava”, acrescenta.

Ao ser questionado sobre o governo municipal em Timon, Alexandre Almeida afirmou que o prefeito Luciano Leitoa (PSB) está devendo uma satisfação à população e que para esconder o caos administrativo e político em que a prefeitura está o grupo ligado ao prefeito vive de espalhar mentiras na cidade e nas redes sociais.

“O prefeito é tão sumido que quem fala pela prefeitura é o primo dele. O prefeito deve uma satisfação à população de Timon. Ele tem que explicar o porquê de os servidores municipais só terem recebido metade dos seus vencimentos no mês passado, enquanto que a prefeitura renovou um contrato milionário de publicidade. Além do verdadeiro esquema que é o lixão em Timon e o contrato com a empresa Teknik que é questionado pelo TCE”, pontuou.

Timon: Vereador Juarez Moraes ganha mais apoio

O que antes era apenas um grupo resumido, nesta segunda-feira os apoiadores do vereador Juarez Moraes que pré-candidato a presidente da Câmara ganha mais um reforço e passa a contar a partir de agora com nove e não mais oito como era antes.

Em um almoço hoje onde reuniu todos os seus apoiadores, o vereador Juarez Moraes recebeu a adesão oficial do vereador Helber Guimarães, isso mesmo! 

Em pleno almoço o vereador Helber Guimarães ligou para o redator do Blog do Eduardo Rego e declarou apoio ao seu colega Juarez Moraes. "Estou com Juarez e não abro nem para o trem! Pode publicar Eduardo", disparou Helber Guimarães. 

Quem também ligou em seguida foram os vereadores Ivan do Saborear e Kaká do Frigosá que participam desse almoço do agora "G-9" reafirmando o apoio a Juarez.

Domingo de ação social no bairro Pedro Patrício em Timon

Ação social no bairro Pedro Patrício
Uma atitude para servir de exemplo, foi o que aconteceu na Catequese da Igreja São Pedro e São Paulo no bairro Pedro Patrício em Timon coordenada pela Pastoral da Mulher através da Dona Jaqueline tendo com parceiros os vereadores Antunes Macedo, Kaká do Frigosá, Adão da Ceasa e Anderson Pêgo além do apoio do cabeleireiro Irmão Paulo.

Foram oferecidos os serviços de cabeleireiro, teste de glicemia, verificação de pressão arterial e palestras sobre temas importantes e atuais proferidos pela Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros, que também são parceiros importantes dessa ação social. Além dos serviços oferecidos, foram distribuídos lanche e vários brinquedos para as crianças presentes no evento em comemoração ao Dia da Criança.

"Essa ação social é a primeira de muitas que nós vereadores e os importantes parceiros e colaboradores iremos realizar em Timon tanto na zona urbana como na zona rural. A nossa meta é todo mês realizar uma ação social em diferentes pontos de nosso município”, disse o vereador e farmacêutico Antunes Macedo, um dos idealizadores dessa ação social nos bairros e povoados da zona rural. (Do Blog do Ludwig)

Atenção servidores! Prefeituras recebem mais de R$ 2 bilhões nesta segunda-feira (30) de FPM

Em valores brutos, isto é, incluindo a dedução do Fundeb, o montante é de R$ 2.589.643.688,73
Último repasse de outubro será 0,83% menor do que em 2016
Nesta segunda-feira (30), os municípios receberão a terceira e última parcela de outubro do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). A Confederação Nacional de Municípios (CNM) informa que, em valores reais – ao se considerar a inflação – o repasse apresenta uma queda de 0,83% comparado ao mesmo período em 2016. Em valores nominas – valores sem considerar os efeitos da inflação – o 3º repasse apresenta um crescimento de 1,43%.

O montante do valor a ser distribuído entre os 5.568 Municípios será de R$ 2.071.714.950,98 – valor calculado com o desconto do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Já em valores brutos – somado o Fundeb – o total é de R$ 2.589.643.688,73.

Até o momento, o FPM repassado aos Municípios ao longo de 2017 totaliza R$ 75,750 bilhões. A CNM explica que esse valor representa um aumento de 9,87% em relação ao montante transferido aos Municípios, no mesmo período de 2016 - sem considerar os efeitos da inflação. Vale ressaltar que nesse montante leva-se em consideração o repasse de 1% de julho previsto na Emenda Constitucional 84/2014 – que representou cerca de R$ 3,999 bilhões de reais a mais repassados aos Municípios. Considerando os efeitos da inflação, o Fundo acumulado em 2017 apresenta crescimento de 6,07% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A Confederação alerta que a previsão da STN para os próximos dois meses é de queda. Por isso, a CNM solicita aos gestores municipais que fiquem atentos e tenham cautela ao gerir os recursos municipais, pois tal repasse pode variar de acordo com fatores macroeconômicos. Confira aqui o estudo completo do 3º repasse. (Fonte: CNM)

domingo, 29 de outubro de 2017 às 12:30

E tome crise! Base Leitoa rachada na Câmara de Timon

Crise na base Leitoa na Câmara de Timon
Se já não bastasse a instabilidade financeira e administrativa no início do segundo mandato do governo Leitoa em Timon, agora explode uma enorme crise política na sua base de sustentação na Câmara de Vereadores. A eleição da nova Mesa Diretora da Câmara de Timon que acontece apenas em abril de 2018, já deixa marcas irreparáveis, causando um racha na base do prefeito Luciano Leitoa na naquela Casa. 

O retorno repentino dos três vereadores titulares Jair Mayner (PSB), Hélber Guimarães (PEN) e Chagas Cigarreiro (PSB) a Câmara de Timon pegou todo o governo e a classe política timonesse de surpresa. Consta que isso foi uma clara demonstração de que o prefeito Luciano Leitoa entrou de vez na "briga" da eleição da nova Mesa Diretora, para assim, tentar eleger o vereador Jair Mayner presidente, o seu preferido.

Ausência notada

Uma clara demonstração da divisão na base do prefeito Luciano Leitoa na Câmara de Timon, foi a ausência de grande parte dos vereadores da situação na abertura da Semana de Ciência e Tecnologia do Maranhão que aconteceu na noite da última quarta-feira (25). Nem a presença do governador comunista Flávio Dino foi capaz de motivar a base leitoista na Câmara a marcar presença ao lado prefeito de Timon, Luciano Leitoa e do suplente de deputado Rafael Leitoa (PDT).

Perdas de espaços

O Blog do Eduardo Rego recebeu informações de uma fonte fidedigna de que os vereadores contrários as intenções da cúpula governista para eleger o vereador Jair Mayner começam a perder espaços importantes na gestão Leitoa. Chamado de "G8" - grupo dos oito -, contrário a orientação de votar no vereador Jair Mayner seguem unidos até o momento em prol do vereador Juarez Mores (SD) como pré-candidato presidente da Câmara de Timon. É aguardar!

sábado, 28 de outubro de 2017 às 09:35

Samba & Pagode na Quitanda Chopperia neste sábado

Muito samba e pagode neste sábado (28), a partir das 14h, na Quitanda Chopperia na Praça de Alimentação do Cocais Shopping em Timon. O samba e pagode fica por conta de Ralf Freelance. A Quitanda Chopperia vai lançar um novo cardápio para seus clientes e sempre com o melhor atendimento.

Já sabe, neste sábado é na Quitanda Chopperia!

sexta-feira, 27 de outubro de 2017 às 19:00

Deputado Edilázio Júnior repudia novo arrocho fiscal no Maranhão

Empresas estão fechando, o desemprego aumentando, e o governador Flávio Dino implementa o ‘Mais Impostos’”, disse Edilázio Júnior
Deputado estadual Edilázio Júnior (PV)
O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) repudiou, na sessão de ontem, a aprovação do Projeto de Lei 262/2017, de autoria do Poder Executivo, que dispõe sobre a aquisição de um empréstimo de US$ 35 milhões para o Governo do Maranhão.

O montante deve ser utilizado na implantação do Projeto de Modernização da Gestão Fiscal do Estado (Profisco II), que na prática amplia a efetividade do sistema de cobrança de impostos no estado e autoriza o Poder Executivo a implementar ajustes fiscais e financeiros no âmbito do projeto.

“Se esse governo fosse bom de povo quanto é bom é aumentar impostos, não estaria precisando lotear secretaria a partidos políticos. Os empresários de todo o Maranhão não aguentam mais tantos impostos. Não aguentam mais esse arrocho fiscal. Empresas estão fechando, o desemprego aumentando, e o governador Flávio Dino implementa o ‘Mais Impostos’”, disse.

Edilázio criticou o projeto que pediu a autorização para aquisição de empréstimo, uma vez que faltavam informações sobre o objeto. “Não se sabe qual a taxa de juros, qual a carência e nem em quantas parcelas o empréstimo vai ser pago. Estamos votando um empréstimo com a informação apenas do valor: US$ 35 milhões. E esta Casa se furta a discutir”, completou.

O parlamentar lembrou que o trabalhador e o pequeno investidor tem sido penalizado pelo Governo do Maranhão. “Hoje os menos favorecidos estão com seus nomes no Serasa porque não conseguiram honrar o seu IPVA, por conta do desemprego gerado pelos Mais Impostos. Eu respeito aqueles colegas que mostram a sua cara e defendem, mesmo erroneamente, esse empréstimo. Mas tenho pena daqueles que se acovardam, daqueles que colocam a sua presença aqui e não vem na tribuna. Não sobem aqui para defendem esse arrocho em cima do empresário, do trabalhador”, finalizou.

Atenção prefeitos! Municípios recebem transferência extra de FPM nesta sexta-feira (27)

Atenção prefeituras! Repasse extra de FPM 
A Secretaria do Tesouro Nacional (STN) divulgou em comunicado extraordinário que nesta sexta, 27 de outubro, até às 18 horas, os municípios irão receber um repasse extra de FPM no valor de R$ 382.502.656,23 – sem considerar o valor do Fundeb. Em valores brutos – somando o Fundo – o montante será de R$ 478.128.320,29.

A CNM esclarece que este repasse ocorre separadamente porque a Receita Federal tem um programa que parcela as dívidas de vários impostos. Portanto, quando a pessoa jurídica ou até mesmo a pessoa física efetua o pagamento da guia de pagamento do Refis, a RFB classifica por estimativa a quantia de cada imposto que foi recolhida, separando o que é Imposto de Renda (IR) e Imposto de Produtos Industrializados (IPI) e efetua os repasses correspondentes ao FPM.

A Confederação destaca que esse repasse extra é uma conquista da entidade que a muito tempo vem lutando junto à Receita Federal, para que a classificação dos refinanciamentos dos tributos seja efetuada de forma mais ágil. Confira aqui o repasse extra. (Fonte: CNM)

Radialista Eliézio Silva participa do I Seminário Comunicação e Poder no Maranhão

O I Seminário Comunicação e Poder no Maranhão ocorreu nos dias 24 e 25 de outubro, no auditório central da UFMA, campus do Bacanga, em São Luís. As atividades iniciaram no dia (24) com uma exposição fotográfica e com três mesas de debate, oficina de audiovisual, sorteio de livros, exibição de filmes e esquetes teatrais, oficina realizada por integrantes do Coletivo Pavio (São Paulo). Onde foi  voltada para vídeos reportagens (inclusive com o uso do celular), utilizando teorias e técnicas do cinema popular, do jornalismo de guerrilha e do documentário, com o objetivo de fortalecer o surgimento de novas/os comunicadoras/os populares.

O evento reuniu profissionais de comunicação, indígenas, quilombolas, quebradeiras de coco, ativistas, sindicatos, pesquisadores, pastorais sociais, comunicadores populares e estudantes para dialogar sobre o cenário da comunicação no Maranhão. A mesa de abertura teve como o  tema as relações entre mídia empresarial, 
concentração de poder, patrocínio governamental e cooptação da imprensa. Ao final do evento, foi divulgada uma carta aberta sistematizando os principais temas abordados. Os palestrantes são do Maranhão, Rio de Janeiro e São Paulo.

Em seu discurso o Radialista Eliézio silva, destacou o apoio ao trabalho das rádios, afirmou que atua firmemente para fortalecer a radiodifusão e reconheceu que é um dos veículos mais democráticos, que chega a casa de todos os brasileiros, independente da classe social.

Como representante da região dos cocais, Eliézio silva solicitou a mesa direito que seja feito um congresso de rádios Comunitárias  em Timon bem como oficinas e certificado para os radialistas

O evento foi organizado por uma grande equipe, composta por diversas lideranças da radiodifusão comunitária, Jornal Vias de Fato, Associação Brasileira de Rádios Comunitárias (Abraço-MA), Teia de Povos e Comunidades Tradicionais do Maranhão, Coletivo Nódoa, CSP-Conlutas, Sindicato dos Bancários, Movimento de Defesa da Ilha de São Luís.

Unidade Móvel do Viva Cidadão realizará ações em Timon

A Unidade Móvel do Viva Cidadão, ação do Procon por meio do governo do Estado, estará presente a partir deste sábado (27) no município de Timon, onde desenvolverá uma série de atividades e oferta de serviços até segunda-feira (30). A ação é resultado da parceria firmada entre a Câmara Municipal de Timon e o governo do Maranhão.

Com atividades diárias, das 8 às 17h, a Unidade Móvel disponibilizará aos timonenses os seguintes serviços:

- Emissão de RG, CPF e Carteira de Trabalho;
- Balcão do Cidadão;
- Antecedentes Criminais;
- Orientação ao Consumidor;
- Formalização de Denúncias.

Para concluir as ações, os cidadãos devem se dirigir à Câmara Municipal de Timon apresentando o CPF ou as certidões de nascimento e casamento. (Assecom/CMT)

Inscrições para o concurso da Polícia Militar do Maranhão começam nesta sexta-feira (27)

Inscrições poderão ser realizadas até o dia 30 de novembro pela internet. Ao todo, 1.214 vagas serão oferecidas
Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) oferece 1.214 vagas.
Começam nesta sexta-feira (27), as inscrições para o concurso para a Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) referente ao preenchimento de vagas e formação do cadastro de reserva para os cargos de 1º Tenente do Quadro de Oficiais da Saúde e Soldado do Quadro da Praça. Ao todo, serão oferecidas 1.214.

As inscrições poderão ser realizadas até o dia 30 de novembro, pela internet, por meio do endereço eletrônico da instituição organizadora. A taxa é de R$ 150,00 para o nível superior e R$ 100,00 para o nível médio. O salário para 1º Tenente é de R$ 6.913,74 e para Soldado é de R$ 4.019,62.

As provas objetivas para cargos de nível superior serão realizadas no dia 28 de janeiro de 2018, pelo turno da manhã. Para os cargos de nível médio, as avaliações serão realizadas no mesmo dia, pelo horário da tarde. Nesta nova versão do edital, as cidades de Caxias e Imperatriz foram incluídas para serem locais da realização das provas.

Para o cargo de 1º Tenente serão oferecidas 43 vagas para os candidatos graduados nos cursos de Odontologia, Medicina, Medicina Veterinária e Psicologia. Os candidatos devem apresentar diploma de conclusão do curso de nível superior, bem como o registro no órgão de classe correspondente. A remuneração é de R$ 6.913,74, com dedicação integral.

Para o cargo de Soldado da Polícia Militar, o candidato deverá apresentar o certificado de conclusão de curso do nível médio ou o curso técnico equivalente, e mais a carteira de habilitação nas categorias “A” e “B”. A remuneração de R$ 4.019,62, com dedicação integral.

A seleção do certame ocorrerá em cinco etapas e os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas. As próximas fases serão de exames médicos e odontológicos, teste de aptidão física, exame psicotécnico e investigação social. (Do G1MA)

quinta-feira, 26 de outubro de 2017 às 20:00

Medidas adotadas por Luciano Leitoa é considerada como 'economia de palito' por vereador

Henrique Júnior classificou as medidas de contenção de gastos adotadas recentemente pelo prefeito de Timon, Luciano Leitoa como "economia de palito"
Vereador Henrique Júnior (Podemos)
Ao discursar na tribuna da Câmara Municipal de Timon, na sessão desta quarta-feira (25), o vereador Henrique Júnior (Podemos), classificou as medidas de contenção de gastos adotadas recentemente pelo prefeito Luciano Leitoa (PSB) como "economia de palito" aquela em que o gestor para dar satisfação a população faz economias supérfluas que não dão o impacto necessário .

Henrique Júnior disse que faltou planejamento diante da crise financeira que afeta os municípios. "O gestor sabia que haveria oscilação no volume de repasses do FPM como acontece todos os anos nos meses de julho, agosto, setembro e outubro em função dentre outras coisas da restituição do imposto de renda". "Mesmo se o prefeito cortar 50% dos comissionados por exemplo, ele não iria economizar R$ 1 milhão, e por isso, não teria economia concreta suficiente", observou o vereador.

O parlamentar recomendou ao prefeito Luciano leitoa fazer economia cortando gastos excessivos de internet, comunicação e com o aluguel de um terreno no lixão de R$ 60 por mês.

"O nosso desejo é que o prefeito acerte administrativamente, porém, devemos nos preocupar com o efeito das medidas de cortes de funcionários que podem inviabilizar a administração pública e afetar os setores essenciais da gestão como saúde e educação em favor de contratos milionários que não são prioridade nesse momento", finalizou Henrique Júnior.

CGU participa de ação que apura desvios de recursos de precatórios do Fundef no Piauí

Operação Argentum investiga prejuízo inicial de cerca de R$ 4,5 milhões e participação de ex-prefeito, empresários e servidores
Ação visa apurar desvios de recursos de precatórios do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental (Fundef), bem como pagamentos a empresas de fachada, no município de Prata do Piauí.
Nesta quinta-feira (26), o Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) participa da Operação Argentum, que visa apurar desvios de recursos de precatórios do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), bem como pagamentos a empresas de fachada, no município de Prata do Piauí (PI). A ação é realizada em parceria com a Polícia Federal (PF), o Tribunal de Contas da União (TCU) e o Tribunal de Contas do Estado (TCE/PI). 

De acordo com as investigações, em dezembro de 2016, o município recebeu R$ 2.849.823,75 decorrentes de ação judicial interposta contra a União, quanto a diferenças na complementação para o Fundef do período 1998 a 2004. Levantamentos iniciais demonstraram indícios de irregularidades na movimentação dos recursos. 

Além disso, a CGU apurou que obras não executadas teriam sido utilizadas como justificativa para a realização de transferências de recursos a empresas. Segundo fiscalização promovida pelo órgão em 2014, parte dessas organizações era de fachada, sendo que o ex-prefeito vinha realizando lavagem de dinheiro por meio de empresas de “laranjas”, cujos empresários eram parentes próximos. 

Até o momento, o prejuízo identificado é de cerca de R$ 4,5 milhões e envolve pagamentos com recursos do precatório do Fundef recebidos pelo município em dezembro de 2016 e os realizados a empresas de fachada durante a gestão do ex-prefeito. As investigações também abrangem membros da Comissão Permanente de Licitação do município e empresários, que receberam pagamentos indevidamente entre 2013 e 2016. 

Estão sendo cumpridos 13 mandados de prisão temporária, seis de condução coercitiva e 19 de busca e apreensão, nos municípios de Teresina, Prata do Piauí e Demerval Lobão, no Piauí; Crateús, Independência e Tamboril, no Ceará; e Timon, no Maranhão. Participam da operação mais de 100 pessoas, entre policiais federais e auditores da CGU, TCU e TCE/PI. (Fonte: CGU)

Vereadora Cláudia: "É um trabalho escravo, é um trabalho desumano"

“É um trabalho escravo, é um trabalho desumano”, diz vereadora sobre os garis
Vereadora Cláudia: "É um trabalho escravo, é um trabalho desumano"
O discurso da vereadora professora Cláudia Regina (PMB) na sessão da Câmara desta quarta-feira (25) teve como um dos alvos principais a situação dos garis de Timon. Ela solicitou algumas informações para a empresa que é responsável pela contratação desses garis, mas, não ficou satisfeita com o que recebeu.

"...Agora tem algumas situações que é de cunho da empresa, jornada de trabalho, a própria questão do protetor solar e tantas outras coisas. E eu solicitei deles por escrito e eles mandaram como se eu estivesse fazendo o infantil, e eu não vou aceitar esse tipo de coisa! Olha só! A gari do município de Timon, ela fica até às 13 horas num sol, num piche desse!”, lamentou a vereadora.

A vereadora disse ainda que não vai admitir os garis terem problemas e pele e no útero no caso das trabalhadoras mulheres. “Nós não vamos aceitar os nossos garis serem acometidos de câncer de pele e as mulheres terem problemas no útero. É um trabalho escravo, é um trabalho desumano que estão fazendo aqui com nossos garis da nossa cidade. Vamos diminuir, começam mais cedo às seis e trinta e vamos tirar essa carga horária das 13 horas. Isso é desumano!”, disse vereadora acrescentando que, “Eu acredito que nosso prefeito não está sabendo desse trabalho escravo que tem as nossas garis”. (Do Blog do Ludwig)

quarta-feira, 25 de outubro de 2017 às 08:25

Vende-se um terreno com duas casas no Centro de Timon

Centro de Timon
Vende-se um terreno medindo 11X38, na Rua Higino Cunha no Centro de Timon (MA), próximo aos Correios e a  UEMA, a 1 Km do centro de Teresina, a capital do Piauí.

LIGUE AGORA: Os interessados devem tratar com Lilian Ruth: (86) 9-8883-1416 ou (86) 9-8864-1728.

terça-feira, 24 de outubro de 2017 às 23:00

Braide critica pedido de empréstimo do Governo para aumentar cobrança de impostos no Maranhão

Deputado estadual Eduardo Braide (PMN)
O deputado Eduardo Braide criticou fortemente, nesta terça-feira (24), o Projeto de Lei do Governo do Estado n° 262/2017, que pede a autorização da Assembleia Legislativa para contrair um empréstimo de US$ 35 milhões (mais de R$ 100 milhões), com o objetivo de implantar o Projeto de Modernização da Gestão Fiscal do Estado do Maranhão – PROFISCO II.

“Isso tem nome: aumentar o sistema de cobrança de impostos do Maranhão. Será que o governador não está satisfeito com o aumento do imposto na conta de luz dos maranhenses? Dos combustíveis? Da telefonia? Da internet? Será que não está satisfeito com as inúmeras cobranças de juros e multas que chegam todos os dias de forma abusiva aos pequenos comerciantes do Estado? Não. Ele quer mesmo é endividar o Estado por um motivo que, sem dúvidas, não é prioridade”, destacou o parlamentar.

O Projeto de Lei 262/2017 seria votado na reunião de hoje (24), da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). Só não foi porque o deputado Eduardo Braide pediu vistas da matéria. “Como membro da CCJ, pedi vistas do PL 262/2017 porque não concordo com esse projeto que só vai aumentar o arrocho com tanta cobrança de impostos. Ouço todos os dias reclamações de comerciantes sobre o agravamento da crise por conta dessa política econômica adotada pelo Governo do Estado. Alguns dizem que não têm outra escolha a não ser demitir seus funcionários. Por outro lado, eu pergunto: será que o Governo ouviu o Conselho Empresarial do Maranhão sobre esse projeto? Não aceitaremos endividar o Maranhão para esse motivo”, ressaltou.

Eduardo Braide também criticou o pedido da votação da matéria em regime de urgência (Requerimento n° 779/2017). “Com tantas matérias que necessitam de urgência para o povo do Maranhão, o Governo do Estado não pode querer que o maranhense entenda e permita que aumentar o sistema de cobrança de impostos seja, de fato, urgente e necessário. Espero que a Assembleia não aprove tal pedido”, afirmou o parlamentar. 

Ao final do discurso, Eduardo Braide fez questão de lembrar que votou favorável aos empréstimos que serviram para trazer benefícios aos maranhenses. “Aprovei todos os empréstimos necessários ao Governo do Estado para investir na saúde, na educação e na segurança. Independente de Governo. Sendo bom para o povo do Maranhão, sempre terá o meu voto. Mas não contem com o voto do deputado Eduardo Braide para endividar o Estado do Maranhão em mais de R$ 100 milhões para aumentar o sistema de cobrança de impostos em um momento de crise como esse. É preciso que o Governo trabalhe com prioridades e, certamente, a cobrança abusiva de impostos não é uma delas”, concluiu.

"Motivação política", diz Leandro Bello sobre sua saída da Câmara de Timon

Mesmo deixando a Câmara de Timon, Leandro Bello diz que sua pre-candidatura a deputado federal vai continuar ainda mais firme
  Leandro Bello, presidente do Democratas (DEM) de Timon
Na manhã desta terça-feira (24), em conversa com o Blog do Eduardo Rego o suplente de vereador Leandro Bello (DEM) disse que foi pego de surpresa pela quebra do acordo por parte do prefeito de Timon, Luciano Leitoa que o tirou da Câmara de Vereadores. "O prefeito Luciano Leitoa quebrou o acordo que tinha feito comigo ainda nas formações das coligações da eleição de 2016", disse Leandro Bello.

Leandro Bello acredita que o motivo da sua saída repentina da Câmara foi o crescimento do seu projeto de pré-candidatura a deputado federal. Bello revelou que recebeu a notícia de sua saída da Câmara pelo pai do prefeito de Timon, o ex-prefeito Chico Leitoa e que a partir de agora seguirá seu objetivo de forma independente. "Não acredito na desculpa que minha saída da Câmara foi para conter gastos, pra mim isso é apenas por motivação político", frisou Bello.

"Não baixarei a cabeça, vou continuar ainda mais firme no meu objetivo de representar Timon na Câmara Federal", finalizou Leandro Bello.

Câmara de Timon concede Títulos de Cidadão Timonense a Promotores de Justiça

Câmara Municipal de Timon - Plenário Deputado José Ribamar Elouf
Foi realizada na manhã desta terça-feira (24), a entrega dos títulos de Cidadão Honorário Timonense. A cerimônia aconteceu no plenário da Câmara Municipal e contou com a presença de diversas autoridades.

De iniciativa do vereador dr. Tuá (PMN), receberam a honraria os promotores de Justiça Fernando Evelim e Fábio Menezes, além da advogada Fernanda Beatriz Almeida. Já o vereador e presidente da Câmara, Uilma Resende (PDT), homenageou o promotor de Justiça Sérgio Ricardo e o pastor Jorge Luiz Soares, que há bastante tempo desempenha um importante trabalho social no tocante à ressocialização das minorias em Timon.

Ao se pronunciarem, os promotores homenageados fizeram referência às suas trajetórias de vida, além de ressaltarem a importância do título. Na ocasião, eles também agradeceram e parabenizaram aos parlamentares pela iniciativa que, segundo eles, é uma forma de reconhecer e inspirar ainda mais aqueles que contribuem diariamente por uma Timon melhor.  

Também participaram da solenidade membros da OAB, advogados e os vereadores dr. Tuá, Uilma Resende, professora Cláudia Regina, professora Socorro, Coca do Matapasto, Raimundo da Ração, Celso Tacoani e José Carlos Assunção, que durante seus discursos enalteceram a atuação dos promotores em Timon. (Assecom/CMT)

Timon: II Feira da Agricultura Familiar acontece nesta quarta-feira (25)

De iniciativa da vereadora Professora Cláudia (PMB), a II Feira de Agricultura Familiar acontecerá nesta quarta-feira (25), a partir das 07 horas da manhã  na praça Paulo Ramos em Timon, se estendendo até as 12 horas, e será realizado em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

A II Feira da Agricultura Familiar contará com agricultores, trabalhadores e trabalhadoras rurais que irão expor produtos oriundos da agricultura familiar produzida no município, dentre eles galinha, hortaliças, frutas, verduras... além de exposição de artesanatos.

Em conversa com o Blog do Eduardo Rego, a principal incentivadora da Feira, a vereadora Professora Cláudia destacou a importância do evento para o fomento da agricultura na região. Segundo ela, este evento é a oportunidade para que os produtores melhorarem os negócios, firmem parcerias e mostrem a força da agricultura familiar e do trabalho do homem do campo em Timon.

“Saldo do Governo Dino é negativo”, diz Edilázio

Deputado estadual Edilázio Júnior (PV)
O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) fez uma espécie de levantamento de alguns dos principais episódios de desgaste da imagem do governador Flávio Dino (PCdoB) no mês de outubro.

Além da morte de um comerciante numa “jaula” instalada na Delegacia de Barra do Corda, que ganhou repercussão nacional, ele apontou a falta de apoio à Expoema, que deixou de ser realizada na agenda já tradicional do evento, e a polêmica das emendas parlamentares para a Saúde. Para Edilázio, o saldo de Dino é negativo.

“Estamos findando o mês de outubro, mês este que o governador não vai querer tão cedo lembrar”, disse.

Edilázio lembrou que após a imprensa nacional abordar a trágica morte de um comerciante no “gaiolão” em Barra do Corda, Dino teve de determinar a demolição do cárcere, que feria a dignidade humana. 

“Flávio Dino teve que engolir seco e dar o braço a torcer com o gaiolão, lá em Barra do Corda, onde vitimou um empresário. Ele, açodadamente, como sempre faz e é peculiar dos comunistas, nas redes sociais, correu para dizer que aquilo era para o banho de sol dos presos em custódia. Mas não aguentou e viu que realmente estava errado, mandou demolir. Mas não dá o braço a torcer e não reconhece que aquele cidadão foi vítima da omissão do Estado”, disse. 

Edilázio também afirmou que Dino deixou de apoiar a Expoema. “Ano retrasado [2015] ele disse que a Expoema era um evento privado e que o Estado não tinha que se meter. E deu um calote de R$ 70 mil na Associação dos Criadores quando prometeu essa ajuda para que colocasse a logomarca do Governo do Estado nos banners da Expoema. Ano passado nem teve o evento. E este ano ele vai para a Expoema e dá o braço a torcer, mas não reconhece. Agora ele fala que a Expoema é importante, que traz entretenimento, que gera emprego, que realiza grandes negócios em nosso Estado, que melhora o nosso plantel de ovinos, caprinos, bovinos, equinos, enfim, melhora toda a nossa pecuária”, completou.

Ao concluir o seu pronunciamento, Edilázio lembrou da polêmica sobre a não liberação das emendas parlamentares para a Saúde.

“E ainda no mês de outubro, vem as emendas, ele foi estrebuchar e espernear querendo emenda, que os senadores do Estado do Maranhão tinham que pegar as emendas e mandar para a Saúde do Estado. Enquanto isso ele não dá o braço a torcer, mais uma vez, em relação a esta Casa, em relação aos parlamentares de oposição quando não honra e não paga as nossas emendas. Emendas essas que foram aprovadas, que foram publicadas no Diário e no Orçamento Anual do Estado para a execução no ano de 2017. Mas, mais uma vez, ele dá calote”, finalizou.

Mudanças no governo Leitoa visa também eleição na Câmara de Vereadores

Como a disputa está dentro da própria base as movimentações estão intensas para zerar pré-candidato da não simpatia da cúpula leitoista, agora a Câmara passa a ter uma nova configuração
A exoneração de três secretários do governo Leitoa na noite desta segunda-feira (23) pegou muita gente de surpresa, além de gerar muitas especulações nos bastidores da política timonense, principalmente na Câmara Municipal de Timon. Luciano Leitoa exonerou o vereador Jair Mayner que estava na Secretaria de Desenvolvimento Rural, Chagas Cigarreiro da presidência da Fundação João Emílio Falcão e Helber Guimarães da Secretaria Esportes, Juventude e Lazer. Segundo informações, essas medidas tomadas por Luciano Leitoa tem como objetivo conter gastos da máquina pública, embora os novos nomeados não estão acumulando cargos.

Passando pelo momento mais turbulento nesses quase cinco anos de governo, Luciano Leitoa recentemente foi obrigado a pagar somente 50% dos salários de parte dos servidores municipais. Consta que o retorno desses três vereadores à Câmara de Timon é sinal de que o prefeito Luciano Leitoa entra de vez nos bastidores da eleição da nova Mesa Diretora que acontece em abril de 2018.

Eleição na Câmara de Timon

O redator do Blog do Eduardo Rego entrou em contato com um vereador da situação e outro da oposição para saber o que o retorno desses titulares influenciariam na eleição da Mesa Diretora da Câmara, ambos pediram para não ter seus nomes revelados.

O vereador governista disse que o retorno dos vereadores em nada muda a eleição da Câmara, pois  segundo ele, a base tem um acordo firmado para que nenhum membro da atual Mesa Diretora participe da próxima disputa.

Já o parlamentar de oposição afirmou que o retorno do trio governista à Câmara nada mais é do que um claro sinal do prefeito Luciano Leitoa entrando de vez na "briga" para eleger Jair Mayner presidente, o seu preferido, mesmo ele tendo enorme rejeição tanto na situação como na oposição. 

segunda-feira, 23 de outubro de 2017 às 15:50

Informativo Câmara de Timon: destaques da sessão ordinária desta segunda-feira (23)

Câmara Municipal de Timon - Plenário Deputado José Ribamar Elouf
Em solenidade, Câmara Municipal de Timon homenageará profissionais de Comunicação

Durante a sessão ordinária desta segunda-feira (23), o presidente da Câmara Municipal de Timon, vereador Uilma Resende (PDT), apresentou um Requerimento, de sua autoria, no qual solicita a realização de uma Sessão Solene em homenagem aos profissionais da comunicação pelos trabalhos prestados à sociedade timonense. O Requerimento foi aprovado por unanimidade entre os parlamentares.

Na ocasião, serão homenageados jornalistas, radialistas, blogueiros e assessores de imprensa locais que atuam como instrumentos de consolidação da democracia, levando informação à população e exercendo com ética e transparência esta desafiadora missão.

Para Uilma, a homenagem é uma forma de mostrar respeito e reconhecimento à relevância social que estes profissionais têm pelos importantes trabalhos que desenvolvem em favor da informação com credibilidade.

A solenidade será realizada no dia 7 de novembro, às 9 horas da manhã, no plenário da Câmara Municipal de Timon.

Vereador Antunes cobra soluções do SAAE sobre o abastecimento de água em Timon

Em discurso na tribuna da Câmara Municipal, durante a sessão ordinária desta segunda-feira, o vereador Antunes Macedo (PSD) ampliou a discussão acerca do abastecimento de água em Timon.

Ao se pronunciar, o parlamentar destacou a criação de uma Comissão Especial de Parlamentares, composta por ele e os vereadores Juarez Morais (SD) e Coca do Matapasto (SD), que teria a prerrogativa de discutir sobre a atual situação do sistema de abastecimento de água da cidade junto ao Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Timon (SAAE).

Na oportunidade, Antunes também fez referência a uma reunião que a Comissão realizará no povoado Buriti do Meio, no dia 27 de outubro, com a presença de representantes do SAAE. Segundo o vereador, o objetivo é buscar soluções para os problemas no abastecimento de água naquela região.

Professora Socorro cobra esclarecimentos sobre decisão que extinguiu 94ª Zona Eleitoral de Timon

A vereadora professora Socorro (PMDB) utilizou a tribuna da Câmara Municipal, na sessão desta segunda-feira, para expor sua preocupação com a extinção da 94ª Zona Eleitoral de Timon, decisão aprovada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão.

Segundo a vereadora, a Câmara irá somar forças na formulação de um documento que será encaminhado ao TRE, na tentativa de reverter a decisão do TSE de excluir esta zona, que segundo a parlamentar, acarretará em acúmulos de demandas e causará prejuízos aos jurisdicionados do município, que representa o terceiro maior colegiado do Estado.  (Assecom/CMT)

"Um prefeito perdido", diz Alexandre Almeida em artigo

Deputado estadual Alexandre Almeida (PSD)
Nunca na história de Timon tivemos um prefeito com tudo a seu favor. No plano estadual, elegeu seu deputado estadual e seu governador. No plano federal, elegeu seu deputado federal, senador e, ainda por cima, foi responsável, como dirigente do PSB, em aprovar internamente a posição de destituir a presidente Dilma, tendo o seu partido, e o seu deputado federal, votando pelo impeachment, levando Temer ao cargo de Presidente. 

Como se não bastasse, o prefeito também conta com o irrestrito apoio do prefeito de Teresina - PI, oportunidade que poderia lhe permitir construir grandes projetos a partir da Grande Teresina. Ou seja, como dizem na aviação: voando em céu de brigadeiro.

Todavia, mesmo com tudo favorável, a marca da atual administração é de apatia e timidez. Infelizmente, o que vemos é um gestor que só sabe lamentar. Reclama da crise, mas exagera em contratos desnecessários e, alguns, até superfaturados, segundo o Tribunal de Contas do Estado - TCE.

Recentemente, chegou ao absurdo de responsabilizar a administração anterior pelo atraso dos vencimentos dos servidores comissionados, mesmo ele já estando no comando da prefeitura há cinco anos.

O prefeito está tão perdido que culpa até a mim, dizendo que não destino emendas para nossa cidade, faltando assim com a verdade, pois todos os anos destinei grande parte de minhas emendas para nossa Timon. Como exemplo, cito a indicação que fiz no ano passado, de mais de 1 milhão de reais, para a aquisição de cinco viaturas para a Polícia Militar desenvolver melhor o seu trabalho, mas que, até o presente momento, o seu governador não autorizou, penalizando diretamente a nossa população.

O fato é lamentável, pois enquanto o prefeito não se encontrar, quem pagará um preço alto é a população, que ainda espera dele o que foi prometido. Por isso, desejo ao mesmo luz, pois como timonense, morando nessa terra há mais de 30 anos, quero sempre o bem da nossa população. Com uma boa administração, todos nós ganharemos, mas com um prefeito perdido, a cidade e a população padecerão.

(Alexandre Almeida é advogado e deputado estadual)

Mudança no cenário político em Caxias; Ex-deputado Zé Gentil cotado para assumir cargo no governo Dino

Após suposta adesão do prefeito Fábio Gentil ao governo Flávio Dino até os nomes dos seus candidatos a deputado pode mudar como também o ex-deputado Zé Gentil é cotado para assumir cargo no governo do Maranhão
Desde a última sexta-feira (20), em que o prefeito de Caxias, Fábio Gentil esteve com o governador Flávio Dino no Palácio dos Leões e no mesmo dia a noite participou de um evento do PCdoB e foi anunciado pelo deputado federal Cléber Verde como novo aliado dos comunistas. Isso só fez aumentar mais ainda as especulações em torno do prefeito Fábio Gentil em várias situações com relação as eleições de 2018.

A primeira dessas especulações gira em torno da mudanças dos nomes em que o prefeito Fábio Gentil venha a apoiar em 2018. O que antes era dado como certo os nomes do vice-prefeito Paulo Marinho Jr e do secretário Municipal de Governo, Catulé Jr, pré-candidatos a deputado federal e estadual respectivamente, desde a última sexta-feira tanto em São Luís como em Caxias isso vem sendo comentado que mudou. Os nomes do deputado federal Cléber Verde e do ex-deputado Zé Gentil passam a ser os mais cotados a receber o apoio do prefeito Fábio Gentil nas próximas eleições. No caso, o deputado Cléber Verde disputando a reeleição e Zé Gentil como candidato a deputado estadual.

Zé Gentil no governo Dino

Mas, a última informação sobre mudanças no cenário política caxiense envolve justamente o nome do pai do prefeito Fábio Gentil, o sempre alegre e sorridente ex-deputado Zé Gentil. Em informação dada em primeira mão pelo blogueiro Ludwig Almeida (veja), o ex-deputado Zé Gentil tem seu nome cotado para ocupar uma secretaria ou órgão no governo Flávio Dino, estão apenas nos entendimentos finais já que agora o prefeito Fábio Gentil é aliado do governo estadual. O caso vinha sendo tratado sob sete chaves até a publicação do blogueiro.

domingo, 22 de outubro de 2017 às 08:58

Governo Dino vetou mais de R$ 12 milhões em emendas da oposição para a Saúde

Valores referem-se a 2016 e 2017; governador, que reclama de forma como senadores emendaram Orçamento da União, não libera valores indicados por deputados que lhe fazem críticas
Envolvido em uma polêmica depois de acusar a bancada maranhense no Senado de manobrar para não enviar aos municípios do Maranhão recursos da ordem de R$ 160 milhões referentes às emendas de bancada, o governador Flávio Dino (PCdoB) foi duramente criticado por parlamentares em todos os níveis.

Na quinta-feira, 19, o comunista foi às redes sociais reclamar dos senadores Edison Lobão (PMDB), João Alberto (PMDB) e Roberto Rocha (PSB). Disse o governador que os representantes do Maranhão se recusaram a cumprir um acordo que garantiria que a totalidade dos recursos seria destinada ao Governo do Maranhão, para então ser reencaminhada às prefeituras – para investimentos na área da Saúde.

Ainda segundo o chefe do Executivo estadual, os senadores querem que metade do valor seja destinado segundo a conveniência de cada um dos parlamentares.

“Um absurdo que uma parte da bancada federal negue uma emenda parlamentar e prejudique a saúde dos municípios, supostamente para me atingir”, escreveu.

A postura de Flávio Dino gerou rápida reação dos três senadores – todos criticando a tentativa de ingerência do governador em questões que dizem respeito exclusivamente à bancada. Apesar da insurgência do comunista, o Estado ficou mesmo só com R$ 70 milhões dessas emendas de bancada – os outros R$ 90 milhões chegarão aos municípios via Codevasf.

Além disso, deputados que fazem oposição ao governo na Assembleia Legislativa argumentaram que o comunista não tem legitimidade para reclamar da destinação de emendas, quando ele próprio não libera aquelas apresentadas pelos oposicionistas pelo que consideram revanchismo político.

Levantamento de O Estado aponta que os deputados têm razão. Cada um deles tem, atualmente, direito a indicar até R$ 3,5 milhões em emendas ao Orçamento – esse valor era de R$ 3,150 milhões em 2015 e 2016.

Em 2017, no entanto, o governador já deixou de destinar mais de R$ 7 milhões para a Saúde de municípios maranhenses ao não liberar emendas de pelo menos cinco deputados de oposição. O comunista vetou integralmente as indicações dos deputados Adriano Sarney (PV), Andrea Murad (PMDB), Edilázio Júnior (PV), Sousa Neto (Pros) e Eduardo Braide (PMN).

Num dos casos de maior destaque recentemente, Dino foi alvo de fortes criticas por não liberar mais de R$ 1 milhão à Fundação Antônio Jorge Dino, mantenedora do Hospital do Câncer Aldenora Bello. Para a unidade, foram destinadas emendas de Andrea Murad (R$ 200 mil), Edilázio Júnior (R$ 200 mil) e Eduardo Braide (R$ 700 mil).

“Desde 2011, destino todos os anos uma emenda parlamentar para o Hospital Aldenora Bello. Mas este ano, por uma questão política, de mero capricho do governador do Estado, o Aldenora Bello não poderá comprar um novo mamógrafo digital porque, simplesmente, ele não liberou a emenda”, destacou Braide, em discurso na Assembleia durante a semana. O governador nunca se manifestou sobre o caso.

Para o deputado Adriano Sarney, Flávio Dino reforça, a cada novo ato ou declaração, sua imagem de gestor incoerente e pouco afeito à solução democrática de conflitos. “A verdade é que o governador Flávio Dino seue agindo como se fosse um juiz, que detém o poder de definir os destinos de outros com uma canetada só. Não é. Ele é um representante do povo que o elegeu e deve agir como tal, debatendo, discutindo, não agredindo adversários. Ainda mais quando cobra dos outros uma postura que ele próprio não tem”, ressaltou.

Ao comentar o assunto, também por meio das redes, a deputada Andrea Murad endossou as críticas dos colegas. Ela classificou de “incoerente” a atitude do chefe do Executivo, que cobra de senadores uma postura, quando procede de forma totalmente inversa.

“Nunca liberou uma emenda para os deputados da oposição porque não se submetem a comer milho na sua mão. Muito cara de pau e incoerente como sempre se comportou durante todo o seu mandato”, declarou.

Menos recursos

Se levado em conta o ano de 2016, a Saúde municipal do Maranhão deixou de receber ainda mais dinheiro. Apenas dos deputados que responderam à consulta de O Estado, o governador Flávio Dino deixou de liberar outros R$ 4,9 milhões em emendas para o setor no ano passado.

As emendas vetadas em 2017*

Adriano Sarney – R$ 1,3 milhão

Edilázio Júnior (PV) – R$ 500 mil

Sousa Neto (Pros) – R$ 3,35 milhões

Andrea Murad (PMDB ) – R$ 1,2 milhão

Eduardo Braide – R$ 700 mil

*Apenas valores destinados à Saúde

(De O Estado)